Pai enlouquecido mas padrinho esperançoso


Click to this video!

continuação de = frustração de um padrinho e desespero de um pai .

bom depois do prazer a noite acabo nem consegui dormir direto .
no dia seguinte elas acordaram já era quase 11 horas a empregada já tinha feito o café ,
elas acordaram com uma ressaca devia ser pelo remédio , mais logo se animarão e vestiram os biquíni e foram para o pier mergulhar no mar ,eu desci e fiquei ali observando pois não podia deixar elas brincando lá sozinha é muito perigoso .
comecei a puxar conversa com a Carla e minha filha perguntei se a Carla tinha namorado e ela disse que não os meninos são muito besta estou esperando a pessoa certa padrinho quando ele aparecer dai então eu saberei não quero ser mais uma na vida de um menino .então virei para minha filha e perguntei para ela e ela ,não papai não penso nisto não namorar é muito cedo prefiro brincar ainda só bv .
pensei ( filha da puta esta putinha nem gaguejo para falar esta mentira já ta dando e vem mentindo que é bv só se for boca mesmo porque a buceta não é ) a noite eu não tive coragem de repetir e só dormi na manha seguinte o tempo mudo depois do almoço ,então resolvi voltar para cidade e encurtar minha estadia pois já não tava legal eu tava era com vontade de matar minha filha mais não podia deixar ela perceber pois queria saber qual foi o menino filha da puta que a comeu ia fazer o diabo com ele ,eu telefonei para meu sócio e disse que o tempo mudo e não era para ele descer nos é que ia voltar no dia seguinte.
pensei sera a ultima noite então vó brincar com a Carla então voltei a farmácia e comprei um geo anestésico iria brincar mais profundamente , a noite fiz o suco especial e elas dormiram ale mesmo na sala que era climatizada ,direi td a roupa da Carla mais nem mexi na minha filha pois não queria perder o tesão em vela nua pois eu ia ficar nervoso ,comecei a chupar aquela buceta lindinha . virando ela de bruços continuei a chupar e olhando o buraquinho do cuzinho dela as pregas td retraída comecei a passar o geo e tentando enfiar com cuidado o dedo no cuzinho dela era muito fechado mais com dificuldade entro mais assim que eu tirava fechava rapidamente.
eu fiquei de pé e ela ali no lado do sofá enchi meu pau de gel e pesei vó entrar com cuidado pois não quero machucar a menina
tentei mais sempre Escorregava e quase eu enfiei na sua bucetinha mais o bom senso não queria tirar a virgindade dela ,voltei meu olho para minha filhinha e pensei ela ja não é mais e fica mentindo peguei me virei para ela e tirei a roupa dela e passando um gel na sua bucetinha abri suas pernas e vi aquele buraco então encostei meu pau melado de gel e empurrei entro que foi ate minha bola porra minha menina parecia uma mulher eu bombava entrava e saia só fazia o som poofth que seria o som do meu pau saindo e entrando mela parecia que eu tava pegando um mulher formada .
pensei em comer o cuzinho dela mais desisti pois não queria machuca lá então depois de uns momentos de prazer e de frustrações
gozei e enchi a sua bocetinha de porra que ao dar uma ultima bombada se espalho pelo sofá ,cai de lado cansado .
limpei as duas e levei para o quarto dormir que no dia seguinte íamos voltar pra sp uma viagem de quase cinco horas ,e assim no dia seguinte arrumamos as coisas e subimos no carro eu dirigindo e as duas cochichando no banco de traz ,certa hora deu pra ouvir a M…….falando para Carla que tinha sonhado que tava transando , a Carla disse para ela fica calada louca se seu pai ouve .
e M…………..ria descontroladamente .
ao chegar no nosso condomínio deixei a Carla na casa dela que era algumas antes da minha que era mais no fundo .
e em casa a M…………. desceu e foi pro quarto dela e eu descarreguei o carro e fui para a sala ,mais tava determinado em achar o menino filha da p……. que tava comendo minha neném ,como não tava trabalhando ficava o dia td em casa e comecei a seguir a M…………td vês que saia passo se alguns dia e nd .
mais em um determinado dia ela falo que ia brincar com a Carla eu disse que td bem então ela foi tomar banho mais percebi que ela tava se arrumando demais pois ela não era muito organizada e neste dia parecia que tava se arrumando para alguém .
assim que ela saiu eu fui atrás pra ver se ia mesmo na casa da Carla .
ela entro realmente na casa do Antônio eu fiquei ali fora olhando pela janela ,a Carla tava lendo quando a M………. entro as duas deram um abraço e ficaram ali conversando eu tava indo embora pois vi que realmente ela tava com a Carla quando vi ela levantando e dando um beijinho na Carla parecendo estar se despedindo dela ?
parei na hora foi quando vi ela indo pro fundo da casa então me posicionei onde dava para ver a frente e o fundo da casa se ela saísse pelos fundo .
mais demoro uns 10 minuto e nd ela não saia de um lado e nem do outro e a Carla volto a ler como se tivesse sozinha então eu entrei de supetão sem chamar foi quando Carla assustada olho para eu e gaguejando pediu minha benção eu logo perguntei cade a M………..
ela se levanto e falo .
___papai o padrinho esta aqui eu já desesperado fui para o fundo onde a M……….entro nisto a Carla entro na minha frente eu a empurrei e fui chegando lá era um quarto de empregada onde eu entrando vi aquela cena e fiquei paralisado .
Antônio deitado na cama e minha neném de costa para ele e com o pau dele no seu cuzinho ,aquele pau parecia muito uma tora entrando no seu cuzinho e ia ate as bolas ,ela por sua vês cavalgava com as duas pernas em cima da coxas dele com o seus joelho quase no seu peito e gemia como uma prostituta .
fiquei ali parado por uns 2 minuto pois não conseguia me mexer tamanho o susto ,eles por sua vês nem me notaram tamanho a vontade que tava ali transando .
foi quando a Carla entro correndo e se trombo em mim foi a ai que eu peguei no tranco e voltei a pensar .
nisto quando o Antônio me vê ele levanta o corpo segurando pela cintura da M…………se vira e senta de lado na cama .o filha da puta nem tiro o pau de dentro do cuzinho da M………. ,eu então vi de frente e parado aquele pau enorme dentro do cú do meu neném e a sua bucetinha aberta que eu via um buraco entrando nela dentro que parecia não ter fim .então ele disse calma Carlo eu posso explicar ,
eu então parti para cima dele pois não me interessava qualquer argumento dele eu desferi um soco que ele sentado na cama sem esperar caiu para trás e nisto M………..tmb caiu e só deu para ouvir o som daquele pau sendo tirado bruscamente de onde tava alojado ,e nisto M……….. grito de dor por ter sido retirado bruscamente de dentro dela aquele pau .por sua vês ele tento se defender mais eu louco pulei para cima dele e rolando ali eu ameaçava matar o miserável .
foi quando a Carla Desesperada entro entre nos eu com medo de machuca la mandei sair da frente e ela chorando falo .

PARA PADRINHO NÃO MACHUQUE MAIS O PAPAI ,PARA QUE EU SEREI SUA COMO A M………..FOI DO PAPAI ?