Currada a patricinha na favela

Click to this video!

Bom eu sou Alice , carioca , verdadeira patricinha (ou era ne rs ) mais meu neufo marrenta nunca morre ! tenho 1,60 , 55 kilos , loira do cabelo comprido ate meio das costas , seios medios , bumbum grandinho , e um cuzao bem guloso !
O “palmito” era o maior traficante da região , todoss tinham medo dele e o respeitam muito!
Ele me comia quase todos os dias!! (ja ouviu falar que patricinha sobe o morro , so pra dar pra traficante ,? pos e hahaha) e tipo as vezes ele ate me emprestava para os amigos se divertirem, (apenas em ocasiões importantes) já estava ficando famoso entre os favelados, tinha a fama de aguentar qualquer rola, fiquei conhecido como “cúzinho guloso”. Um sábado o Palmito me ligou dizendo pra eu ficar linda que uns traficantes amigos dele do Rio de Janeiro estariam na favela para fazerem negócio, e queriam fazer uma festinha. Me produzi toda como sempre e fui a noite pro bar do Palmito, chegando lá ele já me levou para um barracão aonde estava tudo armado, tinha almofadas espalhadas por tudo, um monte de camisinhas jogadas no chão, e umas 5 geladeiras cheias de cerveja, uisque e tudo que tem direito, uma churrasqueira aonde uns negões já faziam churrasco. Fiquei ali meio sem jeito, esperando para ver o que iria acontecer, mas para minha supresa foi entrando um monte de gente, mulheres seminuas, homens de todos os tipos e com cara de bandidos, e até tavestis já tinham chegado. Tinha pelo menos umas 100 pessoas lá dentro. Eu estana sem graça pois não conhecia ninguém, e todos estavam separados em pequenos grupos, rindo e falando alto. A música começou a rolar, funk, pagote e samba direto, a maioria começou a dançar, e uma esfregação começou a rolar. Procurei o Palmito mas ele não estava no barracão, fiquei quietinha no meu canto até perceber que um bando de negões entrou, era o Palmito e os convidados dele. Eram só negões, todos cheios de correntes, a maioria malhados. A música parou e o Palmito falou “Eu quero que os meus amigos sejam muito bem tratados aqui, a festa é pra eles, eles mandam”, a música voltou e todo mundo começou a beber um monte, e dançar feito loucos. Eu ainda muito timida dançava no meu cantinho…lá pelas tantas a putaria já começava a rolar, podia ver uma morena chupando o pau de um negão…e a maior esfregação…Não deu muito tempo e a putaria liberou geral…eu comecei a ficar com tesão, mas como era putinha do Palmito só entraria com autorização dele, ele e seus amigos estavam comendo carne e bebendo feito porcos. Passou mais um tempo e as cenas eram maravilhosas, travescos comendo mulher, suruba, dupla penetração, era só gemido pra todo lado, e eu nada. Quando estava quase desanimando vejo o Palmito vir em minha direção junto com seus amigos, e chegou perto me pegou e me deitou em cima da sua perna com a bundinha pra cima, puxou minha calcinha pro lado e falou pros amigos “Caras, vcs não tem idéia do que este cuzinho aguenta de pau”, os amigos deram muita rizada, e comentaram que era um cuzinho muito lindo e pequeno, parecia até virgem, nisso ele me ofereceu pra eles e mandou me foder sem dó…uns preferiram comer a mulherada, mas alguns não resistiram a minha bundinha. O “jamanta” um negão cheio de cicatriz mandou chupar o pau dele, o que obedeci na hora, tirei o pau dele pra fora e comecei a mamar, ele era azul de tão preto, seu pau chegava a ser roxo, que dava mais tesão em contraste com minha pele bem branquinha. Estava uma delicia chupar aquele pau, mas de repente ele tirou da minha boca e falou que iria me comer, me jogou em cima de uma almofada, e sem camisinha mesma começou a forçar, e a seco mesmo foi empurrando, entrou e sem esperar me acostumar já começou a bombar, comeu e gozou, tirou o pau e foi tomar cerveja, Nisso o Palmito veio e sentou na almofada pediu para cavalgar seu pau, sentei de uma vez e dei um grito de dar e prazer, foi tão alto que chamei a atenção, os amigos deles vieram ver, eu e frente pra eles comendo o pau do Palmito, nisso um negão FDP propõs fazerem DP no meu cuzinho, coisa que nunca tinha feito, ele riu e topou na hora, o palmito deitou na almofada, sentei novamente no pau dele até entrar tudo, deitei de costas na barriga dele com as pernas pra cima, nisso veio outro negão e começou a forcar, pedi para pararem, mas era pior, mais ele forçava, não tinha espação pros dois…o Jamanta veio com um pote de vaselina, pediu pro Palmito tirar o pau do meu rabo e encheu ele de vaselina, encheu mesmo, enfiou um monte lá dentro, sentei novamente no pau e o outro negão veio pra cima, forçou, forçou e nada, não entrava e jeito nenhum…mas aquilo me deixava com tesão, quando viram que não dava chamaram um neguinho franzino, com um pau comprido mais fininho para tentar, e veio e já foi enfiando, doeu muito mais entrou, estana com dois paus no rabo. A galera tirou fotos pois não acreditavam, o pau do palmito é gigante, e mais o pau do neguinho. Ficamos ali brincando os três, até que o palmito mandou o neguinho tirar, me colocou de joelhos e mandou rola pra dentro, como estava arregaçado e todo melecado e vaselina entrava e saia fácil…que tesão que me deu, e como aquele FDP tinha uma rola gostosa, grossa e comprida. A festa tava o maior tesão, dei até pra travesti..chupei sei lá quantos paus, gozei um monte…no comecinho da manhã a cena que se via era gente dormindo pelos cantos, em cima de mesa. no chão, a maior zona. e Palmito e seus amigos bebendo e falando merda. dei uma cochilada e acordei com o Palmito me chamando, vem cá minha putinha, faz uma agrado na rapaziada do churrasco, enquanto a gente ficou bebendo e metendo a noite toda ele só trabalharam. Dei um sorriso de cadela e fui em direção deles, eram 5 neguinhos, acho que até eram menores, já cheguei tirando o pau de um deles pra fora e comecei a mamar, não era muito grande, mas era bem gostoso, como esta molecada se acaba na punheta, um cuzinho guloso igual ao meu para se deliciarem não é todo hora que aparece. O outros ficaram timidos sem saber o que fazer, e o palmito falou, vão lá caras, madem rola pra dentro deste cuzinho…foi a palavra mágica, um deles já se posicinou atrás de mim e começou a foder, o moleque era uma máquina de foder, enfiava e tirava rápido, urrando e gemendo de tesão, não deu muito tempo e levei porra na boca. A cena era até engraçada, ele ficavam em filinha atrás de mim, nem bem um pau saia já entrava outro, e eu sempre com um ou dois pau na boca, adoro isso. Quando mais um gozou senti um outro chegar e pelo calibre era dos grandes…o moleque tinha um senhor cacete…me comeram até não quererem mais…mais eu sou insáciavel, quanto mais pau levo mais quero levar. Eu pra variar estava toda gozada, a cara cheia de porra, o cuzinho cheio de porra, e deste jeito e engatinhando em direção ao Palmito implorei “Quero mais”, ele sorriu e mandou ver..vocês não tem idéia do tamanho do pau dele, sinceramente nunca vi nem na internet um igual, e ele mete muito…me comeu em todas as posições possiveis e imagináveis.. Fui embora mais do que feliz! hoje em dia temoa um filho de 1 ano , e estou gravida de 2 meses do meu traficante ! e continuo sendo mulher de malandro ! engravidado e tomando na cama e muita pica na buceta e no cu !!