Casada Sim, mais sem amante ? Nunca !

Click to this video!

Estava eu um dia de bobeira em casa e pego o celular pra jogar e ver o whatsapp, coisas assim quado chega uma msg no Direct do Instagram que me deixou intrigado, era minha ex namorada, mandando olhinho, e hoje na internet tem um ditado que é, “Se botou olhinho quer dar Cuzinho” rsrs, bom pra isso vamos voltar um pouco a um ano atraz, eu trabalhava na Tim S/A em uma loja num shopping da capital e era um bom profissional, rrconhecido e tambem tinha fama de pegador, o tempo foi passando mais ninguem interessante nesse meio, tinha namorada mais era complicado, um certo dia no grupo de comunicação entre servidores adicionaram um novo membro que me chamou atenção, eu de prontidão fui dar aquela espiadinha, e no perfil tinha uma morena linda dos cabelos lisos e rosto perfeito, eu logo me interessei chamei pra conversar, mais fui tratado com frieza:
– Ola
– Oi
– Tudo bem ?
– Tudo !
– Es de qual loja ?
– Loja 2 “vou chamar assim”
– Legal, vce é muito bonita!
– Obg
– Solteira ? ?
Uma hora de vacuo !
Repeti :
– Solteira ? ?
A resposta veio curta, grossa e fria como um Ice Berg:
‘ Muito bem Casada ! .
Todo sem graça so disse,
– OK, que bom, enfim tenha um bom dia.
O tempo foi passando e nao mantivemos mais contato, so a via por fotos que os amigos mandavam no grupo Geral e ela sempre a mais linda, um mes depois tivemos uma reunião geral estamos la todos alegres e eu vejo uma morena linda dos cabelos negros lisos, rosto divino e um corpo de dar inveja em qualquer mulher e deixar neguim de boca aberta, aquelas pernas, aquela bunda gigante e bem definida, fiquei pasmo logo perguntei e tive certeza que era ela a Faby, eu me apaixonei bem ali, tinha que ter aquela gata pra mim, depois da reuniao passou mais um mes e nada nem de a ver, porem nao a tirava da cabeça e me masturbava sempre imaginando aquela delicia nua.
Com o tempo mudaram de estrategia de vendas nas lojas, mudaram tambem vendedores e pra minha sorte, adivinha quem veio parar na minha loja ?
– Isso, a Faby, eu fiquei muito contente e nem dava pra esconder, porem sabia que ali nao ia ser facil, afinal ela era “Muito Bem Casada” e agora eramos colegas de trbalho diretamente, o que eu pensei que dificultaria, mais nao, eu evitava contato, mais percebia olhares, so depois fui saber que ela era afim de mim e que seu casamento nao era as mil maravinhas, entao chamei novamento no APP e comecamos a conversar dessa vez de forma mais amigavel, fui bem tratado, fomos nos conhecendo, eu sempre muito atirado, elogiando seu corpo, seus cabelos, tudo, ai um dia eu fui mais ousado, ja conversavamos o dia todo sem queos outros soubssem, entao eu falei ” quer saber eu vou te falar uma coisa e tu nao vai te zangar” ela perguntou o que e eu disse na lata, “Tu tem uma cara de safada e uma boca que nao me engana, deve fazer um boquete delicioso”, pronto bem ali foi a entrada pra tudo, ficamos bem intimos e comecamos a falar das experiencias sexuais e tudo, comecei a dar em cima e nao levei fora, marquei um encontro depois do servico e ela aceitou, hora marcada, beijos e amaços e só, nos dias seguintes ja eramos amantes apaixonados, nos encontravamos em qualquer lugar e a pegação começava, mais eu queria comer aquela bocetinha de qulquer jeito, então marcamos um dia de sabado que saiamos mais cedo na minh casa, morava em uma kitnet no centro da cidade, saimos juntos e fomos pra minha casa, la nao perdemos tempo, começou a pegação, mais ela interrompeu e pediu pra ir tomar banho, afinal passamos o dia todo no serviço, concordei e ela foi pro banheiro, entao eu fiquei aprontando as coisas e fui logo na minha gaveta de acessorios, peguei chicote, creme de massagem, lubrificantes e um consolo que eu havia gnhado em uma promoção mais nao quis dar pra ninguem, ela ja sabia do meu jeito malvado e quando voltou nao se assustou “muito” rsrs, fui tomar um banho qundo voltei ela estava deitada de bruços so de toalha, eu ja estava louco de tezão mais decidi torturar um pouco, então tirei a toalha e comecei a massagear ela toda, costas, ombro, bunda e cochas, eu sempre dava um jeito de tocar na bucetinha dela que suspirava ofegante, eu então resolvi marcar de vez a vida daquela jovem casada que a muito nao tinha aventuras como essas, so na motonidade de uma vida chata e sexo comum, entao disse pra fechar os olhos e confiar em mim que ela conheceria um novo mundo, ela fez, peguei o chicote e comecei a bater nao muito forte mais o suficiente pra marcar, cada batida eu beijava o local da chicotada, ela gemia de prazer, ficamos assim por uns 5 minutos, depois a virei, beijei com voracidade, segurei as duas maos a cima da cabeça e fui chupando seu corpo com brutalidade, orelhas, descendo pro pescoço, sugando os seios que a essa hora ja estavam com os bicos grandes de tanto tezão, fui descendo passei a lingua no piercing que ela tinha no umbigo e fui descendo passei da buceta e cui ate o pé direito fui voltando pra buceta, passei direto e fui ate o pé esquerdo, ja estava uma tortura, ai de vez cheguei na bucetinha, ela deu um gemido alto e comecei a me deliciar com seu melzinho , aquela boceta lizinha e encharcada eu fiquei louco, suguei muito, quando de repende subi e meti meu pau de vez e fiquei la parado enquanto ela se contorcia de dor e tezão, depois fui metendo devagar e aumentando o ritimo, em minutos a foda ja estava violenta e muito gostosa, eu metia e dava tapas, ela so gemia e se deliciava submissa, eu aproveitava, sempre gostei de bater e fuder forte nunca gostei de fazer amor, deitei e pedi pra ela vir por cima, o que ela de prontidão fez, começou a rebolar e pular como uma puta profissional, o que me enlouquecia, eu me segurava pra nao gozar, me mordia, ai lmbrei que em nossas conversas ela dizia que ja tinha feito anal com o marido e um namoradinho que tinha porai, entao eu pensei logo em arombar esse cuzinho, peguei o consolo e deitei de frente pra ela me encaixando entre suas pernas e metendo meu pau na bocetinha, passei o gel no consolo e na entrada do cuzinho e meti o consolo devagar ate ir todo, ela gemia alto de tezao agora eu fazia uma DP com meu pau na bocetinha dela e um consolo do mesmo tamanho no seu cuzinho, depois de um tempo ela reclamou, tirei o consolo e pedi pra que ela ficasse de 4, entao fiquei metendo com muita força naquela ppk, olhndo aquele cuzinho ja aberto pro meu lado e piscando enquanto eu enchia de palmadas e puxoes de cabelo, ela estava submissa e entregue, entao pensei, vou comer esse cuzinho, nem avisei, passei o gel e meti devagar e depois eu ja era bombando enquanto ela gemia e dava gritinhos, depois de um tempo ja cansados e eu nada de gozar enquanto ela ja tinha gozado muito, paramos e fomos pro banheiro, ai ela se ajoelhou me chupou com maestria ate que eu gozei na sua boca e a mandei engolir, tomamos um banho e ficamos deitado como um casal de namorados, começava ali uma saga de muito sexo e perigo, o que nos deixava muito excitados sempre !