Fui amante do marido da minha cunhada por 10 anos


Click to this video!

Sempre gostei de ler contos pensando que eram verdades hoje sei que alguns são outros não. Esse que vou relatar e pura verdade. Desde os meus doze anos percebi que não sentia atração por mulher e sim por homens. e meu maior desejo era de ser abusado por um coroa, porém nunca realizei.
Com 14 anos comecei a namorar uma menina eu gostava de beijar abraçar e tudo mais não sentia tesão meu pau não ficava duro, certa noite fomos pra dentro dos matos, tirei minha roupa e a dela, começei a acariciar, pega nos peitos dela, na bucetinha quase sem pelos dela, mais meu pau não ficou duro tentei e tentei e nada soei e nada ai desisti e terminei o namoro.
Depois conheci outra menina de 17 anos eu ja tinha meus 19 anos e ainda continuava virgem do pau e do cu. Dois anos depois nos casamos, e estamos casado há 16 anos e temos 2 filhos. Sempre fazemos sexo ela goza comigo eu gozo com ela, mais sempre sentindo tesão por homens. Ater que depois de 4 anos de casados minha cunhada se casou também. Quando conheci o marido dela minhas pernas ficaram bambas, ele era lindo e tinha a cara de safado e desejei-o na mesma hora, porém não podia demonstrar, e desde o começo nos demos bem, ficamos amigos.
Com essa amizade começou as brincadeiras de lutas, de pegar na bunda um do outro e isso evoluiu pra dedadas, só que para mim era só brincadeiras, só que ele começou a acariciar minha bunda de uma forma diferente e eu gostava até fingia estar dormindo pra ele não parar e isso me deixa excitadíssimo.
Um dia estavamos todos na casa da minha sogra e como não tinha banheiro dentro de casa ainda tomavamos banho no escuro no quintal,esperei as mulheres tomarem banho primeiro depois fui eu quando de repente vejo ele vindo tomar banho enrolado na toalha quase morri de tesão pois eu iria ver seu pau e realizar meu desejo de saber como era o pau dele, quando ele tirou a toalha vi um pau grande e grosso apesar de ainda estar mole mais também disfarcei e continuei a tomar meu banho porém ficando de pau duro ai virei de costas pra ele não ver. De repente olho ele estava com o pau duraço batendo punheta e se insinuando pra mim, percebi que era a minha chance de experimentar um pau e realizar meu desejo secreto há tanto tempo guardado. Começei a Pegar no pau dele a bater punheta e a esfregar meu pau no dele, confesso pra todos que foi o tesão maior do mundo,minhas pernas tremeram e senti uns calafrios, nem com minha mulher nunca tinha sentido isso, mais ficamos com medo de nossas esposas aparecer e entrei pra dentro de casa.
No dia seguinte fomos novamente tomar banho juntos foi ai que ele começou a se masturbar novamente peguei no pau dele e comecei a bater uma bela punheta nele ai ele mandou eu chupar, fiquei com receio dele pensar que eu era gay mais mesmo assim chupei e engoli seu pauzão grande e grosão depois ele passou sabonete no seu pau e começou a meter no meu cuzinho virgem quase desmaiei de dor quando entrou só a cabeçona mais não podia gritar de dor tive que aguentar calado. Ele bobou, tira soca bombava até que disse que iria gozar e gozou tudo dentro do meu cu, eu nessa hora ja tinha gozado loucamente sem nem mesmo pegar no meu pau como nunca na vida havia gozado antes. ficamos tranzando sempre que tínhamos oportunidade, em casa, na casa dele, em casas em construção, em rios, em beiras de estradas, nos matos e em qualquer lugar e hora. hoje ele foi embora mais tenho a esperança de vê-lo novamente, e bato varias punhetas pensado em seu delicioso pauzão. Quero que os leitores comentem essa história.