Como Comer Minha Tia

Click to this video!

Olá, me senti à vontade para postar minha história aqui nesse site, então vou tentar explicar da melhor forma possível afim de receber ajuda de alguns de vocês, principalmente de quem se identificar com minha situação.
Sou moreno, alto 1,85 peso 75kg cabelos negros e dizem que sou bem dotado, 17,9cm… Sem mais delongas vamos a oque interessa.
Quando eu era menor minha tia veio morar na minha casa, ela era de São Paulo, separou do marido e veio para o meu estado morar conosco enquanto arrumava sua vida por aqui… Nunca tive contato com ela então não a tinha
como minhas outras tias, não a via com respeito e sim como uma mulher deliciosa. Ela tinha uns 29 ou 30 anos enquanto eu tinha uns 15… 16… Naquela época eu me aproveitava de cada situação para poder tocá-la… Ela sempre me beijava e me dava elogios, sempre safadinha, gostava de me ver tomando banho e falar do tamanho do meu pau, inicialmente isso me deixava constrangido pois quando eu ia para o quintal tomar banho ela aparecia e ficava fazendo comentários com minha mãe… Mas depois de um tempo fui me tornando mais malicioso, quando estávamos a sós em casa eu corria para ir tomar banho só pra ela poder ir me ver, dai quando eu percebia que ela estava vindo começava a bater uma punheta para ela me flagra, foram várias vezes que isso aconteceu… Ao me ver batendo punheta ela dizia que meu pau tava cada vez maior e assim que ela saia ia correndo para o outro banheiro, eu deixava o chuveiro aberto e ia atrás, da porta do meu quarto dava pra ver o interior do banheiro e eu a via se masturbando… Isso me deixava louco mas não tinha coragem de entrar e fazer oque mais desejava que era chupar aquela buceta peluda e gozar na boca dela, então só observava… Quando ela acabava eu voltava correndo pro chuveiro e continuava a bater minha punheta até gozar. Dessa forma passavam-se os dias, eu sempre com mais tesão, pegando suas calcinhas no cesto de roupas sujas e cheirando, via marcas brancas de gozo e ficava louco, gozava tbm nas calcinhas dela imaginando nós dois gozando juntos… Enfim, criei uma paixão e um tesão enorme pela minha tia e sempre entendi que ela também alimentou esses sentimentos por mim. Sempre que ela me abraçava pegava no meu pau e eu ficava doido, até uma vez que eu a abracei e enfiei a mão dentro de sua calcinha e passei o dedo no cuzinho dela, ela gemeu baixinho mas minha mãe estava em casa e logo tratei de tirar a mão de dentro… Nem preciso dizer que fiquei louco não é? Então… Depois disso algum tempo depois eu sai da casa dos meus pais e fui morar em outra cidade por conta dos estudos, acabamos nos afastando, ela fez a casa dela e foi morar com a filha… Só nos víamos brevemente nos finais de semana e não tínhamos mais intimidade, alguns anos se passaram, hoje tenho 23 anos mas a única coisa que não passou foi minha vontade de comer aquela buceta maravilhosa.
Ela virou crente fervorosa, sabe? Daquelas chatas que só vivem falando de Deus e da salvação, coisas toscas como não assistir televisão e programas que não falem de Deus… Muito chato isso, então nunca mais toquei nela até semana passada…
Nos encontramos em casa e ela me abraçou como de costume, eu bati na bunda dela como fazia e ela reclamou “na minha bunda não” só que eu continuei e até apalpei a bunda dela, ela só me repreendeu uma vez verbalmente e como eu continuei ela não falou nada… Então fiz questão de continuar acariciando-a, mesmo na frente da minha mãe e irmã. Já não sei mais oque faço, vivo lendo contos eróticos de incesto, vendo vídeos amadores de sobrinhos comendo a tia e sempre penso nela, já perdi as contas de quantas punhetas bati por ela mesmo sendo casado hoje em dia.
Por favor, se você é tia e já esteve do outro lado dessa história me ajude, oque acham que devo fazer? Como posso fazer pra conseguir comer aquela buceta maravilhosa e aquele cuzinho apertado… Por falar nisso, ela aparentemente nunca mais se relacionou com ninguém até mesmo por conta da igreja, imagino como deve estar aquela xoxota deliciosa toda apertadinha, vai ser como tirar o cabaço dela novamente, estou louco a pensar nisso, todos os dias o dia inteiro… Mas não posso chegar “do nada” e investir dizendo que quero come-la… Me ajudem tias de todo o Brasil. Estou criando um e-mail só pra isso, se puderem enviem seus comentários para e poderemos conversar de forma anônima.

Obrigado.