Eu e Meu cunhado – A primeira vez


Click to this video!

Olá não vou me nomear nem nomear meu cunhado, mas vou dar algumas descriçoes tentando melhorar mais o conto, que por sua vez foi muito real.

Sou casado e desde minha adolescência que sentia vontade de dar para homens, já tive algumas oportunidades mas acabou não dando certo e o tempo passou.

Há uns 12 anos atrás minha esposa estava grávida e já quase dando a luz, meu cunhado ficava muito lá em casa para ajudar com as coisas da casa, já que o mesmo apesar de ter lá seus 18 anos não trabalhava fora.

Um dia enquanto estava ajudando a lavar umas roupas, comecei a falar sobre uma mulher que ele havia comido por um tempo, e ele foi logo dizendo que já tinha passado, e cheio de drama dizendo que o pau dele nem subia mais. Conversa estranha mas não perdi a ideia, disse que duvidaria muito se não subia. Ele me olhou meio estranho mas passou.

Certo dia, minha esposa passou mal eu a levei ao hospital e informaram que ela iria ficar internada em observação durante a noite. Voltei pra casa. Na epoca meu cunhado bebia, fomos a um barzinho e tomamos umas duas cervejas. No caminho de volta eu já com a cabeça cheia de desejos, falei pra ele que a gente bem que podia assistir uns filmes pornôs que eu tinha. Ele logo concordou. Chegamos fui pro quarto e disse que tava afim de assistir na minha cama mesmo que ele podia sentar na cama ou ficar numa cadeira. Ele veio e liguei o filme. Mais ou menos no meio do filme ele falou que ia ao banheiro, aproveitei pra fazer uma coisa que adoro. Vesti uma calcinha fio dental de minha esposa, entrei embaixo do lençol e esperei.
Quando meu cunhado voltou, o filme rolando, comecei a falar com ele sobre sexo… soltei então que tinha curiosidade de pegar numa pica, que sentia vontade de chupar e quem sabe dar… tudo isso com muito cuidado.. Ele falou que devia ser interessante, não fugiu do assunto. Logo tirei o lençol e mostrei o que eu estava usando… uma calcinha fio dental vermelha toda enfiada… meu bumbum é peludo, nunca depilei pra evitar alguns pensamentos da minha esposa. Dai veio o problema… ele disse que não era o esquema dele, que até tinha ficado legal… todo vergonhoso, disse que ia dormir pois tava cansado.
Fiquei indignado, e muito preocupado, com medo de que ele não tivesse gostado e que um dia pudesse contar pra minha esposa. Mas felizmente ele guardou muito bem o segredo.
Passaram-se uns dois anos e eu sempre jogava uma coisa ou outra pra ele sempre que a gente ia tomar umas, mas ele sempre fugia…

Até que um dia ele estava na minha casa. Minha esposa e eu, saímos e levamos nossa filha que tinha pouco mais de dois anos e ele me chamou num canto e perguntou se podia ficar mexendo no computador, queria ver uns filmes pornôs. Falei que podia.
Quando deu umas 10 a 11 da noite, voltamos ele estava lá ainda assistindo uns vídeos. Fechou e ficou mexendo noutras coisas. Minha esposa disse que estava cansada, que ia dormir. Eu já tinha costume de ficar assistindo filmes na sala e muitas vezes ele estava la, não ia fazer diferença, logo disse que ia ficar assistindo. Assim que percebi que minha esposa dormiu, fui perto dele ele estava assistindo um videozinho porno, eu notei logo o pau dele, estava durão… Eu tinha me trocado e estava com um short que costumo dormir. Com a cara e a coragem, meio com a mão trêmula, passei a mão por cima do short dele, no pau… achei que ele iria relutar e sair… mas pra minha surpresa ele se ajeitou e deixou… passei mais ele ficou meio ofegante, devia estar com muito tesão, por ter assistido muitos vídeos… tirei o pau dele pra fora… comecei a bater uma punheta..cacete de uns 17 cm não muito grande mas muito bonito… esfregava de cima pra baixo, de baixo pra cima, quando não me aguentei… Abaixei e enfiei o cacete já meio molhado em minha boca… ele adorou… começou a mexer um pouco. Fui sugando lambendo e não aguentava mais de tesão. Levantei ele da cadeira, fui em direção ao sofá, fiquei de quatro e baixei meu short… ele veio por trás meio sem jeito, passou um pouco a esfregar… rebolei muito… ele então colocou a cabeça bem perto do meu cuzinho que na época era um cuzinho quase virgem, pois só tinha colocado alguns brinquedinhos nele. Pica ainda não tinha ganhado. Ele começou a forçar um pouco, e como tava muito molhado o cacete dele foi entrando até que entrou todinho. Senti la no fundo e comecei a mexer… ele começou com o vai e vem mais gostoso que existe, enfiando e tirando quase todo… passou uns 10 minutos assim, eu já estava meio desconfortável em pé. Me coloquei de joelhos no sofá nos ajeitamos e senti ele enfiar agora com um pouco mais de força. Quanto senti ele enfiar com mais rapidez empinei minha bunda, já estava esperando minha tão sonhada recompensa… quando senti seu pau latejar… nossa que gozada… deixei ele ficar paradinho só com o pau pulsando… esperei amolecer um pouco, saí e fui ao banheiro me lavar. Essa foi a primeira vez que meu cunhado aceitou me comer. Depois dessa trepada, já trepamos muitas vezes. Ele só não admite que é meu amante, mas sempre que posso estar sozinho com ele eu chupo e dou pra ele. Depois vou contar outras aventuras que tive com ele.
Espero que tenham gostado!