Fui estuprada pelo chefe do meu marido, e amei !


Click to this video!

(( Esse caso ocorreu no mês 3/2016 ))
Tenho 21 anos, sou universitária de Direito, sou casada a 1 ano.
meu esposo, trabalha em uma empresa, bem sucedida.. temos um relacionamento saudável!!

Teve um evento, onde a empresa estaria completando 13 anos no mercado de trabalho.
Foi um evento grande, para os funcionários e alguns clientes fiel da empresa.
Não estava interessada em ir, pois estava cheia de trabalhos da faculdade, meu esposo implorou para que eu lhe acompanhasse, sem muitas alternativas, fui .. ao evento.

Eu estava trajando um vestido longo azul elegante.
meu esposo estava de jeans e social, não gostava de usar terno.

Chegando no evento, fui apresentada para todos os amigos dele, e tinha um homem me fitando distante, que meu esposo não havia me apresentado ainda.
Esse sujeito, me fitou por algumas horas, enquanto conversava e ria com os amigos do meu esposo.
Ele veio na direção do meu esposo e deu um aperto de bom, então meu esposo me apresentou para o sujeito que é o proprietário e chefe do meu marido.
Gustavo esse é o nome dele, Homem alto, com cabelo e barba grisalha, postura e seu timbre de voz que me excitou, mas não dei o braço a torcer, dei um aperto de mão, ignorei.. A banda contratada entrou ( Paralamas do Sucesso ) – adoro eles – tem excelente musicas, excelente letras, eu estava um pouco tonta, pois tinha bebido um pouco mais do que deveria rs..
falei para meu esposo que iria ao toilet e depois iria me sentar um pouco, deixei ele lá na frente do palco com os amigos..
( fui ao banheiro ) – não demorei muito, sai !! invés de ir para mesa, me sentar, pedi um copo de whisky ao garçom e fui para varanda do ambiente.. estava tranquila observando os prédios, curtindo o vento natural batendo no meu rosto no meu cabelo tomando tranquilamente meu whisky quando sinto uma mão quente me segurando firme e forte e a voz que me excitou muito, me dizendo sei que esta com medo, mas se você facilitar você vai adorar, você querendo ou não eu vou te rasgar.. me deixou com medo? sim, muito! mas tudo naquele homem me excitava, ele pediu para que eu me comportasse e acompanhasse ele até ao toilet escondido, atrás das cortinas da decoração do ambiente, e que tinha acesso pela janelinha dava de ver os rapazes do barman trabalhando, ele me empurrou nesse banheiro e trancou com um sorriso de tarado no seu rosto, me olhando da cabeça aos pés .. e insultou como o filho da p… do seu marido tem uma sorte desgraçada … eu pedi para que ele não fizesse nada, e que não me machucasse, tentando fazer ele ver de outra forma, mencionei que ele estava bêbado, apenas despertei a irá dele… e veio com tudo, me deu um beijo violento, eu estava com medo, mas correspondi, ele arrancou meu vestido com uma facilidade me deixou peladinha pois não estava usando peças intimas, isso fez ele ficar mais louco ainda, rapidamente ele ficou pelado, me assustei com o tamanho do cacete dele, pois do meu marido não era nada perto daquela jeba, ele me pegou facilmente no colo, e socou aquela rola na minha entrada, forçando, pois era fechadinha, me rasgou por inteira me fudeu como não tivesse o amanha, encheu minha buceta de porra, tampando minha boca para amenizar os meus gritos, alguns eram gemidos de prazer me chamou de vadia deu tabefes na minha cara me mandou ajoelhar, e colocou aquele pau enorme na minha boca, quase não coube de tao grande que é a rola dele, foi até a minha garganta aquele caralho gigante, ele olhou nos meus olhos e falou, sei que isso é um estupro mas também sei que você esta amando, eu não consegui disfarçar e dei um sorriso, ele me virou um tapa na cara, e falou quero te ver chorar, e eu vou te fazer chorar, me pegou pelo pescoço e me colocou de quatro apertando meu rosto a na parede, e foi que meteu no meu cu com tudo, não teve dó e nem piedade, tirou todas minhas pregas em uma só colocada de vara e bombava forte, e comia, tirava e colocava com força ia até o talo a rola dele, eu já estava mole, com dor não tendo força pra lutar com aquele homem gigante, deixei ele fizesse o que quiser de mim, desmaiei com a dor, e com tudo que estava acontecendo, segundo ele demorei para acordar desse desmaio ele estava me segurando no colo olhando pra minha cara, ambos estavamos nu ainda, ele pediu desculpa eu coloquei meu dedo na boca dele, fazendo ele se calar pedi pra ele me comer de novo, só que com cuidado no cuzinho por que estava dolorido, ele fez uma cara de safado me pos na beira da pia, e me chamou de cadela e deu uma risada acrescentou, digo e repito seu marido é um homem de sorte, nunca encontrei uma puta que gostasse de dar tanto assim, depois transamos, gozamos, ele me limpou e me lavou pois eu estava inteiramente coberta com a porra dele, ele pediu meu número, tivemos vários encontros… mas foi assim que nos conhecemos… atraves de um estupro dolorido mas gostoso..

voltei para o salao de festa, meu marido estava la cantando pulando ao som do paralamas..
e o safado, estava novamente cuidando de mim, a festa inteira, se aproximou conversamos dançamos, meu esposo ( corno ) não suspeitou de nada…