Ameaçando estagiária novinha


Click to Download this video!

Bom, vou começar me apresentando. Sou moreno, cabelos pretos, olhos castanhos escuros, 39 anos, casado e trabalho em um Fórum em São Paulo a 20 anos. Comecei com estagiário.
Quem trabalha ou já trabalhou em fórum sabe que o que menos falta são estagiários, adolescentes que começam a trabalhar por conta de programas como jovem aprendiz etc. O que não é ruim levando em conta que acabamos sendo os chefes deles, principalmente porque sempre tem meninas novinhas trabalhando pra nós.
O que vou relatar aconteceu a dois anos atrás.
A tempos já venho tendo desejo por mulheres mais novas, em especial adolescentes. Eu e minha esposa ainda somos bem ativos na cama, porém não tem a mesma pegada de sempre. Enfim, vamos ao que interessa.
A dois anos eu tive uma funcionária que veio a partir do programa jovem aprendiz que tinha 16 anos. Baixinha, pele morena, cabelos pretos, olhos da mesma cor. Não tinha muito peito, mas tinha uma bunda bem legal. Desde que ela apareceu ela me despertou um tesão, mas sabia que não teria oportunidade com ela, afinal, qual a chance de uma menina de 16 anos dar pra um homem beirando os 40? A chance é quase zero, mas sempre mantive a esperança de que surgiria uma oportunidade de fazer dela minha. E valeu a espera.
Em uma das sextas, antes de sair do fórum, encontrei um celular em uma das mesas da secretária. Como não tinha quase ninguém lá eu o peguei pra ver se tinha algo nele que me faria descobri de quem que era. Pra minha surpresa era da morena (vou chama ela de morena mesmo) já que tinha uma foto dela como plano de fundo. Como eu tinha certa atração por ela comecei a fuçar o celular, pra minha sorte o bloqueio era só deslizar o dedo.
Vi conversas, redes sociais e muito mais. Só que quando cheguei na galeria…nunca pensei que iria ver aquilo. Tinha fotos e fotos dela nua em várias posições. Fotos delas e de uma outra menina branquinha loira. Tinha tirado a sorte grande. Depois de ver aquelas fotos já pensei em ficar com o celular, mas uma ideia melhor tinha vindo em minha cabeça e iria coloca-lá em prática amanhã mesmo.
Peguei o celular e voltei para minha casa de carro, passei todas as fotos para um pendrive e naquele dia fodi minha mulher como nao fodia a tempos. Aquelas fotos da moreninha nua tinham me deixado com um tesão fodido.
No outro dia a morena parecia apreensiva, talvez porque percebeu que perdeu o celular e tinha aquelas fotos neles. Na hora do almoço eu chamei ela para um canto e pedi para que depois que desse sua hora de trabalho ela passasse em minha sala. E assim ela fez.
Lá pelas 19:00 da noite ela veio até minha sala. Bateu na porta e pedi pra que ela entrasse. Ela se sentou em minha frente. Parecia nervosa pensando que ia levar alguma bronca ou coisa assim. Não falei nada, apenas coloquei o celular sobre a mesa.
Ela me olhou meio sem entender, mas assim que viu o celular abriu um sorriso enorme e pegou o celular na hora me agradecendo.
– Obrigado senhor D (vou usar como meu nome) procurei ele o dia inteiro.
– Eu sei….deve ser desesperador perder algo com fotos tão íntimas. – Assim que falei das fotos ela parou de sorri e me olhou surpresa- aquelas fotos realmente me surpreenderam, nunca pensei que você tiraria fotos desse tipo, e vou te falar…..você e sua amiga são gostosinhas.
Abri um sorriso pra ela e mais do que depressa ela se levantou.
– Obrigado senhor D, mas tenho que ir pra casa.
Me levantei rapidamente e fui em sua direção parando em sua frente. A empurrei pra trás até fazer a mesma se sentar na cadeira novamente.
-Você acha que meu silêncio é fácil assim? Tirei cópias de todas as fotos, basta alguns minutos pra elas vazarem na internet.
-O que???? Você não faria!!!!
-Quer arriscar? – Ela ficou quieta – tenho certeza que seus pais e os pais da sua amiga não vão gostar de verem vocês assim na internet.
Passei a acariciar seu rosto e ela me deu um tapa na mão.
– Não me toque!
Fechei a cara logo em seguida. Peguei ela pelos cabelos e me abaixei para olha-lá nos olhos.
– Escuta aqui menina, olha como você fala comigo. Não tenho paciência para lidar com projetos de putas mal criadas. Acho que você entendeu muito bem o que vai acontecer se você começar de gracinha né?
Ela ficou quieta.
– …Boa garota, assim que eu gosto, putinhas obedientes.
Tranquei a porta para garantir que ninguém entraria.
Fui até ela e a fiquei encarando por longos segundos.
– Tira a roupa.
-Que?
-TIRA AGORA!
Gritei e ela assustada fez o que pedi. Ficou apenas de calcinha e sutiã. Assim como vi nas fotos ela não tinha seios grandes, mas eram durinhos. E sua bunda era de um tamanho até que ideal pro seu tamanho.
-Agora fica quieta.
Fui até ela, tirei seu sutiã com violência e passei a brincar com seus seios. Percebi que ela começou a chorar, mas se segurava para não fazer barulhos, pois sabia que seria pior.
Brinquei, apertei, mordisquei, chupei até deixar marcas. No final seus mamilos estavam duros, a putinha estava sentindo prazer com tudo aquilo.
-Ficou excitada é?
-E nunca ficaria excitada com um velho nojento.
-…velho nojento né?
Fiz ela se ajoelhar em minha frente. Arriei as calças, segurei seu cabelo firmemente e abaixei a cueca fazendo meu membro pular pra fora e bater em seu rosto já duro. Não é muito grande, apenas 17 cm mas ele compensa na grossura.
-Chupa. -ela afastou o rosto.- Chupa agora sua piranha.
Forcei meu membro em sua boca, comecei a forçar ela a fazer um movimento de vai e vem rápido. Eu literalmente fodia sua boca sem dó. Enfiava até o fundo de sua garganta e a segurava. A fazendo engasgar com minha rola. Em uma das engasgadas dela eu tirei meu membro da sua boca e passei no seu rosto. Deixando ele apontado pra ela.
-Se você não quiser que eu faça de novo você engolir ele daquela faça o melhor boquete da sua vida.
Ela com cara de nojo e chorando silenciosamente apenas confirmou com a cabeça e pegou meu membro. Começando um boquete maravilhoso. A linguá dela trabalhando na cabeça e a extensão do meu membro sem esquecer de nada, até das bolas ela cuidou. Ela já tinha feito boquete, disso eu tinha certeza.
Quando eu estava prestes a gozar e peguei minha rola, pedi pra ela abrir a boca e deixar a linguá pra fora. Ela exitou, mas fez. Bati ele várias vezes eu seu rostinho e em sua linguá, segurei sua cabeça e enfia ele todo em sua garganta, gozando logo em seguida naquela boquinha maravilhosa e quente. Ela se engasgou com minha porra. Tirei meu membro da sua boca e ela cuspiu meu gozo no chão, tossindo muito.
Ver ela ali, limpando sua boca só me dava mais tesão. Estava ficando louco pra foder ela, então sem esperar ela se recuperar eu a fiz levantar e praticamente a joguei na mesa. Fazendo ela ficar de bruços e sua bunda apontada pra mim.
-Pro seu tamanho sua bunda é perfeita sabia?
-Cala a boca seu animal!
Agora ela já não segurava mais, chorava ainda mais forte. Não pude evitar e acabei rindo com aquela cena.
-Já falei que não tenho paciência com putas sem educação!
Dei um tapa forte em sua bunda deixando a marca dos meus cinco dedos mesmo naquela pele morena.
-Eu iria te foder com calma, mas agora você me deixou puto, então…
Coloquei sua calcinha de lado e sem fazer cerimônia meti em sua buceta. Meti fundoe com força. Ela não era mais virgem, mas pude sentir meu pau entrando nela praticamente rasgando. Ela soltou um grito de dor. Comecei os movimentos de vai e vem freneticamente. Empurrando com força e até o fundo sentindo minhas bolas baterem nela.
-Isso é por você ser mal educada sua puta. A partir de agora você vai ser minha cadelinha particular, sempre que eu quiser te foder você vai deixar. Não importa a hora e lugar. Vou fazer essa sua buceta ficar na forma do meu pau.
Falava várias sacanagens e a única coisa que conseguia ouvir dela era o pedido pra parar e o choro dela.
Continuei metendo cada vez mais forte, dando tapas em sua bunda com força. Ela não queria admitir que estava gostando, mas seu corpo dizia outra coisa, porque ela começou a rebolar em minha rola e sua buceta estava pingando.
-Você está gostando né sua safada? Está gostando de ser fodida por esse velho.
Segurei seu cabelo e puxei sua cabeça pra trás, me ajudando a dar estocadas mais fortes ainda.
-Vou gozar dentro de você, vai receber toda minha porra.
-Não, por favor, tira. Tira.
Ela foi interrompida por um gemido involuntário que saiu de sua boca. Dei mais algumas estocadas e despejei. Despejei toda minha porra dentro dela. Senti o corpo dela amolecer. Fiquei com meu pau dentro até ficar mole e quando tirei pude ver aquele creme branco saindo de sua buceta e escorrendo por sua perna. Quando a soltei ela deslizou até cair de joelhos no chão e novamente começar a chorar.
-Isso foi só o começo princesa. Vou querer mais fodas como essa.
Alisei seu cabelo e ela virou o rosto.
-Eu sei que você gostou. Estava rebolando na minha pica e gemendo. Eu vou fazer você viciar em mim. Agora, arrume toda essa bagunça. E é melhor aparecer amanhã. Se não aprecer vou publicar todas as fotos.
Disse isso, subi minhas calças e sai da sala a deixando sozinha. Aquela foda tinha sido fantástica e essa morena com certeza iria deixar meus dias mais animados.

Essa foi só a primeira foda, tenho outras fodas com ela para contar, inclusive como fodi a outra menina da foto, mas vou deixar pra outros contos.