Mamãe e Filhinha


Click to Download this video!

Ola! Me chamo Mell hoje tenho 35 anos de e tudo que passo a relatar aqui tenham certeza é verídico, pedagoga, bom não há necessidade dizer que sou uma mulher normal como outra qualquer, não sou aquele tipo que são descritas aqui como se fosse a reencarnação de uma divindade grega, sou brasileiríssima, seios pequenos, bumbum redondo, pernas torneadas e gosto de um bom sexo, não importando se convencional, (hetero) como costumam conceituar os piegas, os pregos ou “puritanos”, mas também adoro uma boa safadeza com uma ou mais pessoas do mesmo sexo (homo), o que vou relatar aqui é um pouco da tamanha liberdade que tenho desde muito menina, mamãe uma mulher linda cabelos e olhos castanhos, papai um sujeito tranqüilo caucasiano, com uma visão de mundo muito diferente de muitos cidadãos que se apresentam como sendo liberais, tudo teve inicio quando papai teve que fazer uma viagem um tanto quanto mais longa isso a um bom tempo, ou seja, eu tinha na época exatamente 19 anos de idade, Mauricio meu irmão tinha 21 anos, como aqui em casa é muito natural estamos sempre desfilando nus, ou semi-nus, nunca nos preocupamos em enrolar a toalha para ir ou vir do banho, quando chega a noite se temos um filme, assistimos do melhor jeito Adão e Eva e é tão natural que não nos importamos mesmo, bom mas vamos ao relato nessa viagem que papai teve que fazer ficamos nós três em casa, em uma manhã ao passar pelo quarto de mamãe notei que ela estava parada diante do espelho olhando o seu corpo nu, com grande curiosidade retornei para ver o que ela fazia ali parada, então olhei de forma detalhada, minha mãe era mesmo uma mulher muito bonita, entrei em seu quarto e a elogiei ela com naturalidade disse que eu também era bonita veio e me abraçou, senti então um toque diferente em meu corpo algo como se me tivesse ligado a um fio condutor de eletricidade leve, continuei abraçada a mamãe, nossos peitos pressionava um contra o outro e nossas respirações fazia com que nossas barrigas encontrassem-se, nos afastamos e entreolhamos sem entender muito o que estava acontecendo, sem dizer uma única palavra voltamos a nos abraçar e dessa vez já sabíamos o que fazer sem nunca ter imaginado que podíamos chegar a ser lésbicas, trocamos um longo e molhado beijo de língua caímos na cama ao lado e sem um planejamento nos lambíamos, nos chupávamos, esquecemos que éramos mãe e filha, lembro que mamãe tinha feito depilação a pouco sua xaninha ainda estava bem vermelha, eu como sempre tenho só uma pequeno chumaço de pentelhos na testinha da xoxota, e assim mesmo sempre muito bem aparado, nós duas entrelaçadas num 69 gostoso, depois passamos para uma deliciosa tesourinha, nossa como era gostoso sentir o calor do grelo de mamãe roçando contra o meu, era um delírio total, voltamos a nos chupara depois de gozarmos uma com a xana roçando na outra então em nosso 69, mamãe enfia a língua no meu cuzinho e subia rumo a minha xana me fazendo ir a loucura então eu a retribuía, como era gostoso, ficamos nos comendo por um longo período, acabamos nos completando e nossa amizade aumentou muito. O restante de nossa família, ou seja, papai e meu irmão hoje sabem e fazem parte das nossas orgias familiares que relatarei em uma outra oportunidade.

deixe seus contatos farei um grupo no whatsaap de sacanagens