Troca de casais na praia

Click to this video!

Tenho um concunhado que todos dizem ser viril. Segundo as pessoas que já viu, ele é bem-dotado e além da minha cunhada muitas outras mulheres dizem adorar gemer na sua pica. Eu e minha mulher temos um relacionamento aberto temos um acordo de que quando houvesse interesse por outra pessoa um avisaria o outro, portanto, fiquei a espera que ela me falasse algo a respeito do cunhando pirocudo pois quando minha esposa estava em algum local apertado percebia que ele procura passar por trás, só para lhe dar uma enconchada, mas ela nada percebia. Certa vez, nós quatro, tivemos oportunidade de irmos à praia, só que houve um imprevisto e eu só pude ir dois dias depois e minha esposa foi junto com a irmã e o marido. Quando cheguei, estando sozinho com minha esposa, ela me falou que flagrou o safadinho a sondando trocar de roupa e que algumas calcinhas haviam sumido do cesto de roupa sujas e isso lhe me deu um tesão danado, e ela passou a se insinuar para ele o que o deixou doido a ponto dele lhe dar uma enconchada quando a irmã não estava por perto. Ela me falou que ia adorar sair com ele desde que eu deixasse o que lhe disse que sim. Como eu sabia que a irma dela, minha cunhada já havia comentado e até insinuando que queria ter algo comigo, nós combinamos que iríamos criar uma situação para que ela ficasse a sós com ele e eu com a irmã dela. Naquela noite não fizemos sexo pois minha mulher queria era sentir a pica do cunhado na sua bocetinha e gozar como uma cadela no cio fosse onde fosse. No dia seguinte, bem de madrugada, antes do nascer do sol, meu cunhado nos convidou a ir à praia, mas a mulher negou dizendo estar indisposta e preferiria ficar dormindo pois precisava repousar e com a mesma desculpa falei a mesma coisa e aí minha mulher olhou para ele e lhe falou que só havia restado eles dois e se propôs a lhe fazer companhia. Assim que eles saíram, demos um tempo para disfarçar e então minha cunhada me falou: “-o que estamos esperando, vamos fazer o que estamos com vontade” e veio em minha direção pegando no meu cacete e alisando-o e começamos a nos amassar ali mesmo na sala e não demorou para ficarmos nus e nos deitar no tapete onde passei a lhe beijar seu corpo e em seguida meter a boca na sua buceta suculenta na posição de 69 tendo-a me chupando também. Depois ficamos na posição papai-mamãe e colocando suas pernas no meu ombro mandei ver pica naquela boceta carnuda, e assim chegamos ao nosso primeiro orgasmo junto. Como minha pica ainda estava dura, minha cunhada me pediu: -“ vem meu macho safado, vem comer o meu cuzinho pois adoro levar pica nele mais o João tem a pica muito grossa, e percebi que a sua é grande mais é mais fina do que a dele”. Colocando-a de quatro e dando uma chupadinha no seu cuzinho deixando-o com bastante cuspe me ajoelhei atrás dela e comecei a lhe penetrar forçando sua bundinha contra meu cacete até o saco e ai começou a rebolar e dizer: “- aiiiii, que delicia, mete na sua cunhadinha, mete, come o meu cuzinho com gosto meu cunhado safado, aiiiiii cachorro filha da puta, vaiiiiiiiii atola esse cacete no meu rabo…..uuuuuiiiiiii” e assim acabamos dando a nossa segunda gozada e com isto fomos tomar um banho. No banheiro ela ainda me chupou gostoso bebendo todo o meu leitinho como uma vadia profissional e nos recompomos para esperar os dois chegar, mas sempre dando uns amassos, uns beijos, uma mamada nos seus seios, etc… Depois de duas horas os dois chegaram sorridentes e nos dizendo que não sabíamos o que perdemos ficando em casa dormindo, pois apreciaram o nascer do sol, o que era a coisa mais linda. Esta foi deixa para mim no caso, saber que eles tinham feito sexo em plena praia. Minha mulher foi tomar banho enquanto nós conversávamos e em seguida João foi tomar o seu banho para depois saímos dar uma volta e tomar banho de sol com elas.
Assim que minha mulher foi para o quarto se trocar fui atrás dela para saber o que de fato aconteceu e ela me mostrando sua bocetinha toda vermelha de tanto que levou pica passou a me contar os detalhes dizendo que gozou vendo o sol nasce no horizonte atrás de uma pedra que tem no mirante. Então pedi para ela me deixar dar uma chupadinha e se deitando na cama de pernas escancaradas para fora me deixou que a chupasse e sentisse o gosto da porra do João ainda em sua boceta o que fiz com gosto sabendo o quanto minha vadiazinha também gostou da experiência. Depois me disse que o João queria fazer uma troca sem que a esposa soubesse, ou seja, só nos três, nós dois iria fazer de conta que iriamos ao banheiro e assim trocaríamos de quarto na surdina. Topei na hora e para minha cunhada não ficar brava com a situação tive a mesma conversa com ela o que aceitou numa boa e assim fizemos. Só o único que pensava que ela não sabia da troca era o João, mais tudo correu na maior normalidade e que noite gostosa que foi pois adorei come-la na sua cama de casal sabendo que o marido estaria no outro quarto metendo ferro minha putinha, pois até dava para ouvir seus gemidos, e assim passamos a melhor das nossas férias fazendo o que mais gostamos: sexo.