Minha Sogra é Show


Click to Download this video!

Conto Enviado… Meu nome é Carlos, sou um mulato musculoso de 28 anos e casado a seis anos com Tamara, uma morena linda de 24 anos, tipo modelo; cabelos negros compridos, olhos negros faiscantes, seios pequenos pernas torneadas e uma bunda esculpida.
No inicio do casamento, minha sogra, Elaine, morena de 45 anos, com pernas grossas, peito pequeno, bunda grande e cara amarrada, fez questão que morássemos no mesmo terreno (o dela, no caso), porque era solteira e precisava de ajuda com as contas; então eu construí um quarto ali. meu trabalho me permite chegar cedo em casa, e nem sempre tem alguém lá. Naquele fatídico dia ,estava sozinho, por isso entrei e fui tomar um banho, que foi meio demorado. Minhas cuecas secas estavam no varal, de modo que sai pelado para buscar. Quase no mesmo relax que eu, minha sogra lavava as roupas de short legging e top, absorta em seu serviço.
Eu estava meio excitado, e como ela não é de jogar fora, meu pau subiu na hora. ela meio assustada disse :
– Se tá loco Carlos? sair andando assim pelado aqui em casa?
– Quando eu cheguei não tinha ninguém Laine!
Ela tentou afastar, mais escorregou e eu tentei segurar. Ela estava meio molhada e seu top subiu quando eu segurei. levantei ela e fui para o quarto, mais olhei para traz antes. nunca tinha visto minha sogra mais do que a mãe da minha esposa e nunca tinha traído Tamara, agora Elaine estava na minha frente com os peitos de fora. voltei até ela no intuito de abaixar o top,mais ela estava tão sexy daquele jeito…
– Carlos, o que você vai fazer?
Tirei seu top sem resistência alguma, e continuei olhando pra ela. Os peitos dela estavam molhados e o bico enrijeceu ao toque. Ela estava trêmula
-Carlos, você é casado e eu tenho namorado…
Peguei seu seio e ela tremia.arrastei ela para o meu quarto, encostei ela na parede e puxei o short dela.
– Para Carlos! alguém pode chegar!
mesmo assim, ela não me parava, era uma reação de “Quero mais não posso, deixo mais não participo”. ela estava sem calcinha e molhada. ela estava de pé de costas para mim.fui subindo devagar, apalpando ela, beijando ela, nas coxas e na bunda. Ela não gosta de preliminares, curte é rola mesmo.
Abri as pernas dela e enfiei os dedos na sua buceta molhada. tirei os dedos, me posicionei e enfiei a rola na xana dela. Elaine é gulosa, sua boceta engoliu meu pau todo e ela rapidamente começou a rebolar. Sua xota não parava, então fiz ela subir e descer muito gostoso. Tirei o pau da buceta dela, coloquei ela de joelhos e esfreguei o pau na cara dela.
-Carlos não gosto disso. não Carlos nã…
Ela chupou bem, mais não me dei por satisfeito. era agora ou nunca, ela era minha unica amante! Deitei ela sobre mim e cuspi no rabo dela. eu sabia que ela só tinha dado ali uma vez. Ela se debatia e gritava:
– Carlos NÃAAO! Por favor não!
-Eu vou devagar
– Por favor não!NÃAAO!
Fiz ela chupar meu pau e cuspi mais duas vezes no cu dela.ela gritava:
-Por favor não!NÃAAO, Carlos NÃAAO! Por favor não! NÃAAAO PAARA!
POsicionei e forcei a entrada co cu dela, e senti o esfincter dela se trancando
-Por favorNÃAAO, Carlos NÃAAO! Por favor não! NÃAAAO PAARA! NÃAAAAH!
Os 17 cm entraram de uma vez. ela tentou sair, mais eu puxei ela e bombei. Depois de muito choramingo, ela começou a gemer e rebolar, dizendo:
-É isso que você quer, então toma, filho da puta! seu desgraçado toma, toma,toma!
Quando seu rabo batia no meu quadril eu ia a loucura. meu pau estava pulsando no cú dela. ela tirou de lá e chupou, me olhando. Depois disso, me derrubou e pulou em mim, cavalgando feito uma puta. terminei gozando na boca dela, e ela cuspiu tudo.ainda fizemos mais uma antes de Tamara chegar. somos amantes a 4 anos e ela nunca decepciona. nem minha esposa!