Me transformei na putinha dos meus melhores amigos


Click to Download this video!

Quando eu tinha 14 anos era muito grudada com 3 amigos do meu predio. Minha mae nao gostava nem um pouco dessas amizades pq tinha medo de que eles fizessem alguma coisa comigo, mas era justamente o contrario, eles me protegiam dos outros garotos do predio que viviam tentando passar a mao em mim ou tirar um sarro na minha bunda. Eu ate gostava qdo eles tentavam me bolinar mas tinha medo e tambem gostava de ver meus amigos me protegendo. Com 14 anos eu ja era uma ruivinha magra de peitinhos medios, pernas grossas e bumbum bem redondinho e empinado. Sabia que os homens ficavam excitados comigo e isso me excitava tambem, mas nao sabia como
agir. Um dia estavamos brincando de pique e esconde no predio e como sempre eu ia me esconder junto de um dos meus 3 amigos: carlos, pedro e paulo. O Carlos era o mais velho, de 15 anos enquanto o Paulo e o pedro tinham 14 tambem. O carlos e o Pedro me escondiam e ficavam conversando comigo, mas o paulo começou a ficar mais safado e sempre que nos escondiamos ele tirava um sarro de mim. Ficava me agarrando, passando a mao nos meus peitos, na minha bunda etc. Eu brigava com ele e dizia que ia contar tudo para os outros meninos, mas nunca contava. Na verdade eu ate gostava daquilo e confiava nele. Comecei entao a querer sempre me esconder com ele, o que acabou despertando ciumes no Carlos e no Pedro, mas eles nao desconfiavam de nada. E assim, sempre que ia me esconder la ia eu atras do Paulo ou ele de mim e escondidos eu deixava ele levantar minha saia e ficar enfiando o dedo na minha bucetinha ou entao ficar chupando meus peitinhos. No colegio, eu era da mesma sala do Carlos e qdo ficava me lembrando dos sarros que levava do Paulo ficava logo todo excitada e ia me sentar juntoo do carlos e passava a mao nas pernas dele e colocava as maos dele nas minhas pernas par ver se ele se animava a fazer alguma coisa comigo como o Paulo. Mas nada! O Carlos me deu uma bronca falando que era para eu parar aquilo pq tirava a concentracao dele na aula. E assim, ao final do sia chegavamos da escola e iamos brincar com todos os outros meninos do predio. E la ia eu me esconder com Paulo para que ele me chupasse um pouco os peitos e enfiasse os dedos na minha bucetinha. Ele começou entao a enfiar os dedos no meu cuzinho me fazendo gemer gostoso e um dia o Paulo pediu para eu chupar ele. Eu fiquei com vergonha mas acabei aceitando e assim sempre que sumiamos la ia eu chupar a piroca do Paulo. Foi o primeiro pau que eu chupei e quando ele esporrava me fazia engolir tudo pq segurava minha cabeça com força. Eu comecei a gostar do gosto da porra e nao coseguia ficar um dia sem. O Paulo estava sempre la em casa me chamando para sair – normalmente para ir na garagem onde eu chupava ele ate gozar ou entao eu ia na casa dele e nos enfiavamos no quarto onde ele me fazia chupar o pau dele e onde ele começou a me chupar a buceta tambem. Ele me chupava ate eu gozar e depois ficva enfiando os dedos na minha buceta. Eu ja nem atendia os telefonemas direito do Pedro e do Carlos. O Carlos foi o primeiro a ficar com ciumes e me deu uma bronca no colegio, mas eu disse que ele era louco pq nós estavamos sempre juntos conversando ou brincando. Ele dsse que ao era assim pq nas brincadeiras eu sempre sumia com o Paulo. Na sala eu tentei fazer carinho nele de novo mas ele nao gostava de passar a mao em mim e entao eu tambem parei de tentar. Um dia, brincando de pique esconde, fui para a garagem com o Paulo e estava batendo uma punheta gostosa para ele e chupando a piroca dele quando o Pedro e o Carlos nos deram um flagra bem na hora em que o Paulo esporrou tudo na minha boca e eu tive que olhar para eles ajoelhada nos chao e com a boca cheia de porra, engolindo o semem e limpando os cantos da boca. O carlos ficou puto, disse que eu estava traindo eles e tudo mais, enquanto o Paulo tentava explicar falando que eles nao estavam fazendo nada de mais e que aquilo nao era problema deles. E vi que o Pedro nao se envolvia na discussao mas o pau dele estava duro dentro da calça e ele me olhava com uma cara que eu fiquei toda molhada. O Pedro entao mandou eles calarem a boca antes que alguem escutasse e me levando para tras de uma van me mandou chupar ele tambem tirando a piroca para fora. E olhei para o paulo esperando aprovaçao mas o Pedro disse que se eu nao chupasse ele era pq eu era mais amiga do paulo do que dele e do Carlos. Eu mordi os labios doida paa cair de boca naquele caralho e abocanhei o pau dele enquanto o Carlos ficava reclamando e o Paulo começou a bater uma punheta aceitando me dividir. O Pedro comia minha boca enquanto o Paulo veio por tras e levantando minha blusa começou a chupar meus peitos e a enfiar os dedos na minha buceta. Eu gozei com aquilo e logo depois o Pedro encheu minha boca de porra.Eu limpei meus labios e mandei o Carlos tirar o pau para fora tambem, mas ele se recusou dizendo que aquilo era uma vergonha e nao quis me sarrar e nem que eu o chupasse. Assim, nos dias seguintes, os meninos estavam sempre me levando ou para a garagem ou para o terraço ( o pai do Carlos era sindico e o Paulo pegou a chave e fez uma copia) onde o Paulo e o Pedro ficavam se revezando em enfiar os dedos no mu cú ou na minha buceta, me chupar a xana ou me encher a boca de porra. As vezes o Carlos estava junto e ficava só olhando os meninos se aproveitando de mim, outras eles nem chamavam ele e fcavamos só os tres. Um dia estavamos os quatro no terraço, o Carlos só olhando os garotos me chupando, quando o paulo tirou o pau para fora. Eu ja ia me agachar para chupa-lo quando ele me mandou virar para a parede e abrir as pernas. Eu fiz o que ele mandou e fui sentindo o pau dele me rasgando a buceta. Doia, mas ele ia forçando e eu rebolando para acomodar o pau dele e quando entrou a cabeça ele forçou mais um pouco e enfiou a piroca toda! Eu dei um grito e saiu um pouco de sangue, pois acho que os garotos enfiando o dedo nao chegaram a me tirar o cabaço. O paulo ficou me comendo me esfregando na parede e quando ele gozou o Pedro rapidamente me pegou e enfiou tambem na minha buceta. Os garotos me comeram mais duas vezes, enfiando o pau e gozando rapido. O carlos pediu para experimentar tambem, mas ele ja tinha batido tanta punheta vendo os outros me comer que quando gozou nao conseguiu deixar o pau duro de novo entao eu chupei ele um pouco mas tive que voltar para casa e ele ficou la reclamando e os outros dois de sorriso no rosto pq tinham me comido. Em casa eu ao parava de me masturbar de tanto gosto!! No dia seguinte era feriado e o carlos foi la em casa cedo explicando que ia viajar e que nao queria ir embora sem me comer tambem. Eu inventei uma desculpa para minha mae e fomos no terraço onde eu chupei ele de todas as formas mas ele estava sempre mole. Depois de muito chupar eu disse que tinha que voltar e ele foi viajar chorando dizendo que eu gostava mais do pedro e do paulo. Depois disso o Pedro e o paulo tocaram la em casa me chamando para brincar. Minha mae nao gostou mas foi me chamar e nós saimos. Na verdade fomos para a casa do pedro pq os pais dele tinham saido e só voltariam de tarde. Assim que nós entramos no quarto do pedro, os meninos me atacaram e começaram a me comer feito uma cachorra!! Eu estava toda seca e doeu no inicio, mas logo depois eu ja estava gemendo alto e pedindo mais pica. Os garotos ficavam se revezando na minha boca e na minha buceta e quando gozavam ja estavam com o pau duro de novo. Eu adorava e deixava eles abusarem de mim e me xingarem de tudo que quisessem. Foi ideia do Pedro em comer o cú. Ele passou um oleo na piroca e foi enfiando o pau no meu ânus. Eu gritei de dor, mas o paulo me segurou e nao me deixou fugir e logo em seguida o pedro estava me comendo o cú me tirando o folego e gemidos cada vez mais altos. Quando ele gocou, o Paulo veio enfiar tambem no meu cu e o Pedro enfiou a pica na minha boca. Quando ele ficou duro de novo, ele se ajeitou embaixo de mim e foi conduzindo o pau para minha buceta. O Paulo foi forçando meu corpo para ficar deitada e quando vi os dois estavam fazendo a primeira dupla penetraçao da minha vida. Eu nem sei o que aconteceu pq nunca gozei tanto na minha vida e nunca recebi tanto gozo dentro de mim! Quando eles cansaram me deixaram estirada na cama toda ardida, dolorida, gozada e realizada. O telefone começou a tocar e era o carlos. Os garotos começaram a contar o que tinham feito comigo e de como eu gritava e do quanto gozaram dentro de mim e de que tinam comido meu cú e feito dupla penetraçao. O carlos pediu para falar comigo e começou a chorar no telefone dizendo que me amava e que queria que eu fosse só dele. Eu disse que eu era ds três e que assim que ele chegasse ele tambem podia me comer e desliguei. Os meninos continuaram a festinha comigo e antes de ir embora fomos tomar um banho. De noite nós fomos no terraço onde eles me curraram como uma cadela de novo e no dia seguinte nós demos uma passadinha no terraço e outra na garagem onde meu cú foi invadido de novo. Os meninos começaram entao a gostar de gozar na minha cara e nao na minha boca me enchendo o rosto de porra. Isso me fazia ter que entrar em casa correndo e evitando minha mae para correr para pia e lavar a porra ressecada e tirar o cheiro. Quando o Carlinhos voltou de viajem nao tinha nada que o pedro e o Paulo ja nao tivessem com o meu corpo: eu ja tinha sido dedada na buceta, no cú, tinha engolido muita porra, tinha recebido porra na cara, tinha sido currada no cú, na buceta e ate em dupla penetraçao eles ja tinham me comido. O carlinhos me pediu em namoro, mas eu nao quis e entao ele disse se eu nao tinha vergonha de fazer isso com o pedro e o Paulo. Eu disse que nao, que gostava muito, e era verdade. Eu disse que ele tambem podia, que era só dividir. Mas ele disse que assim nao queria e preferia nao ter nada comigo do que me dividir com eles. Eu pedi entao para ele nao contar para ninguem e ele disse que ia guardar segredo pq me amava e nao queria me causar problemas. Depois disso eu e o carlos só conversavamos no colegio, na sala de aula, pq quando estava em casa eu normalmente estava ou no quarto do Pedro ou no quarto do paulo levando muita pica na buceta. E assim durou meu namoro com os dois por cerca de tres anos quando eu me mudei e terminei aquelas sessoes de sexo a tres quase que diarias.