Gozando com vários no coletivo


Click to this video!

Olá pessoal, depois que minha esposa se soltou a cinco anos atrás com meus dois colegas de futebol, ela sempre me impressiona pelo fogo que tem, quando tem algum macho a lhe foder, ou mesmo quando ela se exibe provocando-os.
Fomos fazer uma das coisas que gostamos, que é andar em coletivos lotados, para que os machos a encoxem no corredor, na maioria das vezes ela volta com alguma mancha da esporrada de um deles em sua roupa, mas dessa vez queríamos algo diferente. Após andar em vários coletivos, consegui identificar um desse para os nossos propósitos, tinha que ser além de lotado de longo percurso e que a uma certa altura houvesse uma grande rotação de passageiros, demorou mas encontrei esse coletivo.
O horário escolhido foi o último, quando nesse coletivo 100% dos passageiros são homens vindo do traalho, minha esposa se já estava num fogo só para ser encoxada e bolinada por vários desconhecidos, e quem sabe um mais ousado, resolvesse comê-la dentro do coletivo mesmo.
Minha esposa se preparou para essa noite, colocou um vestido curto de alcinha, sem sutiã, e na parte de trás, tipo envelope, ou seja, um lado sobrepondo ao outro, de sandália salto alto (para facilitar né?) a xaninha totalmente depiladinha e sem calcinha, quando saímos de casa, quase que eu mesmo fazia o serviço nela, de tão gostosa e sensual ficou.
Embarcamos no ponto que havíamos escolhido, por neste local o coletivo estar feito uma lata de sardinha de tão cheio, quando entramos, com muita dificuldade, para mim, mas para ela não, quem em poucos minutos se enfiou na frente de um dos passageiros, que logico, que adorou ter aquela fêmea se encostando nele. E ela escolheu certo, pois em pouquíssimo tempo, o cara já estava encoxando minha esposa, pude perceber pelo modo como ele se movimentava e ela o incentivava, empinando sua bunda e forçando no pênis dele. Depois de alguns segundos, com muito jeito, o cara consegue levar a mão por debaixo do vestidinho, dá uma bolinada na xaninha dela e percebe que ela está sem calcinha, meio que incrédulo, ele cochicha alguma coisa no ouvido da minha esposa e ela apenas balança a cabeça confirmando, neste momento, percebo que o cara vai meter a rola nela ali mesmo, pois, minha esposa discretamente abri um pouco as pernas, e o cara então leva sua mão a frente da calça, abri o zíper, e aos poucos vai introduzindo a vara nela, alí no meio do ônibus, de modo que a peãozada não percebia, eu percebia pois, já acompanhava desde o primeiro momento, então no balanço do ônibus os dois ficaram transando uns dez minutos, minha safada estava gozando, pois a toda hora ela fechava os olhos, e quando sentiu que o cara gozava nela, encostou sua cabeça no ombro dele, num gesto lindo de carinho, depois me olhou despistadamente com aquela carinha de fêmea safada que tem, e está adorando. O cara aos poucos se recompôs e depois deu o sinal para descer e saiu detrás dela, descendo em seu ponto. Achei que a coisa ia ficar só nessa, mas, assim como eu tinha observado tudo, um mulato enorme, logo se posicionou atrás dela, e rapidinho meio que afoito, mas tentando ser sutil, começou a fazer a mesma coisa, dai a pouco ele já estava com o cacete na xaninha melada dela, rapidinho gozou também, e assim, mais uns quatro ou cinco foram fazendo enchendo ela de porra, em pé. Quando chegou nosso ponto, descemos rapidamente, pois o coletivo já estava se esvaziando, ai a coisa poderia sair do controle, quando o coletivo arrancou, ainda escutei alguém gritando assim, “corno manso, traz ela de novo”. Quando entramos no nosso carro, que mais cedo eu havia deixado estacionado lá, pude ver a xaninha dela toda vermelha e com porra escorrendo, simplesmente deitei o banco do carona, bati minha boca na xana melada dela e a deixei totalmente limpa, fazendo a minha esposa safada gozar mais uma vez, ela disse que perdeu a conta de quantos orgasmos teve em pé dentro do coletivo, é por isso que eu amo minha esposa safada cada dia mais. Abraços do marido da Esposa safada.