No banheiro com a cunhada


Click to this video!

Olá, não revelarei nomes por se tratar de um relato real. Tenho 35 anos, já namoro a 5 anos, praticamente casado pois moramos juntos a pelo menos 3 anos. Minha namorada tem 3 irmãs, 2 já casadas e a mais nova solteira, muito parecida com ela, porém minha namorada é loira e a irmã morena com um par de coxas que é um absurdo, até a voz é parecida e ainda tem 26 aninhos.
A história começa meio nojenta mais vcs vão entender.
Fui convidado para um chá de bebê de um casal de amigos numa chácara, num sábado a tarde. Como o casal é amigo da família, chamou todas as irmãs para irem. Como eu trabalho até mais tarde no sábado não tinha hora certa pra chegar , aquilo já me desanimou pois qdo eu chegasse certamente a festa já estava acabando, porém como teria cerveja e churrasco resolvi arriscar.
Combinei com minha namorada que iria até a casa dela e de la ia ligar pois não sabia onde era a chacara.
Como a chácara era próxima da casa, sai do trabalho direto e fui pensando em tomar um banho e logo em seguida ligaria. Entrei na casa e fui direto para o chuveiro. Tomando aquele banho gostoso, pensando nas meninas de biquini, dando a acariciada no meninao, qdo de repente bate na porta desesperada gritando que tava apertada. Achei que fosse minha namorada pela voz, sem problemas abri o box e a porta do banheiro, voltei para o chuveiro, qdo vi era minha cunhada entrando arrancando o short desesperada e sentou no vaso. De repente veio aquele cheiro, por isso eu falei que começou meio nojento e por não falar broxante. Ela tava com diarréia e não deu nem bola de eu estar ali. Fiquei sem reaçao, esperando até ela se manifestar e explicar a situação. Ela disse que deu a dor de barriga e como o banheiro da chácara era muito nojento ela pegou o carro da irmã e veio, só que não esperava que eu estava ali, e como só tinha um banheiro ou fazia no chão ou banheiro pois não aguentava mais. Nisso ela levantou e se limpou de lado para mim. E falou que ia se banhar, nisso meu pau já dava reação de vida de novo, e ela achou ruim pq que tava ficando duro e eu falei que era homem e que não tinha jeito. Ela pediu para eu sair falei que ela ia ter que esperar, comecei a ensabiar o pau de proposito deixando duríssimo praticamente uma punheta, ela fingia que não via, porém não saiu do banheiro, sinal que ela estava gostando.
Até então não tinha visto nada pois qdo ela entrou eu estava de costa e depois ela ficou só de lado. Até que ela virou de frente acabou de tirar a blusa, a calcinha e me pergunto aonde estava a touca pra não molhar o cabelo, e eu pude ver o bigodinho e a bucetinha depilada com marca de biquini aquilo me deixou louco.
Falei que a touca estava no armário, ela pegou e já veio abrindo a porta do box e tentando me colocar pra fora e é lógico que eu já aproveitei e dei aquela passada de saco nela mais resolvi facilitar e sair. Fiquei de frente vendo ela lavar a Bundinha e a buceta e pensei comigo quem fez a merda foi ela, que se foda vo partir pra cima. Comecei a me masturbar e fui abrindo o box ela tentou me empurrar, mas não teve força. Entrei segurando os braços dela pra trás, encostando o meu pau na sua barriga, ela tentou sair mas percebi que não fazia força e ela numa última tentativa falou para eu parar que ela não era de ferro. Aquilo foi um vai continua. Comecei a beijar seus peitinhos sua boca e desci até na sua bucetinha. Primeiro dei aquela passada de dedo no grelho e dei uma leve penetrada e percebi que ela já tava excitadissima pós fez aquele estilingue de gosma da buceta, ali eu já tava explodindo de tesao e ela se derretendo.
Eu tentei chupa a buceta dela mas fui interrompido com um pedido de meter logo pois ela já tinha demorado muito
Ela de pé e dei uma agachadinha pincelei a cabeça do meu pau na bucetinha e meti devagar bombando de leve e fui aumentando o ritmo. Ela já se contorcia e me apertava contra ela, uns 5 minutos ela deu umas bufada forte gozando no meu pau e melando bastante, confesso que nenhuma que eu já comi tinha gozado dakele jeito.
Eu não tinha gozado e já fui seco querendo comer seu cuzinho porém ela falo que não dava o cu pra ngm ainda mais pra mim que tinha o pau grande. Ela queria que eu goza se logo mais minha intenção era comer ela direito. Então perguntei se era aquela única vez ou se teria mais. Pois se fosse eu a levaria pra cama pra fazer o negócio direito e para minha surpresa ela respondeu que se eu fizesse ela gozar de novo daquele jeito, ela ia querer sempre. Imediatamente virei a contra a parede, ela levantou os pés e abriu a bunda com a mão, tentei dar uma pincelada no cuzinho mas ela ameaçou parar. Meti na buceta e bombei sem dó, logo ela gozou de novo e eu nada, como tava sem camisinha ela ficou receosa e eu tambem, queria encher o tanque mais a razão falou mais alto. Ela me virou de costas pra ela e me punhetou até eu gozar num esguicho tão forte que grudou no vidro do box. Minhas pernas bambearam, ela ainda continuou até amolecer de vez. Lavou a bucetinha de novo, lavou o meu pau. E nos dois saímos do banheiro nos trocamos. Ela ligou para a irmã e falo que eu tinha chegado e que iria me levar. No caminho me falou que fazia tempo que não gozava assim e que não sabia se era por estar bastante tempo sem sexo ou era o meu pau mesmo, eu pra não ficar me achando falei que era os dois e que o único jeito era tirar a contra prova. Ela deu risada e disse que iria esperar a melhor hora para acontecer de novo.