O mecânico consertou meu ônibus e comeu minha esposa


Click to Download this video!

olá pessoal, boa tarde, eu trabalho com transporte escolar e de passageiros com um micro ônibus, minha esposa trabalha comigo, como auxiliar de viagem, para embarcar e desembarcar os estudantes menores, e nas viagens com passageiros, ela sempre me ajuda da forma que preciso. Ao voltarmos de nosso itinerário na sexta, percebi que o motor começou a fazer um barulho um pouco diferente. Terminei o percurso, e quando seguia para nossa casa, o motor apagou em uma rua menos movimentada. Consegui estacionar e abri a tampa do motor que fica por dentro da cabine, e eu apesar de já ter uma certa experiência, não consegui identificar o problema. Minha esposa a meu lado tentava me ajudar, mas tambem não adiantou muito, pois ela não entende mecânica. Uma meia hora de tentativas de faze-lo pegar e nada, quando decidi ligar para um mecânico, nesse momento um rapaz negro, me pergunta pela janela do motorista o que estava havendo, expliquei a situação e ele disse que trabalhava de mecânico e que tentaria me ajudar. aceitei sua ajuda e ele entrou no nosso veiculo, cumprimentou minha esposa e se sentou ao lado do motor e começou a verificar o que podia ser, eu e minha esposa estávamos ao lado, e ele ia verificando e dizendo as prováveis causas. Ele estava de bermuda e camiseta, normal pois aqui faz muito calor, e aos poucos fui reparando que a medida que ele se posicionava para olhar alguma coisa, minha esposa começou a ficar inquieta. A principio achei que era o calor, mas em um momento olhei para os seios dela e dava para ver os biquinhos endurecidos marcando sua blusa, não entendi o porque, mas ao voltar meu olhar para o cara que mexia no motor descobri o motivo dela estar excitada, a ponta do cacete dele aparecia pela beirada da bermuda, o cara tava sem cueca, e seu pau aparecendo, sem que ela percebesse, comecei a reparar suas reações, e tinha hora que ela olhava, abria um pouquinho a boca e mordia de leve o labio inferior acho que imaginando chupar aquela vara preta, e o cara ali, tentando consertar o motor do ônibus e sem saber que era desejado por minha esposa, e ela sem saber que eu já havia percebido o tesão dela. aquilo tambem começou a me excitar, minha esposa que nunca havia ficado com ninguem além de mim, estava tendo desejos por um desconhecido. Então sussurrei no ouvido dela “esta com vontade de transar com ele né?”, ela tentou disfarçar negando, mas eu insisti “não minta, ví como seu seios estão furando a blusa e como olhava para o pau dele saindo da bermuda”,ai ela não teve como negar, então fiz com que ela se sentasse perto dele, e ela foi ficando mais e mais excitada com a situação, nesse momento decidi dar um empurrãozinho a situaçao, peguei na mão de minha esposa e a fiz pegar de leve no pau dele, quando percebeu a mão dela em seu pau, se virou assustado, e dando de cara com minha esposa a seu lado, e eu olhando para os dois, então eu disse para ele” sua pica estava aparecendo e isso deixou minha esposa excitada” e ele respondeu” se ela quiser, pode pegar”, minha esposa a principio sem jeito e eu a incentivando, pegou no pau dele e começou a alisar, ai ele falou para ela chupar, minha esposa ficou indecisa olhando para mim, então como forma de incentivo falei”vai amor chupa esse pau que tanto desejo despertou em você”, minha esposa começou a chupa-lo, e ela começou a gemer, depois de uns cinco minutos, ele se levanta e a pega pela mão, abaixa a saia que ela usava, faz ela ficar de quatro na poltrona do ônibus e a penetra ali mesmo, minha esposa começa a gemer na rola dele e em poucos minutos ela já estava gozando na vara dele, e quando mais ela gozava, mais ele bombava e depois mais uns quinze minutos de varadas na buceta dela, o negão anuncia que vai gozar, e despeja a porra dentro da buceta dela. Dai a pouco ele tira o pau da buceta da minha esposa, e ai escorre um tanto de porra pelas pernas dela, que pega uma flanela e se limpa. Depois de descansarem, ele fala que vai terminar de consertar o ônibus, e volta para o motor e mexe mais uns quinze minutos e ai faz ele pegar, me explica qual peça preciso trocar e diz que dá para andar com ônibus até o outro dia, nesse tempo minha esposa ficou lá, na poltrona se recuperando da foda que havia dado com ele. Então começo a dirigir e pergunto onde ele mora, que me diz seu endereço, e se senta junto com minha esposa, pelo retrovisor interno, pude vê-la chupando o pau dele novamente, e enquanto dirigia eles transavam lá trás , escuto minha esposa gozar mais um monte de vezes no percurso, quando chegamos em seu endereço, ele me faz uma proposta, diz que mora sozinho e perguntou se não queriamos passar a noite lá, então eu falo que eu não poderia pois teria que resolver mais uns assuntos relativos ao frete do outro dia, mas se minha esposa quisesse poderia passar a noite lá. Ela me deu um beijo, disse que me amava e desceu do ônibus com ele, que entrou de mãos dadas com ela em sua casa. dei meia volta com o ônibus e fui embora, passei a noite me punhetando, imaginando a surra de vara que ela estava tomando. Quando foi no outro dia, fui a casa de peças trocar o a peça que estava estragada, e assim que fizeram o serviço, que levou umas duas horas liguei ara minha esposa dizendo que iria busca-la, ela disse que já estaria me esperando. Quando cheguei lá buzinei, e sai minha esposa, o mecânico e mais um cara da casa, ela da um beijo na boca dos dois e entra no ônibus, me beijou dizendo que eu era o melhor marido do mundo, e me que depois de meter nela umas duas horas, ele ligou para o amigo dele, e os dois a foderam durante uma boa parte da noite e de manhã. Agora de vez em quando ela dorme lá com eles e as vezes eu tambem passo a noite com eles lá e vejo minha esposa ser totalmete fudida pelo mêcanico e seus amigos.