Meu sogro pervertido (Parte 1)


Click to Download this video!

O que passo a relatar agora é algo inadmissível para minha mente, minha moral e minha conduta, mas em contrapartida, é algo do qual não tive as opções desejadas!
Meu nome é Barbara, loira, 1,67 de altura, bunda construída na academia, peitos de médios para grande, olhos verdes e um sonho, me realizar profissionalmente, ter uma boa casa, um bom casamento enfim, uma boa vida.
Conheci meu atual marido no primeiro ano de faculdade, quando eu tinha 19 anos, hoje com 22 estamos em nosso segundo ano de casado, às vezes penso que foi tudo muito rápido e sem planejamento, mas o que fazer se eu o amo?
O meu sogro se chama Donizete, mas é conhecido por todos como Doni apenas, e é assim que irei me dirigir a ele aqui. Seu Doni tem uma serralheria de médio porte, presta serviços residenciais apenas, mas fazem o bastante para terem uma casa bacana, com móveis novos, piscinas e é claro, pra bancar os estudos e os luxos que tinham meu marido, já que hoje depois de casados, tudo mudou.
Embora seja bem casado, ele nunca disfarçou seus olhares para meu corpo, principalmente para minha bunda, sempre dando um jeito de se esbarrar em mim, com a costa da mão na minha bunda, resvalar os ombros ou cotovelo em meus seios… Eu sempre liguei é claro, mas me sentia perdida diante disso, nunca soube como me comportar, talvez tenha sido esse o meu erro que deu confiança a ele que não só continuou com esse joguinho como foi aprimorando-o dia após dia!
Há exato um ano atrás, fomos a uma festa de entrega de méritos aos melhores da cidade, coisas típicas de cidade pequena, elege um comércio, você paga uma taxa e recebe uma honraria que indica tua empresa como a melhor da categoria… Estava um pouco frio aquele dia, por isso fui com uma legguin preta e uma blusa de manga e bota, confesso que fiquei um espetáculo naquela roupa, coloquei uma calcinha fio para não marcar e saímos. O problema foi que atrasamos, chegamos por ultimo e isso literalmente não deveria ter acontecido…
Tinham reservado três mesas para a família de meu marido, juntaram todas e havia sobrado apenas uma cadeira vaga que estava justamente ao lado do meu sogro, era a ultima da direita, eu senti certo nervosismo por isso, não queria sentar ali, mesmo acreditando que ele não seria louco a ponto de fazer qualquer gracinha comigo, ledo engano… Meu marido como bom cavalheiro que é, insistiu pra que eu me sentasse enquanto esperava uma cadeira chegar pra ele, já meu sogro, nem disfarçou o sorriso de safado!
A cerimônia transcorreu normal, os nomeados eram chamados, prestigiados e assim por diante, meu sogro tinha sido o primeiro, sendo assim não sairia dali por nada. Em dado momento eu estava comendo e senti sua mão alisar minhas pernas, eu não consegui fazer nada, estava com as duas mãos ocupadas e o medo do meu marido ver… Aquilo se dúvidas destruiria sua família e eu não queria que isso acontecesse, me sentiria culpada!

Com todos aqueles efeitos de luzes, eu na ultima cadeira, somente ele do meu lado, eu fico a pensar que se ele tivesse programado aquela ocasião, não teria saído com tanta perfeição… Suas mãos já forçavam minhas pernas a abrirem, não sei se pelo instinto ou receio, acabei cedendo, abri um pouco até porque se eu não fizesse, acabaria deixando marcas e isso me complicaria… Sua mão direita passeava com louvor sobre minha coxa esquerda, indo do meu joelho até encontrar minha buceta, ele repetiu esse movimento inúmeras vezes… Acabei ficando molhada, foi inevitável!
Ele tinha controle sobre mim e percebeu isso. Sua mão agora pousa sobre minha barriga e seus dedos escorregam para dentro de minha calça, invadindo meu íntimo, minha honra… minha buceta. Em volta toda a família de meu marido, incluindo ele estavam entretidos com o evento, e eu na minha tentativa de fazer tudo parecer normal, ria junto, aplaudia junto, mas estava enlouquecendo a medida que ele agora introduzia seu dedo dentro de mim… Meu sogro, pai do meu marido e futuro avô de meus filhos… Porque meu Deus… Por quê?

Continua…
Nos próximos dias eu continuo com essa estória longa e triste da minha vida…
Se você gosta de vídeos de incesto não pode deixar de conferir aqui

–>>> />

Boas gozadas!