Virgem Colegial Estuprada No Matagal

Click to this video!

Tudo começou numa tarde de sexta feira,quando eu voltava da escola. Todos os dias eu retornava pelo mesmo caminho porque ficava bem mais rápido,economizava tempo,porem era uma rua deserta e ao lado tinha um matagal. Na sexta,eu voltava tranquilamente,com meus materiais em maos,vestia meu uniforme que era uma saia com preguinhas e uma camiseta comum.E eu nesse dia vinha sozinha,e passei por ali destemida,pois nunca pensei que fosse acontecer algo parecido como o que estava prestes a acontecer.
Bem,quando eu estava na metade do caminho e bem em frente ao matagal,era umas 18:00hrs e ja começava a escurecer,ouvi um barulho de galhos quebrando,como se fosse pegadas no meio do mato.olhei para traz e
nada vi.Continuei pois não tinha como voltar,apressei meus passos,foi ai que quando me virei novamente para olhar para traz e me voltei rapidamente para frente,avistei dois rapazes enormes na minha frente. Eles apareceram como num passo de magica.Surgiram do meio do matagal.

Eu porem pensei em sair correndo,mas quando me virei logo ouvi um grito que um deles deu dizendo: _Se você correr você morre! Naquele momento eu parei aterrorizada. Entao eles foram até mim,e me disseram: _Esperavamos por você.A dias que nós percebemos que você sempre passa por aqui,entao escolhemos hoje para realizarmos nosso desejo.

Eu ali parada não conseguia dizer nehuma palavra,só murmurei bem baixinho: _ Pelo amor de Deus não façam nada comigo.

Eles me levaram para o meio do mato,e me disseram que eles tinha muito tesao por mim. E se eu fosse boazinha eu ia ficar viva,mas naquele momento só sabia chorar e mais nada. Foi entao que eu vi sair do mei do mato mais um outro rapaz,que logo juntou-se aos outros dois.

Foi ai que começaram a dizer que eu era muito gostosa e que o uniforme de colegial me deixava apetitosa.Eles nesse momento me tocavam o corpo,e eu pedia por favor me deixem ir embora,não façam nada comigo,por favor.Mas nada do que eu dissesse ia mudar o que eles haviam planejado para aquele inicio de noite.

O rapaz moreno e alto o mais forte dos tres,tirou meu material de minhas maos jogando-os no chao,e veio logo arrancando minha saia,enquanto os outros alisavam suas calças passando a mao em meus seios por cima da blusa.Ainda assim eu tentava impedir quando um deles pegou uma arma e disse faça tudo que te mandarmos ou…

Ai entao,retiraram minha blusa e começaram a alisar meus seios,o loiro e o moreno os dois juntos mordiam,chupavam meus seios enquanto o terceiro rapaz via tudo se alizando e segurando a arma apontada p mim.Foi quando o moreno me deitou no chao puchou minha calcinha para o lado e falou,que buceta linda,vou chupa-la toda.Nessa hora ele começou a lamber minha buceta,virgem,passava sua lingua nela e chupava meu grelo com toda sua força,e o outro me forçou a chupar seu enorme pau roliço enfiando-o todo em minha boca ate chegar em minha garganta.

Logo depois os dois trocaram de posição,e assim fizeram por muito tempo.Esó implorava por favor não façam isso. Mas por mais que eu gritasse não adiantava muita coisa.Logo entao aquele moreno começou a meter seu dedo na minha xaninha virgem,e ele disse quero ser o preimeiro a comer essa sua buceta gostosa,vadia linda.Fala que você não quer que eu te foda todinha junto com meus amigos.Hoje você vai ser toda fodida.

Foi entao que me colocou com as pernas para cima,e meteu devagar aquele cassete enorme na minha xonga,virgem,ele gritava essa buceta é muito apertada,vou regassar toda ela com meu pau.E gritava e gemia muito,foi ai que ele colocou todo aquele pau na minha buceta,me fazendo gritar de dor ao sentir todo aquele caralho me rasgando,mas no momento em que eu fui dar meu mais alto gemido de dor o outro meteu seu cassete enorme bem na minha garganta,e quanto mais eu gemia,mais os dois me fodiam,um com seu pau na minha xana e o outro na minha boca.

As vezes ficava sem ar,e com ansia de vomito,porque era um pau gigantesco.Naquele instante o outro negao não aguentou e se aproximou e ao mesmo tempo q eu estava sendo bombada na xonga por aquele animal eu tinha que engolir ao mesmo tempo duas pirocas enormes.Eles puxavam minhas tetas com muita força,porque estavam com muito tesao.

Eu pedia por favor não… E o que eles me diziam era que ia me arrebentar.Eu gemendo de dor,e aquele cavalo falava,isso safada,vadia geme,seu gemido me deixa ainda mais louco.Foi nessa hora que me colocaram de quatro,e um abriu minha bunda e mostrou ao outro o estrago que ele fez na minha buceta agora toda arrombada e ofereceu come essa buceta tambem,e ai começaram a revesar,um metia todo seu caralho,depois de duas ou tres bombadas tirava e me dava pra chupar seu pau melado de minha xana,enquanto o outro me comia.E eu gemia de dor e nesse momento cheguei ate mesmo a sentir um pouco de tesao.

Logo em seguida,o que tinha o pau mais avantajado,olhou minha bundinha e disse,que meu cu era uma delicia,pediu para que os companheiros abrissem meu bumbum,para que ele pudesse adimirar melhor aquele cuzinho virgem e que ele ia foder todo.Eu gritei naquele momento. _ nãooooooooo,por favor nãooooooooo. Foi ai que,um pôs o pau na minha boca e disse pra eu engolir tudo,e outro me segurou pelos cabelos e abrindo minha bunda,entao aquele caralhudo lambeu meu cu e depois cupiu nele. Entao o outro disse,esta preparado,só esperando você arrobar tudinho.Eu mesmo engasgada com um pau enorme ainda gemi dizendo nãao.

Mas ele sem dó,e nem piedade,encostou a cabeça daquele cassete no meu cuzinho virgem,e meteu de uma só vez,me forssei para frente mas acabei foi sendo ainda mais sufocada pela pica enorme daquele tarado safado.Um pau na boca o outro no meu rabo bombando,senti cada prega do meu cu arrebentando,e sangrando com tamanha violencia.

Depois de foder bastante meu rabo,ele deitou no chao e mandou que eu sentasse com minha xana e cavalgasse em sua pica,mas foi ai que aconteceu ainda pior,que por detraz de mim veio o outro e meteu em meu rabo o seu pau.Um no meu cu e o outro na minha buceta,todos os dois me comendo com altas bombadas.

Minha buceta estava toda esfolada,e meu cu ja todo estourado,um tirava o cassete e mostrava para o outro o rombo, e logo dava o lugar para que o outro fodesse tambem meu rabinho estourado.Depois de ter minha xana e meu cu estrupiados por aquelas picas assassinas,eles ainda me colocaram de joelhos e me disseram agora vamos dar leite pra você,engole tudo viu,vadia.E assim eu ja mole de tanta dor,tive que chupar e um a um sentir sua porra quente entrar em minha boca,sendo depositada por aqueles loucos,e quando não cabia mais tive que engolir aquela porra quente.

Depois de tudo isso,me deixaram ir,mas disseram que se eu contasse pra alguem eu iria morrer,porem quando eles quizessem voltariam a me foder outras vezes.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(0 Votos)
Loading...