Eu meu irmão e minha irma

Click to this video!

Meu nome é Gilberta tenho dezesseis anos,moro com meus pais e meus irmãos Marcos de 20 anos e Bruna de 18.
Sou uma menina bem comportada não chamo muito a atenção pois sou magrinha ,peitos bem pequenos e pernas finas mas minha bundinha e redondinha e sei que tem muitos meninos que adorariam me comer.
Minha irmã Bruna é bem gordinha tem coxas grossas peitos grande e uma bunda enorme, ele é bem mais baixa do que eu, e por não ser muito bonita deve poucos namorados ,que eu saiba foi so um e durou pouco tempo.
Meu irmão Marcos é lindo, corpo bem malhado ,pernas grossas,eu deste pequena fui doida para ver ele pelado,mas nunca tive coragem de me insinuar para ele, Já a Bruna não perde tempo vive agarrada nele, senta no colo dele na maior cara de pau e na frente de nossos pais, e quando estamos so nos três em casa ele fica de saia muito curta e como ela é bem gorda e tem a bunda grande da para ver a calcinha dela, e o Marcos fica muito excitado com isso,mas tenta disfarçar, mas aproveita e tira umas casquinhas ,já vi ele passar a mão no meio das pernas dela ,eles acham que eu não percebo que rola tesão entre os dois.
De uns tempos para ca os dois estão muito íntimos ,já vi eles se esfregando no corredor ,a Bruna cada vez mais assanhada ,na sala so assiste TV sentada no colinho dele ,eu fico doida de vontade de estar no lugar dela so para sentir aquele pauzão na minha bunda ,mas não tenho coragem.
Deve um dia que eu voltei mas cedo do colégio,meus pais estavam para o trabalho e nessa hora deveria so estar em casa a Bruna pois estuda a noite, mas na hora que eu entro no quarto que é meu e da Bruna ,vejo uma cena que quase desmaie,O marcos estava comendo a Bruna na cama dela ,eles na hora que me viram deram um pulo,eu sai correndo e me tranquei no banheiro,mas confesso que estava com tesão naquilo tudo.
Passado o susto,ouvi a Bruna falar com o Marcos:
_deixa que falo com ela, sei que ela vai entender.
Nisso eu sai do banheiro e fui para o quarto sentei na minha cama, ela veio e sentou do meu lado,deu um sorriso meigo e disse:
-maninha, você sabe que eu não consigo arrumar namorado,sou gorda e feia,mas eu tenho muito tesão,vivo me masturbando e até alguns dias atrás eu era virgem, eu não resisti, o Marcos é muito gostoso sei que você sabe disso, Já vi como você olha para o pau dele,sei que você também não resistiria a um pau tão gostoso.
Eu com os olhos cheio de lagrimas respondi:
_Eu também sou feia,pareço criança,nunca tive namorado,e o Marcos nunca ia querer me comer.
A Bruna me abraçou e disse:
_Ai é que você se engana,ele já comentou varias vezes que você tem uma bundinha linda,mas ele tem medo de tentar alguma coisa e você contar para mamãe.
_Eu jamais contaria, deste pequena sou doida para ver o pinto dele,eu daria para ele,claro se ele quisesse me comer.
_Você acha que ele tarado do jeito que ele é ,rejeitaria uma bundinha linda dessa ,vou falar com ele,e pelo jeito hoje ele come mais um cabacinho.
Nisso ela me deu um beijo inesperado na boca.
A noite após o jantar fui direto para o quarto,ansiosa para a chegada da Bruna e o Marcos da faculdade,acabei pegando no sono, e fui acordada pela Bruna fazendo sinal para eu ficar calada para não acordar nossos pais,o Marcos estava atrás dela, ela me disse na maior cara de pau:
_ Você quer experimentar o pau do maninho ,sua putinha ?
Nessa altura eu tinha perdido todo o modo de menina bem comportada e balancei a cabeça afirmando que sim.
Marcos sentou do meu lado ,alisou meus cabelos me olhou nos olhos ,sorriu e encostou sua boca na minha,suas mãos alisava minha costas até a bunda. A Bruna veio por trás de mim, levantando minha blusa , e eu fiquei com os peitinhos encostados no Marcos que continuava chupando minha boca, depois ele levantou tirou toda a roupa , e eu pude ver o pinto que eu sempre sonhei em ver,era lindo ,eu fiquei de joelho na cama,ele me abraçou de novo e desceu meu shorts eu estava sem calcinha ,ele me abraçou mais forte encostando aquele pau maravilhoso em mim,a mao dele alisa toda minha bunda e forçava o dedo no meu cuzinho,era tudo muito bom. A Bruna também ficou peladinha ,mas disse:
_hoje é so você que vai levar vara,eu so vou ajudar.
Eu sabia que o Marcos ia comer minha xaninha ,mas a tara dele mesmo era minha bunda,ele não tirava o dedo do meu rabinho e aquilo estava muito bom,depois ele me deitou,chupou meus peitinhos desceu até minha buceta,e começou a chupar, a Bruna alisava meus peitinho e também começou a chupar os piquinhos do meu peito ,duas bocas eu não aquentei era demais gozei feito louca . Antes que eu recupera se o Marcos já estava com o Pau na minha boca dei uma chupadinha,e ele disse:
_ Agora vou comer essa bucetinha ,e depois eu quero seu rabinho ,você me dá.
E como eu ia negar a bunda para quem estava me dando tanto prazer.
A Bruna pois uma camisinha no pau dele e ele começou a meter, minha irmã deve que tampar minha boca para eu não gritar,doeu muito mas depois foi maravilhoso ,eu gozei mais uma fez e dessa vez quase desmaiei de prazer,logo ele gozou também.
Quando achei que tinha acabado e o cuzinho ficaria para outra ocasião vejo minha Irma chupando o pau do nosso irmão que nessa altura estava mole,aos poucos foi ficando duro na boca da Bruna, que sabia como ninguém chupar um pau, depois a Bruna padiu para eu deitar com abundinha para cima,a safada abriu minha bunda e começou a chupar meu cu,como a língua dela era gostosa,nunca imaginei que sentiria prazer com minha irman chupando meu cu,mas era uma coisa muito boa, eu não queria que ela parasse,mas o objetivo era o Marcos me enrabar, ele me puxou me colocou de quatro ,encostou aquela pica enorme no meu buraquinho e começou a meter,com muito força aquela vara entrou, eu chorava de dor e prazer,meu cu era muito pequeno para um pau daquele tamanho,mas depois eu comecei a gostar, mas meu irmão gozou muito rápido enchendo meu cuzinho de porra. Depois ele foi para o quarto dele e eu a Bruna durmimos na mesma cama e agarradinha, mas sem sexo o resto da noite eu estava toda dolorida. Hoje nos transamos sempre, mas a Bruna apesar de muito safada ainda não deve coragem de dar aquele bundão, e eu com uma bundinha pequena não canso de dar o cuzinho ,mas só quem como a gente é nosso irmãozinho.