Brincando de papai e mamãe com a irmã


Click to Download this video!

Olá sou M. de Belém-Pará, depois que escrever minhas aventuras com o mesmo sexo, hoje decidi contar minha aventura com o sexo oposto. Que aventura! Logo com a minha irmã! Vamos aos fatos!
Minha mãe mora em uma cidade no interior do estado e sempre eu ia passar férias escolares com ela e minha irmã. Na época, isso em 2001, eu tinha 13 anos e minha irmã 11 anos. Ficávamos sozinhos em casa o dia todo, já que minha mãe trabalha o dia inteiro. Sempre acordávamos tarde, dormíamos no mesmo quarto. Então uma noite tudo começou.
De madrugada ouvimos uns barulhos estranhos, percebemos que vinha do quarto da minha mãe. Ela estava transando com meu padrasto. Então ficamos espiando pela fresta da porta. Depois q eles pararam, corremos pro quarto e deitamos juntos. Então falei pra ela que queria tocar nos seus peitinhos, que estavam crescendo, mas já tinham um tamanho bom pra colocar na boca. Meu pau ficou duro na hora, ela pediu pra segurar nele e prontamente deixei. Ficamos um tempo nos alisando, ouvimos um barulho e a luz da cozinha acendeu, sai da cama da minha irmã e fui pra rede onde eu dormia.
No dia seguinte, minha mãe e meu padrasto saíram pra trabalhar. Ficamos sozinhos como de costume. Era nossa chance! Aproveitamos e fomos pro quarto da minha mãe. Passamos o dia no quarto, só paramos pra almoçar. Foram as melhores férias que tive. Ficamos nus, começamos a nos beijar freneticamente. Minha irmã tinha um corpo bonito. Bem cinturada, seios pequenos e firmes, bumbum médio e empinado.
Quando brincávamos, não rolava penetração. Era só mesmo esfregação, punheta e sexo oral. Começamos a nos beijar, fui logo tirando a roupa da minha irmã. Ela ficou só de calcinha, que calcinha linda! De algodão, branca, com flores e bichinhos. A calcinha era apertadinha e deixava sua bucetinha virgem com poucos pelos bem tufadinha. Fiquei pelado e me esfregava naquela calcinha. Estávamos entregues ao prazer e ao sexo. Eu chupava seus peitinhos enquanto ela batia uma punheta pra mim. Ela ficou nua e passei a chupar sua bucetinha, com poucos pelos, já bastante lubrificada. Que sensação gostosa! Ela me chupou um pouco, mas não gostou.
Então ela veio por cima de mim, ficou roçando sua buceta no meu pau. Ficamos muito tempo naquela esfregação. Anunciei que iria gozar e ela não parou, acelerou o ritmo, até que gozei, gozei muito. Ela continuava se esfregando até cansar. Tínhamos feito espuma com minha porra. Ela deitou sobre mim, nos beijamos e fomos tomar banho juntos. E assim passamos as férias escolares de final de ano. Minha irmã, meu primeiro gozo pra uma mulher. Hoje não rola mais nada, minha irmã mora em SP. Mas assim que conseguir realizar esse sonho, conto pra vocês.
Deixem skype para trocarmos experiências!