Manú, uma mulher quase perfeita

Click to this video!

Conto de Mayara Nascimento
Eu e a Dânica namoramos por quase dois anos, estávamos com a data do casamento marcada, ela era alegre divertida e gostava de baladas praias e sempre queria que eu tivesse com ela, mais nem de tudo eu gostava e ela acabava indo sem min e muitas vezes que eu aceitava ir, ela queria levar um monte de amigos e amigas resultado, acabamos rompendo e ele se interessou por um boizinho metido a rico mas acabou quebrando a cara. Depois que terminamos acabei me interessando por uma outra garota, a Manú, muito feminina muito sensual com aparência de ter cerca de dezoito anos ou menos super simpática comunicativa extrovertida, dessas garotas que deixa todo homem babando. Percebi que ela estava afim de mim, pela maneira como me olhava, pelo sorriso lindo que estampava no rosto a cada vez que me via, tudo isso foi me encantando. Fiquei meio na dúvida se aquele sorriso era de interesse ou se era de alguém que eu talvez conhecesse de algum lugar e não me lembrava. Acho que ela percebendo a minha duvida acabou tomando a iniciativa vindo até a min. Conversamos por algum tempo e eu me declarei pra ela ,pois tudo nela havia me encantado, meu tesão era grande por aquela garota lindíssima e novinha, mas ela disse que não estava interessada em namorar, e não queria nenhum compromisso sério, mas se eu aceitasse a sua amizade ela seria a melhor amiga que eu poderia ter,amiga mesmo,pra tudo ate mesmo pra transar se eu quisesse. Transar com ela era tudo que eu queria, beijar aquela boquinha carnuda sedosa e macia, chupar aqueles peitinhos durinhos, chupar aquela bucetinha, nossa eu não pensava em outra coisa. Aproveitei a deixa e fui logo beijado sua boca, gostosa, o que ela correspondeu, que boquinha deliciosa macia, que beijo quente gostoso, enquanto isso minha mão massageava seus peitinhos durinhos e arrepiados, enquanto ela segurava e apertava meu pau dentro da calça, mas ficamos só nisso e marcamos um encontro pro outro dia. Depois de trocarmos os beijos mais ardentes chupadas nos peitinhos, sugeri a ala irmos pra um motel, e ela aceitou com um belo sorriso, e assim aconteceu. No quarto do motel, retirei logo minha roupa, enquanto ela tirava a blusinha e o sutiã, e deitando se na cama me chamou, fui beijando sua boca suave sedosa, ahhhh que delicia aquele beijo, passei a mamar seus peitinhos e ela a pegar e punhetar meu pau, depois me virando na cama foi descendo com sua lingua em toda extensão do meu corpo peito barriga ate atingir com sua boca meu pau já todo babado e introduzindo em sua boca. Ahh que chupetinha deliciosa, e depois voltou a me beijar, ai foi a minha vez de retribuir, chupando seus peitinhos, fui descendo pela barriga lambendo o umbigo com um piercing ate chegar mais embaixo, não via a hora de cair de boca naquela bucetinha e chupar ate sentir ela gozar na minha boca e sentir o sabor do seu melzinho. Desabotoei os dois botões que prendia sua saia a cintura, desci o zipper e puxei sua saia com calcinha e tudo, ai tive a maior surpresa da minha vida , aquela Grotinha linda ,sensual delicada cheirosa e muito gostosa não tinha buceta,!!!! e sim uma rola maior ate que a minha., fiquei paralisado, foi como se me jogasse um balde de água gelada. Meu pau que ate então tava duro como uma rocha murchou na hora, literalmente eu estava em estado de choque, e pensando, tudo que aquela garota não tinha de mulher era aquele pau, sem duvida nenhuma era uma mulher quase perfeita. Fiquei olhando aquela vara ate então murcha e aquilo começou a crescer, foi endurecendo e engrossando ate apontar para o teto e ficar balançando como vara de pescar, a cada contração,como se me chamasse,vem me chupa. Olhei nos olhos dela (ou dele) e aquele sorriso angelical que a Manú tinha me cativava mais uma vez. Meus olhos diziam pra min é homem, mas meu cérebro insistia que era mulher, meu pau começou a ganhar vida de novo, eu olhava praquela pica que já começava a babar, e a minha boca já seca de desejo querendo abocanha-la, e acabei não resistindo e cai de boca naquela pica maravilhosa, que era grande mas não muito grossa e me deliciei, chupava gulosamente e punhetava ao mesmo tempo e em poucos instantes senti aquele caldo groso e salobre inundar minha boca e acabei engolindo toda a sua porra e depois nos beijarmos freneticamente. Passamos a noite juntos e senti aquela pica invadir o meu cu e gozar gostoso la dentro por três vezes durante a noite, e eu que so queria chupar uma bucetinha acabei chupando uma pica e dando meu cu……. Saímos do motel de manhã e continuamos nos encontrando durante a semana. Num desses dias a minha ex-cunhada Camila me viu passando em frente a sua casa e me convidou a entrar, disse que estava sozinha e precisava muito falar comigo, perguntou se eu estava namorando alguém, eu disse que não,e ela indagou? E aquela garota?, eu vejo vocês sempre juntos,achei que tivesse rolando alguma coisa.!!!!! Mas porque você ta perguntando se estou namorando?…, sua irmã já terminou comigo, não temos mais nada um com o outro. Fiquei surpreso com a resposta dela : Eu sei que vocês terminaram!!!! È que eu sempre tive interesse em você, mas você era namorado da minha irmã, agora que achei que o caminho tava livre, vi você com outra achei que já tava namorando com ela!!!!!. Ela é só uma amiga, respondi: mais eu já levei ela pro motel, e se eu te contar o que aconteceu você não vai querer namorar comigo, tenho certeza. Não me diga que você já engravidou ela?!!!! Não, talvez ela que vai me engravidar. Ela riu, como assim?!!!!! Comecei a explicar pra ela todos os detalhes e quando chegou na parte em que eu puxava sua saia com calcinha e tudo,parei.!!!! Conta o resto,conta, to excitada pediu ela. Contei a ela todos os detalhes de como acabei chupando aquela pica e com ela tinha comido meu cu três vezes durante a noite. Mal acabei de contar e ela voou em cima de min, me beijando e já tirando minha roupa e a dela , ali mesmo no sofá da sala, ela cavalgou minha pica, gozando varias vezes e me fazendo jorrar toda minha porra dentro da seu buceta raspadinha, úmida e quentinha. Depois de nos recompor ela disse que queria conhecer a garota, que queria experimentar também aquela pica. Marcamos um encontro e rumamos para o motel e la deixei todas as preliminares pra ela . Assim como eu, ela também chupou loucamente aquela pica, que também visitou seu cizinho e sua buceta . Passamos a noite juntos novamente, Camila pediu pra Manu comer seu cuzinho, enquanto ela penetrava a Camila, Manu me pediu pra comer seu cuzinho também, passamos um bom tempo engatados e gozando gostoso. Eu e a Camila já estamos juntos à seis meses e a Manu passou a ser parte integrante das nossas vidas, sempre transamos à três e nossas transas tem sido maravilhosas, porque Eu e a Camila nos apaixonamos por Ela. Mayara Nascimento