Fomos a uma balada Funk, Coisa de louco

Click to this video!

Pois e amigos vou relatar para você uma passagem que aconteceu agora no início do mês de Agosto, bem sou casado, maduro, minha esposa uma loira bonita gostosa, uma bunda saliente carnuda, volumosa, tipo mulher melancia, pois é sempre venho alimentando a ideia de irmos a um deste baile Funk, nunca fui, um amigo meu disse que o pessoal chega ate a transar de pé, as escondidas, pois é muita gente um colado no outro, e as vezes ninguém percebe coisa de louco mesmo.
Comentei com minha esposa e manifestei minha vontade de irmos um dia, ela retrucou que sai muita briga, confusão, e me disse se a gente estiver lá e um cara ficar me bolinando você vai arrumar confusão, eu respondi quero ir para conhecer não vou arrumar nada, vou deixar rolar, ela perguntou vai mesmo, eu respondi que sim, ela então voltou a perguntar então posso fazer o que eu quiser, não posso reclamar de nada, justamente para não rolar confusão, sim vamos para curtir se divertir.
E resolvemos ir, como numa cidade vizinha a nossa uns 50 Km, tem uma dizem ser muito boa, fomos, minha esposa se produziu toda, parecia mesmo uma piriguete, maquiada, uma saia tipo mine saia, uma meia preta, que eu pensei ser uma meia calça mais não era, era só meia, salto alto, nossa estava uma delicia mesmo, paramos no meio do caminho e tomamos umas batidas para descontrair um pouco dar mais coragem e lá fomos nos.
Chegamos no clube já estava bem lotado, muito apertado mesmo, fomos entrando pedindo licença e entrando, até que achamos um lugar apertadinho também mais bem discreto perto de umas cortinas, quando paramos notei a presença de uns caras que estavam atrás de nos, nossa era um pula pula, esfrega, esfrega, dançando um enconchando o outro, coisa de maluco mesmo, tive a educação de perguntar aos caras se nos iriamos atrapalhar ficando ali, um deles um negro disse que não pode ficar a vontade, ele olhou para a bunda dela, e dançando foi se ajeitando ate ficar ficar bem atrás dela, aquelas musicas que as meninas dançam rebolando a bunda e empurrando a bunda para trás, minha esposa dançando, e pulava, eu ate notei que o negrão segurava ela pela cintura, perguntei a ela esta tudo bem amor, ela disse esta, o cara ai atrás esta me bolinando, você disse que era para deixar rolar, e ficamos ali brincando, de vez em quando eu dava uma olhadinha para ver o que o cara estava fazendo , numa destas olhada consegui ver o cara com a caçeta de fora, nossa um pauzão, minha esposa rebolava, aquilo me deu um tesão enorme, nesta hora eu coloquei a mão e acabei encostando a mão na rola dele, ele notou que eu não me incomodei e que ela também não estava oferecendo resistência ele continuou, eu então sem falar nada para minha esposa, peguei uma camisinha e dei para o negrão, notei quando ele colocou nossa ele foi devagarinho levantou a saia dela e foi procurando a boceta dela, como a rola dele parecia grande, e ela ajudando ele introduziu a rola na boceta dela, nossa ela cantava mais ao mesmo tempo gemia, e rebolava o negrão segurava ela pela cintura e empurrava tudo, que loucura, ate que gozou, com muito cuidado tirou a rola de dentro, se arrumou e saiu, eu pensei que ele iria embora que nada o safado trocou de lugar com um outro que estava junto com ele, que por sinal não perdia nada de rola não era também grande, e ele se chegou, foi brincando apertand o ela, e não demorou muito já estava com a rola de fora, eu para proteção e claro tratei logo de dar uma camisinha, ele colocou e começou a brincar, ela foi se acertando ate que ela deu um gritinho, e disse caralho não empurra, vai devagar, o pessoal todo olhou, mas discretamente o cara ficou encostado nela, e foi tentando, ate que conseguiu ficou brincando ela gemendo e cantando, uma loucura, ficou assim um bom tempo ate que ele gozou também, com jeitinho foi se arrumando, ela então pediu para sairmos um pouco, e fomos lá para fora beber alguma coisa, lá fora ela me confessou que estava sem calcinha, e que já havia gozado umas quatro vezes, estava com as pernas bambas, e ainda disse que o ultimo cara havia metido a rola na bunda dela, nossa fiquei louco estava com as bolas doendo de tanto tesão, levei ela para trás de uns carros e acabei metendo nela ali mesmo, nunca gozei tanto, na euforia não percebi que o negrão que havia metido nela esta observado, ele chegou per to e disse nossa vocês são legais, você e muito gostosa disse a ela, e abraçou ela, ela correspondeu, ele a colocou virada no capo do carro colocou uma camisinha e começou a meter nela, nossa que delicia eu agora estava vendo real ele fodeu ela para caralho, acabou metendo aquela rolona no cu dela, nossa ela gemia muito, ele gozou, se arrumamos e fomos beber mais umas, só que não entramos mais no baile não, acabamos indo para o carro, para irmos embora, paramos numa barzinho isso já era uma duas horas da manha, bebemos algumas cervejas, ela foi ate o banheiro se lavou, se perfumou voltou nova, eu ainda tirei o sarro dizendo esta pronta para outra, a safada me respondeu olha que estou mesmo, queria mais foi gostoso, apesar do desconforto, e ficamos bebendo, notei que um negrão bonitão não tirava os olhos da nossa mesa, eu então brinquei com ela, hoje você esta despertando tesão nos negro, tem um ali que não tira os olhos daqui, ela riu mais passou a se insinuar abrin do as pernas, eu disse eu vou ate o banheiro para ver o que vai rolar, só que não vai sair daqui sozinha, ela respondeu tu e louco, não deu outra o cara encostou conversou ela então convidou ela para sentar na mesa, quando eu cheguei ela me apresentou, e conversa vai conversa vem ele topou irmos a um motel os três, quando chegamos no motel que o cara tirou a roupa não acreditei, nossa nunca havia visto uma rola daquele tamanho ao vivo, o cara tem uma rola de 23 cm por 10 cm, nossa grande e grossa, ela ficou com medo, mais o cara foi muito gentil delicado, mais arrombou a boceta dela, nossa e como fodia o o negro, tirava tudo e colocava tudo ate o saco, uma visão inesquecível, coisa de louco mesmo, gozou muito o cara e acabei chupando a boceta dela toda arrombada, que delicia, isso já era quasse 4 da manha, na bunda ela não deixou é muito grossa, mais marcamos de se encontrar novamente e quem sabe ela vai tentar, esta historia eu conto quando acontecer.