Dei para meu Irmãozinho novinho

Click to this video!

Ola!
Meu nome é Najara tenho 17 anos e quero contar a vocês como dei pro meu irmão de 11 aninhos. Eu nem sei o que deu na minha cabeça, mas não agüentei e ensinei a ele tudo que precisava saber. Já fazia um tempo que ele se trancava no banheiro e ficava La por um bom tempo e eu ficava imaginando ele com seu pintinho na mão e se masturbando, por algumas vezes eu o via cheirando minha calcinha e outra limpando seu quarto peguei minha calcinha em baixo da sua cama e com mancha de porra nela, isso me aguçou a curiosidade ainda mais só de saber que ele talvez estivesse me querendo, mas eu já tinha visto ele peladinho e o pintinho dele era ainda muito pequeno e nem faria efeito em mim.Eu já transava a muito tempo e já tinha dado pra uns caras de pinto grande e sabia como era ser comida por um pinto grasso e grande.
Falei com minha mãe às coisas que andava vendo e ela me disse que era normal porque ele ainda era pequeno e não tinha muita noção das coisas.
Um dia passando em frente do seu quarto a porta estava aberta ele batendo punhetinha como sempre e vi-o gozando, foi um jato de porra que espirrava e escorria, minha bucetinha molhou na hora porque sabia que ele andava fazendo isso pensando em mim, então aquela porra era pra mim. Então eu pensei, talvez se eu ensinasse a ele sem dar não faria nada de errado estava apenas ajudando ele a se proteger, certo? Errado! Foi assim que me ferrei!
Comecei a me mostrar pra ele, andava de calcinha e sutiã ma frente dele o tempo todo e o coitado entrava e saia do banheiro o tempo todo, um dia tomei banho de porta aberta ele passou e me viu, voltou e arregalou o olho e ficou me olhando, eu perguntei o que ele estava olhando, ele disse que meu peito era muito grande e bonito eu dei uma risadainha e virei, ele saiu e só o vi um tempo depois, eu já sabia o que ele foi fazer (punheta) eu fechei a porta e também me masturbei imaginando ele me comendo com aquele pintinho lindo, chupando meu peito que ele disse que era grande. Ele voltou e me pegou com a mão na buceta bem na hora que estava gozando, esticando as pernas e apertando meus peitos e levei um susto quando o vi ali parado com a mão dentro da calça me olhando.
Ele perguntou o que eu estava fazendo, eu disse que fazia a mesma coisa que ele, ele me perguntou se mulheres também fazia aquilo eu disse que sim e era tão bom quanto que talvez um dia pudesse fazer juntos um do lado do outro, mas que ele não poderia contar a mamãe. Ele disse se poderia ser naquele momento e eu disse que não que tinha que me preparar então ele saiu e terminei meu banho.Me troquei mas não coloquei roupa fiquei só de calcinha,ele quando me viu começou a perguntar muitas coisas pra mim, do tipo, porque minha vaginha não tinha pelos,porque o bico do meu peito era grande e porque ele ficava de pinto duro quando me via, ai me perguntou se eu já tinha feito sexo eu disse que sim , muitas vezes, ele perguntou como era, então foi ai que pensei, já é hora de ensinar coisas a ele porque do jeito que ele esta não vai demorar muito pra ele perder a virgindade.
Então disse a ele que estava na hora de ensinar umas coisinhas a ele e perguntei se ele queria tocar em meus seios, ele sem responder já estava com as mãos neles, pegava com tanto gosto, apertava e balançava, começou a descer a mão até minha cintura eu disse a ele: Calma moçinho, não é assim que se faz tem que ir com calma, comece chupando meus peitos, ele começou a me chupar tão gostoso, eu enfiando meus dedos na buceta, pegava a mão dele e passava por meu corpo e logo ele pegou o jeito, passava a mão na minha buceta e esfregava, eu o deixei se divertindo por um tempo enquanto eu batia uma pra ele, seu pinto era pequenininho, mas era uma delicia muito durinho já soltando liquido eu abaixei e meti a boca naquela piroquinha, ele gozou na minha boca na hora e eu com a boca toda cheia de porra do meu irmãozinho, o problema é que ele broxou com isso e nem chegou a me comer. Por um lado foi bom,mas por outro fiquei com a buceta melada , mas não foi dessa vez.
De madrugada levantei e entrei no quarto dele, ele dormindo de barriga pra cima eu sem acordar ele coloquei seu pintinho pra fora e comecei a chupar, ele foi ficando duro e logo ele acordou, eu disse: Não se mexe! Então ele deitou de volta e eu continuei a chupar seu pauzinho, as bolas, ele torcia as pernas de uma forma que gemia tremendo, eu não agüentei e senti no seu pinto penetrando ele em mim, que pintinho delicioso, ele agarrou na minha cintura e me comia eu o mandeiele parar e comecei a cavalgar no seu pau, subia e descia sem parar, peguei a mão dele e coloquei nos meus peitos e apertei e ouvia seu gemido rouco.
Levantei virei de quatro e mandei ele me comer do jeito que ele quisesse, ele enfiou seu pau em mim e batia forte, melhor que muito cara que já dei, ele no movimento de vai e vem seu pinto saiu da buceta entrou no meu cuzinho de uma vez, mas como não era muito grande nem doeu, nem dava pra sentir direito e deixei-oele comer meu cu, tava muito bom que nem me importei. Até que ele disse que ia gozar eu virei e enfiei seu pinto na minha boca e tomei outra gozada na boca.
Ele se jogou na cama e muito cansado, disse a ele pra que colocasse uma cueca pra dormirmos junto, eu coloquei uma camisolinha e deitei com ele e passamos a noite junto, disse a minha mãe que ele estava com medo e fui dormir com ele e ninguem desconfiou de nada, depois disso ainda fiz mais algumas chupetas pra ele e tomei sua porra, hoje sou casada e não fazemos mais isso, mas no dia do meu casamento ainda demos a ultima foda, mas não foi bom como era antes, eu gostava quando ele era garotinho.