Corno – a caixa do supermercado


Click to this video!

sou separado a muitos anos, cuido da casa sozinho e detesto ir em supermercado grande, não se acha nada, as filas são enormes pra tudo, e perto de casa tem um mercadinho pequeno onde faço minhas compras, e como vou muitas vezez acabei fazendo amizade com todos lá, desde o gerente até o pacoteiro, e tem uma caixa que é uma maravilha, não é linda, mais esta longe de ser feia, com um corpo lindo, sempre que posso tento passar no caixa dela, enrolo um pouco ate ela ficar livre e passo com ela, sempre conversamos amenidades,de vez enquando sai umas besteirinhas tanto da minha parte quanto da dela, mais nada serio,pois sei me por no meu lugar , tenho 51 anos, sou gordinho e ela devia ter no maximo 25, depois eu descibri que tinha 22, sempre olhava os peitinhos dela, que deixava amostra quando ia puxando as compras, um dia eu estava passando as compras quando lembrei que estava sem camisinha em casa, como elas ficam em cima do caixa estiquei o braço e pequei um pacotinho, e dei na mão dela pra passar, ela olhou pra mim e disse, poxa amor, vai me trair assim na minha cara, cofesso que fiquei meio sem graça,mais pensando rapido eu falei,não amor é pra eu usar com vc essa noite, ela respirou fundo e disse, que bom , e onde vamos, ai eu disse, vamos fazer o seguinte, eu te espero no estacionamento do mercado e lá agente combina, ela concordou e quando eu ia saindo ela disse, amor,eu saio as 9,mais ate fechar tudo da umas 9 e meia, eu disse , tudo bem, isso eram umas 7 da noite, eu fui pra casa com essa conversa na cabeça, sera que ela ta me zoando ou era verdade, tomei banho fiz a barba, me arrumei todo e fui esperar, me preparando pra fazer papel de bobo, pensando que ela não iria, deu 9 e meia ela bateu no vidro do meu carro, meu coração disparou, era verdade mesmo, ela entro e eu fui logo dando um beijo nela, que boca gostosa, eu beijando e passandoa mão nos peitos dela, quando ela me disse, aqui não amor, vamos sair daqui,pisei fundo pra um motel, chegando lá ela fez um pedido, amor trabalhei ate agora, to suada,me da um banho, uuuuui, tirei a ropa toda dela , mamei aqueles peitos lindo peguei ela no colo e levei ate o box, esfreguei suas costa, fiz massagem , acariciei sua bundinha lavei sua boceta, quando ela se ajoelhou e começou a chupar meu pau, mordeu, chupou , lambeu, levei ela ate a cama e comecei a chupar ela todinha, tetas, cu, boceta, ela gemia maravilhosamente, fiz um 69, levantei sua pernas bem no alto e coloquei minha rola na sua boceta, fiquei bombando , entra e sai quando ela falou pra eu não gozar dentro que ela não tomava nada, quando ia gozar tirei e gozei na barriga dela, depois com a mão esfreguei a porra toda na barriga nos peitos, esperamos um tempo e começamos novamente, agora ela por cima, gemendo,rebolando, sentando e levantando, e eu apertando os peitos dela, xingando ela de puta de vadia de vagabunda, dando tapas na bundinha dela, tava afim de comer o cuzinho dela, mais ela disse que no maximo meu dedo entraria ali, ai eu fiquei colocando e tirando o dedo do cu dela, e ela piscando o cu pra mim, que delcia, depois conversamos muito sobre sexo, perguntei se ela tinha alguma fantasia, e ela disse que sim,mais tinha vergonha de falar, e que com o tempo ela me contava, ja saio com ela algum tempo, mais ate agora ela não me disse, quem sabe se um dia eu descobrir e conseguir fazer ela realizar eu volto aqui pra contar.