De Tanto Insistir o Sapateiro Comeu minha Noiva


Click to this video!

Bom meu nome é Adilson, minha noiva se chama Adriana, tenho 30 anos ela tem 25 anos, isso que eu vou contar foi ela mesmo que me falou sempre quando transamos, fantasiamos coisas, tipo outro casal, ou um cara filmando nossa transa, e depois comendo ela também, mas até ai ficava tudo na brincadeira, perto da casa dela tem uma sapataria, ela sempre passa em frente para ir trabalhar, e as vezes vai com a prima dela lá na sapataria, fazer consertos de sandálias e sapatos de mulher, o dono da sapataria sempre mandava recadinhos pela prima da minha noiva, falando que ela era bonita, simpática, e uma mulher muito atraente, minha noiva me falava de tudo o que acontecia, eu achava normal, ela receber elogios, por ser uma mulher atraente mesmo, uma vez já transamos fantasiando que eu estava dividindo minha noiva com o sapateiro, um dia fui levar ela no trabalho e pedi para ela me mostrar o cara, vi ele achei normal nada de mais, perguntei pra ela , o que vc acha dele? Ela me respondeu ha amor ele até que não é feio, mas os olhos azuis que ele tem são lindos, vão passando os dias, ela passa em frente na sapataria o safado do sapateiro continuando insistindo, e elogiando, dando chocolates de presente, e minha noiva me falava tudo, eu tinha confiança nela e ficava tranquilo, mesmo porque um dia o cara chamou ela para tomar um suco e ela recusou. Um certo dia ela teve que levar uma sandália que tinha quebrado o feixo para concertar, o sapateiro disse que ficava pronta no dia seguinte, isso aconteceu quarta-feira passada, na quinta-feira passada, na sexta feira de carnaval a sandália ia ficar pronta, esse dia fui deixar minha noiva no trabalho, ela falou que quando fosse embora do trabalho ia passar para buscar a sandalia, ela estava com uma saia de tecido fino até o começo do joelho, e uma blusinha de alcinha branca nesse dia fazia muito calor logo pela manhã, nessa época de verão sempre faz muito sol o dia todo, mas nesse dia logo quando ela ia sair do trampo , ia cair o maio temporal, ela saindo do trabalho, ela andou o mais rápido possível para não se molhar mas não deu tempo a chuva começou, e ela ficou quase toda molhada, chegando na sapataria o cara disse nossa vc esta toda molhada, e deu uma risadinha, logo que ela entrou na sapataria ,a tempestade ficou mais forte, o vento estava levando a chuva para dentro da sapataria ,obrigando o cara a fechar a porta de aço para não estragar os sapatos, ele perguntou para Adriana se ela se importava de ficar lá dentro com ele com a porta fechada, minha noiva disse que não tinha problema, e que a chuva estava forte mesmo. Ai o sapateiro começou a fazer gracinhas para minha noiva, ela estava com uma blusinha molhada e os bicos do peito bem acesos, ai ele abriu o jogo e disse que tinha muita atração por ela, e muito desejo, ela disse que ficou sem graça e que era noiva, e me amava, o cara pediu para ela se sentar ao lado dele no sofá , até ai tudo bem nada de mais, até que logo em seguida o cara tenta beija-la era vira o rosto e diz que não, mas o sapateiro abraça ela com força e a beija ela disse que tentou empurrar, mas não conseguiu, ela retribui o beijos pensando que depois, ela ia deixar ela ir embora, mas ela estava enganada, o cara começou a passar a mão em seu corpo ,beijar seu pescoço, ai ele abaixou sua blusinha e chupou os seus peitos , ela disse que estava tensa, sabendo que não devia ,mas estava começando a ficar com tesão também, o sapateiro pediu deixa eu foder vc, dizendo que ela ia gostar, minha noiva disse que não, que não podia me trair, o sapateiro tirou seu pau pra fora e pediu para ela só chupar ele então, minha noiva de novo não resistiu, e caiu de boca na rola do sapateiro, minha noiva faz um gulosa espetacular, muito boa mesmo, depois de chupar o pau dele, até ele quase gozar , ele falou pra ela , vc só sai daqui depois que eu te foder, a essa altura, minha noiva também estava toda molhada, com vontade de transar com o sapateiro, ele tirou sua roupa e começou a chupar sua xana, ela disse que estava adorando transar com ele, o sapateiro colocou ela de quatro e começou a socar na xana dela ,bem devagar, logo ele estava metendo forte e gostoso na minha noiva, depois ela ficou por cima dele e cavalgou, feito uma puta profissional, depois o sapateiro quis meter no cuzinho dela, coisa que ela adora, ela se entregou inteira pro cara, até deixar gozar na boca ela deixou, coisa que comigo é muito difícil ela aceitar, depois ela pegou a sandália pagou pelo concerto, e foi pra casa tomar banho. A noite fui busca-la pra sair, ela estava estranha, perguntei o que tinha acontecido, ela me disse tudo o que eu escrevi acima, fiquei puto de raiva, falando que ela não prestava, fui embora pra casa fiquei pensando no que ela me falou, não entendi fiquei de pau duro, sábado fui na casa dela conversamos e fizemos as pazes, na verdade gostei do que ela me falou, adorei saber que ela gozou com outro cara, já chegamos até a transar com ela dizendo vai sapateiro me fode gostoso, que meu noivo corno não liga ele gosta de me ver com outro, agora estamos conversando a ideia de chamar um outro cara ou um casal para transar conosco, adorei o que ela me falou, será que sou doente, aonde já se viu sentir prazer em ver sua noiva com outro, mas é meu desejo , quero muito, se tiver alguém com o mesmo desejo me mande umas dicas sou de São Paulo capital,(by noivo corno).