fodendo minha prima milena


Click to Download this video!

Minha vida era rotinê-la ate que minha prima que morava numa cidade do interior venho morar em minha casa para poder estudar, na minha casa moravam apenas eu e meus pais.e minha irma Logo que minha prima que se chama milena chegou fiquei de boca aberta, pois fazia uns2 anos que não avia, ela tinha 16 anos era morena 1,70 m de altura, seis fartos, pernas bem torneadas e uma bunda maravilhosa; fiquei louco era muito linda e gostosa e iria morar na minha casa. Ela ficava num dos quarto de visitas ao lado do meu, meus pais dormiam no final do corredor, um quarto apás o dela. Na primeira semana comecei a conhecê-la melhor conversando e ajudando nas tarefas da escola. “Estudávamos na mesma escola eu no 2ª ano do ensino médio e ela no 1ª ano do mesmo, quando ela chegou à escola chamou a atenção geral dos marmanjos todos queriam uma aproximação da gostosa novata, meus amigos não cansavam de me chamar de primo e queriam toda hora ir a minha casa.Por ser nova na cidade milena não tinha amigos apenas uma colega de aula que avia feito amizade e eu me encarreguei de colar nela para tentar algo mais, pois estava louco para dar uns pegas na priminha; comecei a levara-la para conhecer a cidade, no shopping etc.. Eu frequentava um clube, onde fazia varias atividades, sala de jogos, e muito mais entretenimentos; eu comecei a levar ela para o clube, onde fazíamos varias atividades, e com o passar dos meses estávamos muito práximos e amigos, meus pais nem desconfiavam de minhas reais intenções, pois para eles eu era o primo gente boa que estava dando uma foça para a prima do interior. Um dia estávamos em casa e estava muito quente apesar do ar condicionado, então convidei Priscila para irmos à piscina nos refrescar, ela disse que não tinha roupa apropriada para tomar banho de piscina então resolvi ’dar um jeito fui ate a loja de roupas do bairro e comprei um biquíni, claro que escolhi um bem pequeno e sensual. Entreguei a ela o biquíni e disse que aguardava na piscina, estava muito ansioso para vela na aquele biquíni sensual, alguns minutos e ele desceu quando ela apareceu quase tive um treco, estava maravilhosa na aquele biquíni, nossa deu para ficar de pau duro sá de ver! Ela entrou na piscina e então eu resolvi que iria partir para cima era a minha chance, comecei a brincar com ela, estávamos sá nos dois na casa, notei que ela estava bem atiradinha e percebi que era a chance de atacar; estávamos conversando e tomando umas ices na beira da piscina quando peguei e dei um beijo nela, ela retribui e ficamos num belo dum beijão, apás o beijo não consegui segurar e meu pau ficou duro igual aço, minha sunga quase rasgou, ela deu uma olhada e deu uma risadinha safada; então percebi que poderia rolar uma transa, peguei e perguntei a ela:- o que você acha de irmos ate o quarto para fazermos algo mais interessante? Ela olhou e disse:- pode ser!Nossa meu pau parece que iria saltar para fora da sunga, iria comer a priminha! Mas quando já estávamos entrando na casa meus pais chegaram puts tudo foi por agua abaixo fiquei puto da vida, e percebi que ela também ficou decepcionada foi então q tive certeza que ela estava afim!Na aquela noite durante o jantar percebi que ela me olhava de maneira estranha, ficava me olhado com uma cara de safada. Apás o jantar fomos olhar um filme na sala de estar, sentei ao lado dela e estávamos sozinhos, meus pais estavam na piscina tomando uns drinks. Não resisti e comecei a beijar ela nossa era uns beijos de tirar o folego, mas atento aos coroas. Foi então que eles vieram para a sala de estar e tratamos de disfarçar e agir naturalmente olhamos o filme e fomos todos dormir deitei na cama, mas não conseguia parar de pensar nela e na transa que poderia ter rolado, foi então que recebi uma mensagem no meu celular que dizia:- se você quer fazer algo interessante venha ao meu quarto, estou muito excitada. Ass.: milena Puts fiquei loco e não tive duvidas peguei umas camisinhas e um lubrificante e fui ate a porta do quarto dela tentando fazer o menor barulho possível para não acordar meus pais, bati levemente na porta quando ela se abriu e eu entrei. Ela estava sá de calcinha e sutiã, não perdi tempo e parti para cima dela beijando-a e apalpando aquela bunda deliciosa. Apás beijos e amassos meu pau parecia que iria rasgar a calça, então peguei e tratei de tirar aquele sutiã tirei e apareceu um par de fartos e lindos seios, cai chupando aquelas tetas e fazia aquela cara de prazer, apás chupar aquelas tetas baixei ate a calcinha e tirei-a, surgiu uma bucetinha linda depiladinha e já toda molhadinha, botei ela deitada na cama e tratei de dar aquela chupada na xaninha molhadinha dela, apás deixar ela bem excitada, fiquei em pé a deixei abaixar minha calça e cueca, meu pau saltou para fora, estava bem duro e ela fez uma cara de espanto ao ver meu cacete, pois acho que ela nunca tinha visto um grandão daquele tamanho, ela olhava para ele com a cara de susto e tensão então perguntei:- o que houve não gostou do meu cacete? Ela respondeu:- ele e tão grande e grosso, não sei se vou aguentar tudo isso, eu tive apenas uma transa na minha vida e o cara não tinha nem a metade de pau que tu tem.Foi então que percebi que ela ela muito inexperiente, e nunca tinha dado para um cara de verdade que fizesse suar frio, mais iria ser hoje que eu iria mostrar para ela o que era uma transa de verdade. Tratei de tranquilizar ela disse que eu iria com calma e que ela teria a melhor transa da vida dela; sem mais demora pedi para ela fazer um boquete, ela então começou a chupar meu cacete um pouco sem jeito mais começou a gostar e logo tomou conta do meu pau, apás um belo boquete estava toda excitada e eu também então estava na hora de dar um trato naquela bocetinha, deitei ela na cama de barriga para cima abri as pernas dela e entrei para o meio primeiro passei meu pau na bocetinha e então comecei a botar para dentro, botei a cabeça e devagar botei ate a metade, ela chegava a se torcer de tensão eu tinha vontade de tacar ate as bolas, mais fui bem devagarinho apás algumas penetradas botei ate o talo e comecei a bombar com mais força nossa era tão apertadinha e quente. Eu estava por cima papai e mamãe e cravava com bem mais pressão ela estava louca de tensão chegava cravar as unhas nas minhas costas enquanto eu a beijava e chupava suas tetas, apás alguns minutos pedi para ela ficar de quatro ele ficou e empinou o bundão cheguei por trás e botei ate as bolas ela chegou a se retorcer, segurei pelas coxas e botei pressão ela gemia e gritava achei que iria acordar meus pais então botei um travesseiro para ela encostar a boca e cravei sem dá eu estava por cima ela não tinha oque fazer apenas gemer e aguentar firme ficamos minutos na quela posição foi quando ela disse que estava quase gozando eu aumentei a velocidade e ela chegou ao clímax chegava a suar de tanto tensão, mais eu ainda queria muito mais, pedi para ela sentar no meu pau ela sentou e bombo ate o talo, foi quando a camisinha estourou, tirei de dentro e peguei outra camisinha, mais ela disse que queria dar uma chupada no meu mastro ficou de joelhos e chupou ate cansar botei ela de bunda para cima e chamei no ovo apás vários minutos comecei a sentir vontade de gozar e disse que iria soltar o leitinho tirei de dentro da bocetinha e tirei a camisinha já estava quase gozando, mais segurei e pedi para fuder o cuzinho ela ficou com um pouco de receio mais liberou, eu iria tirar o cabaço do cuzinho dela e gozar lá dentro, lambuzei meu pau de lubrificante e comecei a botar a cabeça na aquele buraquinho apertadinho apás a cabeça ter entrado segurei firme e dei um cravasso e botei tudo para dentro ela chegou a morder o travesseiro apás deixar tudo lá dentro comecei a bombar devagar ate o cuzinho se arregaçar apás algum tempo aumentei a pressão e ela já estava quase gozando de novo quando eu disse que iria gozar dentro do rabinho dela, minhas pernas começaram a tremer e então gozei dentro do cuzinho foi umas cinco cuspidas que chegou a escorrer para fora eu estava no céu nunca tinha tido um orgasmo tão bom igual aquele. Quando tirei para fora escorreu porra pelo cuzinho parecia uma fonte de porra aquele buraco. Apás aquela transa comecei a frequentar o quarto da priminha regularmente, ela adorava minhas visitas noturnas e cada vez mais melhorava a desempenho na cama e eu cada vez mais adorava minha priminha do interior.