Fui assediado no clube pelo professor de natação


Click to Download this video!

Bem lendo os contos nesta seção resolvi compartilhar um segredo, uma historia que aconteceu comigo, quando eu tinha uns doze anos de idade praticava natação, era um garoto bonitinho, pernas bonitas grossas, só me chateava um pouco era a minha bunda pois ela era saliente, carnuda, lisinha, sofri muito buling, me apelidaram de cadeirudo, uns amigos mais afoitos chegava ate a passar a mão, no vestiário não podia tomar banho junto com a turma se não era de mais, e uma outra coisa que me envergonhava era o meu pinto, é pequeno, encolhido, então quando eu tomava banho fica sempre com a bunda virada para o pessoal, ai gerava as conversar, e os mais afoitos na presença dos outros queriam passar a mão ou ate outras coisas, então eu deixava para sempre ser o ultimo a sair da piscina.

Um dia no final do treino, eu estava aguardando o pessoal sair do vestiário, fiquei fazendo hora debruçado na escadinha da piscina, o Silvio meu professor, um rapaz de uns 26 anos mais ou menos, entrou na piscina e veio conversar comigo, com uma conversinha mansa, dizendo eu sei que você não gosta das brincadeiras dos seus amiguinhos, que eles te chamam de cadeirudo só porque você tem uma bunda bonita durinha, carnuda, você tem que a gradecer, eles tem e inveja de você, estávamos sozinhos na piscina, ele foi e apalpou a minha bunda, passou a mão, e disse uma bunda maravilhosa desta, eu envolvido pela conversa, e por uma sensação diferente que senti, não esbocei nenhuma reação contraria deixei sem falar nada, ele foi alem colocou a mão por dentro da minha sunga e com um dedo bolinava o meu cuzinho, fiquei estático, sem reação, mais uma sensação gostosa, me arrepiei todo, logo ele abaixou a minha sunga dentro d!água mesmo e tirou para fora uma rola que para mim era enorme uns 18 cm, cabeçudinha, grossa, e colocou no meio da minhas pernas, eu estava gostando daquela brincadeira, só que de repente um garoto vem em direção da piscina, ele se recompôs eu também e sai da piscina.

Fui para o vestiário, já pelado tomando banho e de pintinho duro fiquei imaginando se o garoto não aparecesse o professor iria me foder ali mesmo na piscina, na hora na verdade fiquei ate com raiva do garoto que estragou a brincadeira, estava eu batendo uma punhetinha chegou o professor sem perguntar nada, não disse nada ficou pelado e já com a rola dura me abraçou por trás metendo a rola entre as minhas pernas, eu me encostei na parede ele ficou brincando, me puxou colocou-me debruçado sobre um banco passou creme Rince e ficou pincelando o meu cuzinho, eu sem força para desistir, estava adorando aquilo, ele mordia minha orelha, nossa que sensação maravilhosa, eu relaxei ele então tentou empurrar para dentro do meu cu, nossa que dor, eu nunca tinha feito aquilo, era cabaço mesmo, me contorci todo de dor, chegou ate sangrar, machucou, a dor passou, ficou ardendo, ele pediu para brincar na minha pernas para ele gozar eu concordei, ele ficou fodendo as minhas nádegas, nossa estava deliciosa aquela brincadeira, eu relaxei de novo ele na hora de gozar empurrou para dentro e gozou dentro, nossa doeu muito, entrou a metade mais não aguentei deixar dentro, ele tirou se lavamos e fomos embora, ele pediu para que eu não comentasse com ninguém o que havia acontecido.

No próximo treino nada comentou sobre o assunto, pensei será que ele não gostou no final do treino fiz o que sempre fazia, deixei todos irem embora quando ia saindo da piscina o Silvio professor me disse olha daqui a pouco eu vou lá, eu esperei e claro, estava a fim, ele chegou, foi ligo me abraçando me beijando mordendo minhas orelhas, nossa me dá um tesão, ela havia trazido um lubrificante, meu cu ainda esta meio dolorido, me debruçou no banco ficou brincando lubrificou bem o meu cu e sua rola e devagarinho foi penetrando, no inicio doeu um pouco depois fui relaxando entrou tudo, ele então passou a tirar e colocar tudo, bombava forte, sem brincadeira ele gozou duas vezes dentro, que delicia sentir aquele liquido quentinho jorrar dentro, maravilhoso eu gozei também, eu demoro muito para gozar então deixou foder a vontade ate eu chegar ao orgasmo, uma delicia.

Assim passamos um bom tempo fodendo nos dois ele saiu do clube mais a gente se encontrava fora, fui na casa dele, em motel, nossa fodi muito com ele, foi maravilhoso, espero que tenha curtido, outro dia eu conto umas outras passagem que ocorreu no clube.