Meu amigo saiu, enrabei a mae dele


Click to this video!

Hoje eu tenho 18 anos na época tinha 15, este conto é real e vou ser fiel aos fatos, bem quando tinha meus 15 anos: era uma quarta feira e eu estava em casa quando recebi a ligação de meu amigo Cristiano me convidando para ir a casa dele para dormir la da quinta feira ate domingo, como estava de férias eu fui para La no dia seguinte cheguei la bati no portão e quem abriu foi a Luiza, mãe do Cristiano, uma mulher loira baixinha peitos médios e um bundao empinado com seus 34 anos, eu a chamo de dona lu, bem continuando, ela me recebeu no portão e disse
-Nossa Alexandre há quanto tempo faz 2 anos que você não vem aqui em casa, você esta grande e forte ein
Respondi
-Que nada dona lu vc que esta mais linda do que antes
Bem ai ela deu um sorriso para mim e me abraçou e disse para irmos entrando quando cheguei la perguntei por Cristiano e o Rogério, pai de Cristiano, ela me disse que os dois saíram para comprar um tênis e que em uns 30 minutos iam chegar, bem ai eu fui assistir TV e ela foi para a cozinha, eu estava com sede e pensei em dar um pulo na cozinha para pegar água na geladeira, quando vi me deparei com ua das melhores visões da minha vida, ela estava inclinada na pia com a bunda empinada usando uma calça de academia, e uma blusa rosa sem manga, ela me disse para chegar mais perto eu no impulso fui e fiquei encoxando ela, pensei nossa ela vai me matar, mas para minha surpresa ela deixou e disse
-Parece que você cresceu em tudo ein garoto
Ai foi quando eu ouvi o portão da garagem abrir como sabia que ate eles entrarem na casa e chegarem na cozinha que ficava no 2° andar eu peguei ela abracei e dei um beijo na boca apertando a bunda dela, ela deixou e tava gostando ai eu soltei e fui e antes deles chegarem, daí pra frente eu fiquei mechendo no computador com o Cristiano e etc.
No dia seguinte acordei com uma barulhada, era Cristiano e seu pai, disseram que a avó paterna que mora no interior de minas ido parar no hospital e estava internada, e disseram que os dois iam sem previsão de quando voltar, foi quando ees siram que eu dei uma olhada para a Lu e falei
-Parece que vamos ser so nos dois no fim de semana
Ela fez uma carinha de safada e eu prontamente parti para o ataque, peguei e a agarrei beijando e apertando sua linda rabeta, ela tirou minnha calça e começou a me chupar ela chupava e fazia uma cara de safada , depois de me levar a loucura nesse boquete ela me disse -vamos pra cama do corno!
Ela foi na frente já pelada e no meio do caminho eu colocava ela contra a parede e comia a xota deliciosa dela e ela rebolava falando
-Vai come a mãe do seu amigo seu gostoso!!
Quando chegamos no quarto eu joguei ela na cama e fui comi ela no papai mamãe, ela gritava
-Come na cama do corno vai me fode !!!!
Ai eu estava quase gozando quando ela me disse para esperar que queria que eu gozasse num lugar especial, dentro do rabo dela eu fiquei maluco de tesao, ela disse que sabia o quanto eu desejava aquela bunda e que eu ia ser o primeiro a entrar ali mas pediu pra ir devagar
Ela ficou de 4 empinando a bundinha e eu fui colocando aos poucos e ela gemendo e gritando fraco, daí eu fui de uma vez ela gritou muito e me xingou de tudo que era nome eu continuei metendo forte naquele rabo delicioso e os xingamentos viraram gemidos de prazer e ela começou a dizer
-Voce gosta ne seu desgraçado de comer o cu da mãe do seu amigo ne ? Entao me fode seu filho da puta vai fode meu cu
Eu estava comendo aquele rabo que era meu sonho de consumo nem acreditava ainda de quatro eu fiz o cachorrinho, me abraçando nela e sussurando ao ouvido dela
-Voce gosta de levar no cu ne sua cachorra
Ai ela disse
-Adoro levar essa sua pica no meu rabo vai goza me enche de porra seu safado!!!
Eu não estava mais aguentando tanto tesao e gozei no rabo dela, enchi de porra e ela deu um grito e disse:
-Aiiii isso vai me enche de porra!!!
Tirei meu pau do rabo dela e vi alguns segundos depois muita mas muita porra mesmo saindo do rabo dela e ela lambeu tudo, cada gota, depois fomos tomar banho e enrabei ela de novo e o resto do fim de semana fica pra outro conto