Com 13 anos, meu sogro me comeu


Click to this video!

Oi meu nome é Fernanda, tenho 23 anos, quando eu comecei a namorar tinha 13 anos, meu namorado tinha 14,foi ai que tive perdi a minha virgindade,meus pais nem sabiam que eu namorava com ele.
Sempre ia na casa dele, almoçar e jantar, pois a mãe e o pai gostavam muito de mim, eu parecia bem comportada, mais eu era bem safada. Uma fez quando fui chamar o meu namorado na casa dele, chamei e ninguém atendeu, ai como o portão estava meio aberto, fui entrando, entrei na casa, quando cheguei na sala ouvi uns gemidos vindos da cozinha, era o meu sogro comendo a empregada, ela era bem nova, meu sogro tinha 45 anos e ela uns 21,fiquei olhando com muita vontade de estar no lugar dela, sai da casa sem que eles notassem.
No dia seguinte fui na casa dele, outra vez, todos estavam em casa, eu ficava olhando para o meu sogro só lembrando do que tinha visto,uma hora que eu estava só na varanda, ele se aproximou de mim e desse ” te vi ontem me olhando comendo a empregada, gostou foi ? “, Eu gelei, fiquei bem nervosa, ele falou que estava com vontade de fazer comigo também, e que eu deveria saber o que era um pau grande e grosso, e que o filho dele ainda era muito novo, e tinha o pau pequeno, disse que o filho tinha contado se preocupando com o tamanho do pau, ai ele passou a mão por baixo do meu vestido apertando a minha bunda e bucetinha.
No dia seguinte quando eu estava chegando perto da casa de uma amiga, ele passou de carro, e me chamou para entrar, fiquei imaginando o que poderia acontecer se eu entrasse lá.
Quando eu entrei ele foi logo passando a mão nas minha pernas,e falando que ia me mostrar o que era homem de verdade, fomos para uma casa que ele tinha em uma cidade perto de onde morava, ele mandou eu me esconder me abaixando, quando entramos na casa fomos logo para o quarto dele, ele me jogou na cama e foi logo levantando o meu vestido, chupava os meus seio apertando minha bucetinha, eu estava adorando, depois ele tirou o pau e mandou eu chupar, quando eu vi aquele pau tão grosso,fiquei louca, engolia, lambia, chupava e ele me chamando de minha vadiazinha, minha putinha gostosa.
Ele falou que queria comer primeiro o meu cuzinho e sabia que eu nunca tinha dado, pois o filho tinha contado, que não conseguia enfiar por sem bem apertado, ele falava que ia enfiar de qualquer forma, que a pica dele ia entear, nem que fosse a força, aquilo me deixou louca, virei de costas e ele começou beijando minha bunda e abrindo o buraquinho com o dedo, depois foi colocando aquele pau grosso no meu cuzinho, eu gritei e pedi pra ir devagar, parece que foi pior ele segurou meus cabelos e o pau dele forçando a entrada com muita força, até que entrou tudo, eu dei outro grito, ele fazia movimento com força falando que eu teria que aguentar,ficamos alguns minutos até ele gozar dentro do meu cu, depois me obrigou a lamber a pica dele toda,. Ele se levantou e disse que iria comer minha buceta mais tarde, e fomos fazer alguma coisa pra comer.
Depois voltamos para o quarto, e ele mandou seu sentar no colo dele sem calcinha ele estava com um cueca, comecei a sentir o par ficar duro outra vez,ai ele me deitou na cama e abriu as minha pernas e falou que a minha bucetinha ia saber o que era pau de verdade e não a pica pequena do filho, e foi enfiando com muita força me chamando de vadia, puta, cadela gostosa, e que adorava comer uma menina da minha idade, e que agora eu iria ser a vadia dele
Ficamos nos encontrando até quando eu tinha 17, mesmo já não estando mais namorando com o filho dele.Ate hoje lembro dele imaginado encontrar ele uma dia desses.