Aos 11 Penetrado e Apaixonado(Part5) O dia seguinte e o bumbum do Vitinho

Click to this video!

Para quem começa a ler aqui, sugiro ler as partes:
1,
2,
3,
E 4, para entendimento…
Depois que papai havia tirado o resto do meu cabaço, pois Dane tinha começado, tomamos banho, e estávamos muito cançados… Da viagem, e das sessões de sexo entre nós 3. Primeiro entre papai e Daniel, e depois e a mais intensa entre papai e eu.

Fomos nos deitar e papai e Dane dormiram logo…
Eu não conseguia. Primeiro por estar sentindo ainda muita dor no reto esfolado, e depois por não acreditar que papai comia Dane, e ainda tinha colocado ele para me preparar para ele tirar o resto de minhas pregas.
Fui dormir umas 2h00… Já no domingo acordei por último, com os gemidos de papai, que era chupado por Daniel… Quando eles me viram deram um sorriso para mim.
Eu estava com meu corpo todo dolorido… Parecia que eu estava com uma gripe daquelas…
Falei pra papai que não tinha forças pra levantar, que eu achava que estava doente…
Papai falou que era normal, que quando o pai dele tinha comido ele pela primeira vez, ele também tinha acordado daquele jeito, mas que tudo ficaria bem.
Ele falou que eu receberia tudo na cama, e que não precisava me levantar…
Então ele afasta Daniel e começa a me beijar… Pegando no meu pinto, já que havíamos dormidos os 3 nus…
Papai levanta com todo o cuidado minhas pernas me causando pânico, pois eu pensava que ele queria me comer denovo, o que eu choramingando falei:
Papai… eu não vou aguentar… Ta muito doído.
Papai fala:
Igor papai não vai fazer nada… Só quero olhar teu bumbum filho, pra ver como que tá.
Então ele abre minha bundinha com todo o carinho, e diz:
Dane vem ver como ficou…
Ele e Daniel examinam meu bumbum, e falam:
Ficou igual ao meu tio… quando você me comeu a primeira vez.
Papai fala:
É tá bem vermelhinho, mas vai voltar ao normal…
Dane lambe o bumbum do meu filhote… Massageia ele com sua linguinha, e eu vou chupar o pintinho dele…
Eles falavam como se eu fosse um boneco, que eles usariam quando… E como eles quisessem…
Então os dois começaram… Eu fiquei de lado, com a perna direita levantada, enquanto dane lambia meu cuzinho, e papai sulgava meu pintinho e saquinho como se fosse um aspirador..
Confesso que foi de todos os momentos de putaria que eu tinha vivido até alí o melhor de todos…
Só quem teve alguém lambendo seu cu e chupando seu pinto ao mesmo tempo sabe do que eu falo…
E foi assim durante todo dia… Eles dois só me chupavam… Ora papai no meu cu e Dane no meu pinto, ora eeles trocavam.
Acho que gozei umas 12 vezes naquele dia… Papai comeu Daniel umas 5 vezes…
Já por volta do meio dia foi quando eles foram pegar comida, e eu fiquei sozinho… E eu pensava:
Como seria dali em diante…
Como seria olhar pra minha mãe, e saber que o cara que dormia com ela, metia em mim e meu amigo/namorado?
Quando eles voltaram eu estava de cueca, no que fui reprendido por papai:
Igor… Enquanto nós estivermos nesse quarto… Nada de roupa certo?
Nos 3 vamos ficar pelados ok?
Bom… A semana se passou e uns 3 dias depois que papai havia tirado meu cabaço, ele me comeu novamente… Agora sem que eu quase tivesse sentido dor… Dali por diante, ele nos comia todo dia sem dó nem piedade… Daniel ele comia na hora do almoço, e eu era a noite, pois ele gostava que eu dançasse pra ele, e eu dançava e ele mudava até a expressão do rosto quando eu dançava nu ou de cueca pra ele…
Estavamos tão saciados Daniel e eu, que sequer nos comíamos mais…
Era mais beijos e abraços quando papai não estava presente… Nós no máximo batíamos punheta um pra o outro…
A partir desse momento vocês vão saberem como meu irmão Victor perdeu seu cabaço comigo, e como papai nos comeu, e Vitinho chupou nosso irmão caçulinha quando ele tinha 6 anos…
Papai durante aqueles dias no Hotel me instruía para chegar no Vitinho sem que tivesse merda de alguém descobrir… Como eu deveria abordar ele sultimlmente…
E eu como bom aluno coloquei em prática…
Quando chegamos em casa, faltava uns 7 dias para as festas de fim de ano, e a mãe do Vitinho iria viajar, e ele ficaria em nossa casa, e seria o ambiente perfeito…
Daniel viajou com sua mãe dois dias após voltarmos de viagem, e então seria somente eu e meu pinto, e Vitinho e seu bumbum branquinho e lisinho quase igual a nosso irmãozinho bebê…
Uma tarde papai, minha mãe e nossos irmãos saíram para o supermercado para fazer as compras da ceia de natal, o que fariam na cidade vizinha… Papai já pensando em me ajudar, arrumou uma Istória (Com i… Mesmo) que um cara iria deixar um dinheiro pra ele, e que eu e vitinho ficaríamos sozinhos…
Uns 5 minutos depois que eles saíram, pois papai me ensinou a ter uma zona de segurança pra que não tivesse oportunidade de eles esquecerem algo e voltarem, eu começava com nosso plano…
Chamei Vitinho no meu quarto pra brincarmos… Eu estava com um short de futebol sem cueca…
E quando ele Chegou eu puxei ele e joguei ele na cama, e comecei uma lutinha… Ele tava brincando sem nenhuma malicia e num golpe de sorte coloquei ele de costa deitado na cama, e comecei a esfregar meu pinto que já tava quase rasgando meu short no seu bumbum… Vitinho na hora se calou…
Eu pensava e estava preparado pra levar um esporro do puto, pois ele posava de machinho na minha frente… Mas não foi o que aconteceu… Eu falava no ouvido dele:
Se livra de mim Vitinho agora… Seu irmão é mais forte e maior do que você…
Ta sentindo como eu sou maior e mais duro do que você?
Ele só falava:
Perai que to tentando minha energia secreta…
Mas a verdade era que ele tava adorando aquilo tudo…
Então eu fiz uma coisa que nem eu acreditei… Virei o rosto dele de lado, e beijei sua boca… Ele tentou me empurrar, falando que ele não gostava daquilo e taus… E que ele ia falar pra nosso pai… Eu segurei mais forte ele e beijei novamente, e atolei mais meu pinto mesmo por cima da roupa nele, e ele foi se derretendo pra mim…
Eu saio de cima dele, e com uma voz firme como nosso pai ensinou falo:
Abaixa a roupa Vitinho…
Ele olha pra mim sério e fala:
Ta maluco? E se nosso pai chegar?
Eu falo:
Eles só voltam no final da tarde… E eu quero botar meu piru no teu bumbum… Vai logo…
Ele tira a camisa, e abaixa o short até os juelhos e eu falo:
Tira tudo Vitinho…
Ele resmunga algo mas tira toda a roupa…
Ele olha pra mim e fala:
E você vai ficar assim?
Eu falo:
Não… Agora vem e tira minha roupa…
Ele tira minha camisa, e pega no meu pinto ainda com o short… E fala:
É Grande e grosso né? E ta bem duro viu…
Eu falo Tira ele pra fora e pega nele…
Ele tira e começa a segurar…
Eu me balanço e meu short cai nos pés…
Eu falo:
Quero que você cheire ele e fale o que você acha…
Ele fica de juelhos e começa a cheirar meu pintinho…
Ele fala:
É bom… Muito bom…
Da vontade…
Eu falo:
Vontade de que?
Ele fala:
De chupar…
Então ele coloca meu pintinho na boca, e eu falo a mesma frase que Daniel falou pra mim a primeira vez que eu botei seu piru na boca:
Chupa olhando pra mim… Toda vez que você me chupar, eu quero você olhando pra mim certo?
Eu tinha um ar autoritário, mas foi como papai queria…
Vitinho não falava nada… Só me chupava com dedicação total…
Então eu falei… Levanta e deita na cama com a bunda pra cima…
Ele deitou e já sabia o que ia acontecer… Ele abre as duas bandas do seu bumbum, e me fala:
Vai devagar pra não doer ta?
Falo:
Claro irmão… Vou te comer bem gostoso, e botar leite na tua bunda…
Ele fala:
Já sai leite do teu piru?
Claro que já sai… vou colocar primeiro na tua bunda, depois na tua boca…
Então eu cuspi no seu buraquinho e fui colocando um dedo… Mando ele por minha rola na boca, e babar ela toda…
Ele coloca tanta saliva, que escorre na minha perna, e molha meu saco…
Então fico de juelho por trás dele na cama, e aponto bem no buraquinho…
E começo a enfiar… Ele reclama que doía, mas eu nem dava ouvidos…
Chamava ele de putinho gostoso, e ele começava a gemer…
Falava pra ele:
Vitinho… De quem é esse bumbum quentinho e apertadinho?
Ele não falava…
Vitinho de quem é esse bumbum apertado?
Ele calado…
Então dei um tapa com força na nuca dele e falei com raiva:
Responde seu viado…
Ele fala:
É Teu Igor… Meu cu é teu, e quero que você mete essa sua rola e goze dentro de mim…
Eu comecei a bombar bem gostoso, e depois de uns 5 minutos metendo aviso:
Vitinho… Se prepara que eu vou colocar leite na tua bunda…
E eu gozo uma quantidade até razoável de porra…
Depois eu tiro meu pinto do seu reto e falo:
Agora chupa e deixa ele limpo…
Ele bota na boca e deixa bem limpinho…
Quando terminamos tomamos banho, e lá eu chupo ele pela primeira vez… Um pintinho bem pequenininho… Parecia com o de Mateus que tinha apenas 4 anos…
Quando papai chegou, fiz um sinal pra ele pra ele saber que seu filhinho biológico tinha levado rola…
Coloquei um dedo dentro da roda que fiz com a outra mão…
Papai me deu um abraço e falou no meu ouvido:
Você não me decepciona nunca… Igor Te amo…
No próximo e último conto como foi que cheguei até aqui…
Como estão todos os personagens desse relato…
Só pra esclarecer:
Não é um Conto… É um relato ok?
Mas pra eu terminar essa história, comentem…
#Aos11