Noite Mágica


Click to this video!

Somos um casal de 45 anos e bem resolvidos sexualmente , minha mulher contiunua uma delicia , uma bunda grande redonda coxas grossas e seios deliciosos, em nossas trepadas fantasiamos que outro homem a come e gozamos muito, no mês passado fomos ao nordeste e ficamos em um hotel próximo a praia, ela abusava em seus bikinis muito pequenos e deixavam ela praticamente nua , mas ela falava que ninguém nos conhecia então tudo bem , o sol e as bebidas a deixavam no cio , eu sentado na espreguiçadeira ela se aproximava e praticamente esfregava a buceta em meu rosto ou se curvava e mostrava seus seios suculentos, em nessas brincadeiras ela fala baixinho em meu ouvido que os homens que nos rodeavam não tiravam os olhos da bunda dela , e era verdade , todos casados com suas mulheres mas não perdiam a chance de dar uma espiada , e começamos a brincar , eu pedia a ela que escolhesse com qual ela treparia, ela ria e falava que não a provocasse , eu perguntei novamente e ela rindo escolhe uns tres caras que ela treparia, eu então falo que ela caminhe proximo deles para ver qual seria a reação deles , ela insistia que eu não provocasse , mas foi o bikini era tão pequeno que a bunda ficava inteira de fora e na frente mal cobria a buceta , ela circula e logico que eles a olharam com cara de fome, ela volta e dava para ver a exitação dela , ela pega em minha mão e em arrasta ao quarto , me joga na cama e sobe em cima de mim ja encaixando meu pau na bucetinha linda dela melada de tesão , ela trepa com vontade e me faz chupar as tetas de um modo mais forte e ela goza muito e me faz ter um gozo delicioso, ficamos deitados uns minutos sem falar nada, e ela se vira e fala que eu estava brincando com fogo , pois quando circulou perto dos homens sentiu um tesão enorme e se um deles a chamasse ela treparia com o estranho , e eu falei se ela queria trepar com outro homem ela arregala os olhos e eu continuo , falo que se ela quiser eu a liberaria pois o que acontecer ali fica ali e eu queria que ela sentisse um prazer que nunca tinha sentido, ela me beija e pega minha mão e coloca em sua buceta , e a tocando ela começa a se exitar e goza novamente, e no meio do gozo fala que queria sim ser comida por outro homem e gozar muito e depois trepar com o maridinho corninho toda melada de porra do outro cara , eu a puxo e ela me chupa e gozo em sua boca.
Ao lado do hotel tinha uma casa noturna e la fomos , ela coloca um vestido branco curto com um belo decote que realçava com o bronzeado dela , ele era solto no corpo então eu a convenço a ir sem soutien pois adoro ver seus seios soltos, bebemos muito e dançamos , mas nossa transa da tarde não saia da nossa cabeça , e ela então me mostra um cara que devia ter uns 30 anos e ela fala em meu ouvido que se eu deixasse ela ia trepar com ele , sentia o cheiro que ela exala quando esta com tesão , eu falo que se ela realmente quer que vá mas que não saia com ele de carro que o levasse para o hotel e eu esperaria ele sair do quarto , e ela vai perto do cara e dança sensualmente e logico que ele a vê , em instantes ela tem o seu corpo tocado por ele ela se esfrega nele como uma putinha , era uma sensação estranha de tesão e ciumes mas foi eu quem a incentivou, vejo quando ele a beija e ela fala em seu ouvido e eles vão para o hotel , dei um tempo e fui até nosso quarto , ouvia as rizadas e ouvia ela gemendo alto ,voltei a piscina e minha cabeça viajava imaginando ela sendo comida de todas as formas , mas em certo momento não resisti e voltei ao quarto , ouvia seus gemidos e ela falando que queria mais queria ser fudida novamente, pego na maçaneta e vejo que a porta estava aberta e entro , ela sentada em cima dele sendo comida com força , faço o papel de marido traido a chamando de puta safada e faço o cara praticamente fugir nu do quarto falando que não sabia que ela era casada , erla fica na cama rindo de ver aquele teatro , estava ainda mais linda mais tesuda, ela se deita e fala que eu termine o que o cara começou sentia o cheiro de outro macho nela sua buceta fodida exalava o cheiro de porra dele , e ela me recebe e pede que eu a foda com força pois queria ser punida por ser uma putinha safada , ela gemia e gritava de tesão , se vira e fica de quatro e pede que eu a coma como uma puta , a penetrava com violencia e ela gemia e adorava , e cada vez que me chamava de corninho eu fodia forte e dando tapas na bunda dela ela avisa que ia gozar e teve um gozo alucinante e eu gozei tambem , apagamos e só acordamos na manha seguinte , ela reclamando que estava com a buceta muito inchada e dolorida mas que tinha tido a maior trepada da vida e agradecia pela noite magica que teve.