Como ser corno se minha esposa é uma Santa

Click to this video!

Como vários homens, tenho esse desejo velado em ser corno, mas não consigo abrir o jogo com minha esposa, então bolei o seguinte plano:
Mas antes, vou descrever minha esposa; loira, olhos verdes, magra, 1,60, 45kg, ela é nutricionista e eu chef de cozinha, ela se chama Grazi (real) e eu João. Somos casados a 20 anos ela tem 39 e eu 42, temos uma filha de 16 anos, ao contrário de muitos, mando muito bem na cama com minha esposa, a única coisa que ela não topa é sexo anal, embora sempre brinco bastante nas preliminares na região anal, noto que ela se excita mas não hora H não libera.
Como minha esposa Grazi é nutri, trabalha em uma clinica, prescreve dietas essas coisas, ela se cuida muito, faz academia, natação, e maitai; mas vamos ao plano,
primeiro, ela adora dançar e eu não danço nada, foi daí que veio a ideia, no restaurante que sou chef tem três Haitianos negros atléticos que na festinha de final de ano mostraram que dançavam pra caramba; convidei os três a frequentar minha casa para me ensinar a dançar, minha esposa achou o máximo, pois ela acabava participando direto das “aulas” de dança, e eu dava uns passinhos de salsa com ela e logo era escanteado e os outros três acabavam dançando com ela, foi assim sem maldade por cerca de três dias, até que eu perguntei a ela qual dos três ela gostava mais, ela disfarçou eu insisti e ela disse que adorava dançar com os três, foi então que falei “brincando” você acha que daria conta dos três ao mesmo tempo, ela riu levou na brincadeiram e disse, “deixava eles só no suquinho”.
No outro dia perguntei aos meus “colegas” se eles não estavam loucos para ir mais além com minha Grazi, eles disfarçaram disseram que me respeitavam, então eu falei a eles que se ela quizesse eles poderiam tentar algo mais com ela, mas que eu achava difícil, foi quando um deles que falava o portugues melhor disse quem sabe hoje além da dança fazemos um alongamento especial e massagem com ela, eu adorei aideia.
Em casa ela já se preparava para as danças e eu direto falando, duvido se guentar esses três ao mesmo tempo, ela só ria, quando tocou a campainha ela abriu, já dançando pra eles, mas, um deles foi até o som e baixou o volume, olharam pra mim, e pediram que eu explicasse pra Grazi sobre a “aula”, eu de improviso disse pra minha amada, – bem hoje eles querem te dar uma aula de alongamento, pra melhorar tua performasse e também uma massagem pois tudo faz parte dessa “aula”. Ela então perguntou que devo fazer? o haitiano que falava bem portugues que se chamava, Clod, disse apenas sente-se na cadeira que primeiro vamos alongar depois vamos para a massagem; ela sentou na cadeira, eles colocaram uma música deles bem africana, e realmente pareciam estar fazendo um alongamento, foram puxando seus braços alongando a cintura as pernas o pescoço, dava até pra ouvir estralar de um bom alongamento, aos poucos um levantou sua mini blusa foi tirando bem devagar, deixando os belos seios a mostra, outro veio e foi puxando a suplex bem devegar, até deixa-la somente de fio dental, ela estava num misto de exitação, medo, e desejo, eles a levantaram da cadeira e um deles sentou e outro a massageava em pé e aos poucos foi fazendo ela sentar-se de frente para o que havia sentado, sua respiração disparou, ela começou a rebolar no ritmo da música no colo do cara, nem lembrando que eu estava na sala, então os outro dois pegaram a mão da Grazi e puseram no seu pau, ela não resistiu, empinou o corpo pra frente e eu nem acreditei, ela tirou as rolas e começou a chupar um pouco cada uma, punhetava batia na cara dela, … continua