Minha enteada gostosa


Click to Download this video!

Me chamo Anderson(nome ficticio) sou casado a 12 anos e quando casei minha esposa ja tinhaum filha de 6 anos. Ate entao tudo normal, casei e assumi a filha dela como se fosse minha, criei dando maior carinho como um pai de verdade faz. Nunca senti tesao nela quando pequena, sempre a tratei com carinho e respeito. Ela foi crescendo e se tornando uma mulher bela. Sempre gostei de muito sexo, no inicio do meu casamento eu e minha esposa faziamos sexo direto, onde eu a encontrava se estivessemos sozinho, eu comia ela ali mesmo. Na sala, no quarto, cozinha, onde tivesse uma oportunidade eu a comia. Mas depoia de 5 anos de casados ela engravidou e dai começou a perder o apetite sexual. Nossa vida sexual veio diminuir, minha esposa é uma morena bem tratada, pele escura, seios medios, bunda grande. Antes da gravidez ate o cuzinho ela me dava, maa depois de ter o nosso filho ela perdeu a vontade, so trepa quando tem alguma vontade e olhe la. Isso me deixou mais amargo e me fez procurar algumas mulheres por fora pra me satisfazer. Mas o inesperado aconteceu… minha entiada foi crescendo e ganhando corpo de mulher, ao longo desses 12 anos de casado nunca havia olhado pra ela com aegundaa intençoes. Ela hj tem 18 anos, 1.65 de altura, 54 kilos, seios pequenos, cabelos tingidos de loiro e uma bundinha perfeita, bem empinadinha. Confesso que comecei a olha la com outroa olhos, nossa! Como ela ficou gostosa. De uns tempos depois arrumou um namoradinho e passou algum tempo com ele, mas brigavam direto pois devido a sua beleza o cara era ciumento demais, lembro me que tive um dia que chamar a atençao dele pois via a hora ele querer agredi la devido ao ciumes. Ela entao terminou com ele ha alguns meses e agora esta sozinha no momento. Certo dia eu estava em casa sozinho a tarde, meu filho pequeno na escola, minha esposa trabalhando e de repente ela chega, vou chama la de Ana. Ana entra em casa meio que zangada pois tinha ido para a sua primeira entrevista de emprego e nao gostou muito quando disseram a ela que ela esperasse uma ligaçao da empresa. Fui explicar a ela que isso era normal que a empresa tem que entrevistar outros candidatos etc e tal. Nisso ela estava com uma calça jeans apertada que mostrava toda a forma redondinha da sua bunda e uma calcinha atolada no cuzinho, quase eu tenho um troço. Apesar da minha idade, 36 anos, nem gordo e nem magro, quase caio pra tras com aquela visao. Fiquei pensando a tarde toda, nossa que linda bundinha. E fiquei imaginando aquela calcinha enfiada no rabinho dela. Passado a noite meu filho ja havia chegado da escola e estava brincando na aera quando minha esposa chega do trabalho e eu estava no nosso quarto, ela chegou me deu um beijo e disse no meu ouvido que hoje ia me da a buceta dela e o cuzinho tb pq tava com um tesao enorme, meu pau ficou uma tora na hora, eu estava de samba cançao e eu ri e falei que ia cobrar, nessa mesma hora Ana entra no nosso quarto pra falar com a mae dela e me ver de pau duro, ela tenta disfarçar mas nao consegue parar de olhar, a mae dela estava de costa pegando alguma roupa no guarda roupa pois iria tomar uma ducha e falando ao mesmo tempo com ela, entao eu peguei um travesseiro e coloquei entre as pernas e continuei mexendo no meu celular. Mas notei um certo ar de curiosidade nela. Chegado mais a noite minha esposa disse que ia vestir uma lingerre que eu havia comprado pra ela, sempre gostei de comprar calcinhas fio dental pra minha esposa usar durante nossas transas, so que eu havia compra uma de cor rosa e ela nao estava encontrando e eu ja louco de tesao disse:”deixa amor e vem ca que nao to mais aguentando” e transamos feito louco quase a noite toda. Na manha seguinte minha esposa saiu pra trabalhar e eu ja ia saindo tb para o meu quando eu vou passando na porta do quarto de Ana eu vejo a porta semi aberta e ela deitada de bruços com meio lençol cobrindo ela e a calcinha que dei a mae dela do lado da cama, dai eu pensei, aquela calcinha enfiada na bunda dela ela a da mae dela que ela tava usando, a safada havia pegado a calcinha da mae dela. Entao olhei pra ela dormindo na hora me deu vontade de acorda la e perguntar por que ela tava usando a calcinha da mae dela, mas o tesao em ve la dormindo falou mais alto, puxei devagar o lençol e fui descobrindo ela pra nao acordar, entao percebi que ela estava so de calcinha preta bem pequena atolada no cuzinho dela. Meu pau ja estava quase saindo pra fora de tao duro. E fui mais ousado, dei um cheiro no pescoço dela, caso ela acordasse eu teria a desculpa de dizer que era um beijo de bom dia pois eu ja estava de saida. Ela nem se mexeu, entao fui passando a mao nas costas dela, bem devagar e fui descendo ate chegar na bundinha dela. Que bunda linda! Coloquei o pau pra fora e fiquei alisando aquela bundinha com uma mao e batendo punheta com a outra, nossa foi uma loucura, quando eu ia gozar eu parei de alisar ela e pus a mao para aparar a porra na mao e nao sujar ela e nem o quarto. Mas um jato caiu em cima da bunda dela. Na hora eu gelei, pois se ela acordasse eu tava ferrado. Entao corri pro banheiro me limpei e peguei um lenço de papel e limpei ela com cuidado, maa bem na hora ela acordou, olhou pta mim e eu rapidamente fingi que estava cobrindo ela e dei um beijo de despedida e ela sorriu e me disse ” bom trabalho” e voltou a dormir. Passei o dia no trabalho pensando. Aquilo mao saia da minha cabeça quando de repente a mae dela me liga e diz que assim que saisse do trabalho ela iria pegar nosso filho e leva lo para sair com umas amigas que sao maes e todas iriam levar os filhos pequeno pra passear. Concordei e fui pra casa. Qua do chego em casa vejo Ana na sala deitada no sofa de bruços mexendo no celular dela. Ela estava com um shortinho em lycra e uma calcinha que dava pra ver que estava toda enfiada no cu. Eu olhei, cheguei perto dela e lhe dei um beijo na testa a comprimentando. Dai eu pensei comigo: ” hj eu pego esaa vadia” fui tomar banho e de proposito esqueci a toalha e como eu estava pensando naquela bundinha meu pau estava duro que nem pedra, dai eu do banheiro grito:” Ana, me tras a toalha” ela foi no quarto pegou a toalha e levou, quando ela ae aproximou e disse pra eu pegar, eu abri o box de pau duro e fui em direçao a ela. Quando ela me viu de pau duro ela deixou cair a toalha e rapidamente pegou e virou o rosto e disse: ” esconde isso e deixa pra mostra pra minha mae mais tarde” e sorriu entao eu ja dominado pelo tesao fui pro tudo ou nada e disse: ” que foi? Ninca viu um desses assim duro? E ela disse:” assim ao vivo nao” e sorriu. Dai eu perguntei: e quando vc namorava, nunca viu do aeu namorado? Ela respondeu: ” uma vez so, mas nao era desse tamanho. Meu pau ereto ele mede 19 cm, nao é la muito grande mas da pra dar prazer. Entao eu soltei: ” eu sei que quando vc entrou no meu quarto ontem e me viu de pau duro vc gostou, pois ficava olhando e tb sei que vc usou uma calcinha de sua mae, uma que comprei pra ela, pois eu vi no seu quarto hj. A safada olhou pra mim e falou: ” qual? Essa? E se virou de costa e abaixou o short e tava la a calcinha que eu havia dado pra mae dela toda atolada na bunda dela. Que visao. Eu disse a ela que ficava mais bonita nela mesmo entao ela entrou no banheiro e ficou rebolando a bunda no meu pau duro e dizia: ” gosta de uma bundinha ne safado? E ria. Eu ja nao aguentava mais agarrei ela de costa mesmo e segurei em seus seios que nao eram grandes e disse que queria comer o cuzinho dela ali mesmo. Ela disse que hj nao mas que nao me deixaria na mao. Se virou e se ajoelhou e fez um boquete de mestre, ela agarrava meu pau como se fosse um pirulito e chupava e punhetava, ela era mestre em chupar. A safada devia chupar alguna paus por ai. Nao estava aguentando mais e falei que ia gozar entao ela ficou chupando a cabeça do meu pau e dizia: ” goza na boca da sua entiada, goza safado. Eu nao aguentei e gozei e que gozada. Nossa enchi a boca dela mas ela nao engoliu, cuspiu tudo na pia e foi escovar os dentes. Nossa eu fiquei bwm relaxado. Depois me vesti e sentei com ela na sala e disse a ela que ela tinha crescido e ficado muito gostosa e eu nao olhava mais pra ela com aquele olhar de pai. Dai ela disse que ja percebia e que teve a certeza quando eu havia entrado no qiarto dela e ela estava fingindo que tava dormindo e me viu batendo punheta e alisando a bunda dela. A safada estava acordada. Eu me assustei na hora mas ai eu percebi que ela estava gostando da situaçao e ela me disse que brechou pela porta do meu quarto, pois nao tranco, eu comendo a mae dela no dia que ela viu m3u pau duro pela primeira vez. Ela disse que ficou louca de tesao e bateu uma siririca pra passar mas que queria probar o meu pau. Nisso meu pau começa a ficar duro de novo e eu mostro a ela e ela fica me punhetando e eu pego ela pela cintura e peço pra ela sentar em cima. Ela logo tira o short e fasta a calcinha pro lado, a buceta dela tava toda meladinha, meu pau entrou com facildade. Ela começou a calvagar bem devagar e tirou a camiseta e colocou minha boca nos seus seios, mamei feito um bebe. E ela gemia e dizia que ia gozar, subindo e descendo ate que ela disse que nao aguentava mais e gozou dando um urro. Dai levantei ela e coloquei ela de 4 no sofa e disse que queria comer o cuzinho dela. No inicio ela disse que nao pq ia doer dai eu disse que tinha um tesao enorme naquele cuzinho, dei uma lambida nele ela foi as alturas coloqueo a cabeça do meu pau na entrada e fui empurrando, ela dizia que tava doendo e eu nao ligava e fuo empurrando quando entrou tudo ela deu um grito abafado no sofa de dor e prazer e eu ja tava louco de tesao e fui bombando maquela bundinha e ela pedindo pra parar maa gemendo. De repente eu estava perto de gozar e ela disse olhando pra tras com cara de sadada: ” vc ta raagando meu cu seu safado filho da puta” e eu puxando os cabelos dela ela segurou um de meua dedos e ficou olhando pra mim e chupando e disse: ” goza no meu cu vai, goza seu cachorro. Aquilo foi me dando mais tesao e gozei feito um jumento, enchi o cu dela de porra e bem na hora a mae dela bate no portao la fora. Rapidamente ela corre pro banheiro e eu me recompus , me ajeitei e fui la abrir o portao e minha mulher entra furiosa e pergunta pq eu demorei tanto pra abrir o portao, pois ela ja estava a mais de 10 minutos la fora batendo e nada, ligou pra meu celular e pro da filha e nada de atender. Dai eu disse que eu tava no quarto e o cel estava carregando e nem escutei. E ela chama pela Ana e Ana responde do banheiro que estava fazendo o numero 2 e nao estava com o cel. Dai minha esposa nao desconfiou de nada e foi pra cozinha fazer a janta e fiquei brincando com meu filho caçula. Quando Ana saiu do banheiro ela estava com dificuldade de andar por causa da minha rola no cu dela. Ela passou por mim e foi da um beijo no irmaozinho dela e baixinho olhou pra mim e disse:” vou querer de novo” e sorriu. Entrou pro quarto dela. Eu estava exausto e de madrugada minha esposa vem cima de m e queria que eu a comesse. Pessoal, meu pau tava exausto rsrs mas chupei ela ate ela gozar e ela queria me da o cuzinho e eu inventei que tava com muito cansado devido ao trabalho mas que pela manha mesmo ela dormindo eu iria comer o cuzinho dela. Ela sorriu me deu um beijo de boa noite e virou pra dormir. Ufa, um sufoco, ela nem imagina que eu havia comido o cuzinho da filha safada dela. Espero que tenham gostado do conto, sou apenas leitor e essa experiencia aconteceu comigo ha uns 3 meses atras. Hj minha entiada fode comigo sempre que temos tempo sozinho. As vezes levo ela pro motel e ficamos la mais a vontade. Ela se passa pela minha esposa. Agora to tentando convencer ela de eu comer a prima dela que é outra safada e to procurando um jeito de comer as duas. Quem se interessar em me conhecer é so mandar o email que entro em contato. Principalmente mulheres carentes. Vlw.