Minha namorada 6 (transformando ela na safada perfeita)


Click to this video!
Autor

Continuação
Depois de ter o satisfação de tirar o cabaço de monique eu fiquei extasiado ela por sua vez ficou deitada ainda suja de porra a deixei na cama e continuei a olhando fixamente tanto que quaze perdi a hora de leva la para a porta da escola para que ela fosse para casa e ninguem percebe se nada, acordei ela para se arrumar como nao deu tempo de tomar banho ela apenas vestiu a roupa se limpou e fui leva la no caminho ela dizia que sentia que estava arrombada e sentia desconfortável eu apenas sorri e disse que estava achando otimo ela me dizer aquilo ela me perguntou porque eu repondi que minha intensao era arregaçar a buceta dela.ela so fala que eu tinha conseguido. Ia deixar ela na rua da escola mas ela me pediu pra leva la ate em casa chegando la menti para a mae dela que fui pega la na escola e se podia sair com ela a tarde ela me olha assustada pois nao tinha combinado nada com ela. A mae dela disse que tudo bem se ela volta se antes do pai dela chegar do serviço.tudo certo ela entra pra fingir q ia almoçar e trocar de roupa espero um pouco e ela volta pro carro e me pergunta pra onde iriamos. Disse que voltariamos pra cama ela pergunta se para dormir um pouco , dou risada e falo que ate deixo ela dormir um pouco mas minha intenção mesmo era fuder mais a buceta dela. Ela com malicia me diz que a dela ja tava fudida. Ela me questiona sobre nao ter usado camisinha com ela. Explico que ia ser um desperdicio comer uma menina gostosa como ela com camisinha. No caminho paro com ela num shopping pra ela comer um lanche pois como toda garota da idade dela adora essas porcarias de lanche e batata frita. Enquanto ela ta na fila comprando o lanche sentei numa mesa pra esperar e ficava olhando ela sua beleza seu corpo dava tesao ver outros homens olhando para ela principalmente para a bunda dela e melhor era estar com ela abraçado e eles verem eu de proposito sempre dava um jeito de baixar a cintura da bermuda dela de modo que mostra se a borda da calcinha dela so pra verem a reação das pessoas. Ela voltou para a mesa para comer qd terminou fomos para minha casa. No caminho começamos a conversar sobre varias coisas ate que tocamos no assunto fantasias ela me perguntou oque eu mais queira fazer com ela.meu pau ficou duro na hora. Disse a ela que tinha tanta coisa que queria fazer ainda a maioria era coisas que tinha visto em filmes e visto na internet. E perguntei a ela qual era a dela. Meio sem jeito ela disse que a prima dela uma vez saiu com dois rapazes e deu de todas as formas possiveis por isso ela sempre teve vontade de saber como era sair com mais de um homem e tambem de conhecer um puteiro pois ela tinha um tio que sempre falava pra ela que ia no puteiro e que comia meninas como ela toda vez que ia la que era um desperdicio o pai dela ter uma filha em casa e nao ganhar. dinheiro com ela. ela tinha medo de ninguem acreditar nela ela nunca falou nada.falei pra ela que se ela quise se conhecer um zona eu a levaria tanto em casa de alto padrão quanto nas mais rale mas uma coisa eu nao faria era dividir ela com outro macho.ela me pergunta se eu tinha ciumes dela.nao respondi na verdade o tempo que estava com ela eu ja tinha me apegado muito a ela. Chegamos em casa ao entrar ela me pergunta oq fariamos eu disse que queria ela so de calcinha por enquanto fui no quarto e trouxe a coleira ela riu e perguntou se eu falava serio eu nen respondi ela pegou e colocou no pescoço. Meu tesao foi a mil com aquilo levei ela ate o computador e mostrei varios filmes na internet de sexo grupal passamos muito tempo vendo os filmes eu so alisava a buceta dela pergunto para ela se ela queria fuder de novo ela fala se pode ser outro dia porque ela ta assada dai começo a falar um monte de besteira pra ela chamo ela de puta vadia vagabunda que ela sabia que tava ali pra trepar. Ela so fala que hoje nao que outro dia ela dava dai pego e e pergunto se ela me daria o rabo ela nao responde beijo ela e acaricio seu corpo coloco a mao na bunda dela passo a mao nela toda afasto a calcinha dela e toco o anus dela ela estremece e contrai as nadegas mando ela separar as pernas porque eu queria brincar com o cu dela era pra ela relaxar. Começo bem devagar introduzindo o dedo bem paciente com o dedo no anus dela rodeio meu dedo na intenção de começar o alargamento levo ela pro sofa e a coloco de 4 com o rosto bem baixo e a bunda bem impinada vou ate o quarto e trago ums brinquedinhos trago um plug nao muito grosso de metal e um cordao de bolas.coloco o cordao de bolas na boca dela e falo pra ela deixar bem babado pego as maos dela e mando ela abrir bem a bunda e nao soltar o cuzinho dela fica bem exposto nao resito e passo a lingua nele e fico revesando entre o cu a bucetinha dela coloco um dedo e vou intrudizindo junto com pequenas guspidas entrou ate que facio tiro lentamente e coloco de novo ela respirava forte. Coloco meu polegar e começo a fazer movimentos circulares no cu dela ela solta pequenos gemidos para manter ela no controle tiro o cordao de bolas da boca dela e vou introduzindo uma a uma na buceta dela na terceira eu paro e volto a dar uma atenção especial ao cuzinho dela. Ela tava entrando no clima sabia que iria acontecer. Tiro meu polegar começo a colocar dedo por dedo ate ele sumir por completo sempre mantendo ele bem lubrificado de guspi ja entrava facil tava na hora de melhorar a brincadeira. Coloquei 2 dedos e senti a ela apertando e trancando o cuzinho na minha mao massageio a buceta dela para ela ficar exitada e esquecer que to forçando o anus dela Bem suave ela geme e sempre mantem as nadegas afastada aproveito e coloco mais uma bola do cordão na buceta dela agora sao 4,tiro os dedos e pego o plug nao era grosso mas era comprido mando ela chupar o plug para deixar ela babado ela entende que vou enfiar nela dai ela leva a mao na boca gospi e passa no anus enfio o plug no cu dela e vou forçando para ver ate onde ela aguenta vou empurando lentamente empuro e puxo varias veses ela começa a gemer tiro e fico olhando o cuzinho aos poucos se abrindo puxo o cordão da buceta dela ela gemi tiro o plug do rabo dela coloco uma camisinha pergunto a ela onde ela quer ser fodida ela nao responde …..coloco o plug na buceta dela e empuro ate ela se retrair toda e pergunto novamente onde ela queria ser fodida e nada ela nao respode ainda com o plug na buceta dela eu forço para baixo e para cima coloco a ponta do meu pau na entrada da buceta odela e forço a entrada do meu pau junto com o plug dai sim ela fica desesperada e começa a gritar para comer o cu dela. Com todo carrinho tiro o plug da buceta dela e coloco o cordao de bolas uma a uma dentro dela e dessa vez foi todas explico a ela que oque estava preste a fazer com ela nao era apenas sexo. Pra mim era mais que isso era mas que um fetiche ou uma fantasia Possui la para mim era uma obsessão. transar com uma puta ou outra mulher nao me daria a mesma sensação.eu queria a ver a transformação dela uma menina quem nem podia sair de casa em um safada ou numa garota de programa . Monique era a personificação do meu desejo. Falo pra ela soltar as nadegas e relaxar coloca a cabeça do meu pau no cuzinho dela e forço devagar sinto ela contrair tentando trancar o cuzinho mas continuo que delicia ela geme sai da posição ja tinha entrado a cabeça agora o resto ia continuo devagar pois não queria machucar ela, so fuder kkkk. A cada segundo mais ela aguenta firme a enrabada mas eu queria mesmo liberar a puta que ela tinha no corpo e em vez de penetrar eu tiro e começo de novo queria torturar ela faço isso varias vezes ate ela acostumar mas podia sentir a cabeça do meu pau invadindo o reto dela. Queria saber oque o pai dela ia achar de sua filha estar dando o cu. Na minha mente e so queria fazer com ela oque tinha visto em filmes porno.e num unico golpe cravo meu pau no cu dela ate o fim podia sentir a bunda dela colada em mim ela berra de dor de plazer tiro meu pau inteiro e soco de novo de uma vez. Pecebi que meu pau estava sujo de coco mas nem liguei eu so queria socar e ver ela gritando queria ver o cu dela emgolido meu pau. Continuei firme em estocadas diretas cravo uma ultimas vez e deixo dentro ela ura e pede pra parar um pouco , meu tesao estora vendo ela pedido pra parar. Deixo ela respirar um poco a mando ela morder a mao e ja aviso que nao era pra gemer que era pra aguentar que agora queria destruir suas pregas pego ela pelas ancas e começo a bombar no cu dela ela respirava de uma maneira que nao tinha como nao sentir tesão quanto mais eu socava mais queria meter eu tava eufórico maluco alucinado. Naquele momento tinha certeza que era ela que eu tanto procurava por um momento meu pau escapou do rabo dela dai tive a dimensão da brincadeira o cuzinho dela tava arrombado todo vermelho meu pau todo sujo de merda mas mesmo assim voltei a bombar nela. E ela la de quatro de coleira com o cu a minha disposição continuei a fuder ela. So pensava em fuder ela que era isso que eu queria que ela seria a melhor esposa que um homem pode ter ela ja era totalmente submissa ao pai entao seria facil adestrar ela para minha mente pervertida .quando senti que estava preste a gozar tirei a camisinha e mandei ela ficar de joelhos e colocar a lingua pra fora gozei na lingua da vadia . Ver a porra descendo da lingua pra dentro da boca foi maravilhoso alguns jatos pegaram no rosto dela pedi para nao engolir que antes queria ver a boca dela cheia de porra. Aquela carinha de anjo com olhos verdes com a boca derramando porra realmente tomou conta da minha mente acabei beijando ela com porra e tudo. A filha da puta me beijava de lingua senti o gosto da minha porra. Abri as pernas dela e tirei as bolas eu tava cansado mas ela tava acabada me olhou com carinho e perguntou se podia dormi um poco. Levei ela pro quarto e pus ela na cama.pus na minha cabeça que era esse tipo de menina que eu queria uma verdadeira biscate era disso que eu gostava. Era esa vagabunda que eu queria como esposa. Quanto mais nova melhor quanto mais cadela melhor e por muito tempo foi assim eu pegava ela levava pra minha casa comia gozava na boca dela e depois levava embora para casa dela. virou rotina eu gozar na boca dela ate mesmo quando tava de camisinha eu tirava e dava pra ela tomar depois de um tempo eu ja gosava na buceta dela mesmo e levava ela sem banho pra casa. Nem sei como ninguem percebia eu escravisei a buceta dela eu podia fazer oque eu queria que ela nao reclamava ela aprendeu a levar pica e nao gemer as vezes ela ficava com os olhos vermelhos querendo chorar mas nao dava um pio. literalmente estorei a buceta dela antes dela fazer 18 anos era pinto era plug a safada me pedia pra deixar ela arrombada se era aquilo que eu queria era pra mim fazer …………..