Sobrinha safadinha


Click to Download this video!

Meu nome Paulo, tenho 26 anos, casado, trabalho como segurança, moro na baixada fluminense, R.J
O que irei contar aconteceu a pouco tempo atras, tudo por acaso. Minha esposa tem uma irmã que mora em outro município e precisou passar alguns aqui em casa pois precisava fazer uns exames e inscrições para um concurso e trouxe sua filhinha Jessica de 12 aninhos, branquinha, bonitinhas um corpinho em plena evolução, mas não tinha maldades com ela, mas ela tinha maldades comigo, rsrsrs. Passei a reparar que quando eu estava sozinho, ela sentava mo meu colo e me dava beijinhos e dizia que eu era muito legal, quando escutava que estava chegando gente, saia do meu colo, as vezrs na sala ficava de perninhas abertas, mosyrando a calcinha, quando aparecia gente, colocava a almofada em cima,as vezes saia do banho enrolada na toalha e sentava no meu colo e ficava penteando o cabelo, aquilo estava começando a me excitar. Como eu trabalho de 14:00 as 22:00 e tenho folga. As vezes minha esposa saia com a irma para ir ao medico e eu ficava em casa com Jessica sozinho, quando ela acordava, vinha logo ficar no meu colo, não fazia nada, tinha medo de dar merda. Certa vez minha cunhada saiu cedo e minha esposa ficou de encontra-la e levaria Jessica, pois poderia nao da tempo de chegar antes de eu sair para o trabalho, minha esposa no banho eu eu na cozinha, ela aparece de camisolinha transparente, mostrando os peitinhos e a calcinha de algodão, sentou no meu colo, encostou a cabeça no meu ombro e disse, ainda estou com sono, falei, entao acorda que voce vai sair com sua tia, ela disse que nao queria ir, quando minha esposa desligou o chuveiro, Jessica falou, tia acabou o banho ce correu para o quarto,minha esposa se arrumando e disse, Jessica ta dormindo ainda, to com pena de acorda-la, vamos fazer o seguinte, eu te ligo dizendo se vamos demorar, qualquer coisa voce leva ela ate onde estamos, disse ta bom! Minha esposa saiu e ela perguntou, tia ja foi? Disse que sim, e ela falou, tio, to com preguiça, fica aqui comigo, fiquei perto dela e mandou eu deitar perto dela, resolvir arriscar, , eu estava de short de pijama, sem cueca e a pica durissima, encostei na bundinha e ela se encostou mais, beijei seu pescoço e fui alisando seu corpinho, segurei seus peitinhos e tirei a camisolinha a deixando só de calcinha, mamei bastante os peitinhos e fui descendo para a bucetinha e ela falou, tio ainda sou virgem na pererequinha, mas atrás não sou mais, fui a loucura, quanto tempo não via uma virgenzinha, cai de boca, chupei bastante, a fiz gozar na minha lingua, depois a coloquei de quatro e fui pincelando minha piroca na bundinha, chupei, lambi, cuspi, , enfiava a lingua e fui apontando no buraquinho, ela tentava sair e eu a segurava, passou a cabeça e ela deu um gritinho de dor, parei um pouquinho e forçava mais e entrava, ja estava mais do meio e pedi para ir rebolando e controlando a situação, a safadinha fazia gostoso, com a cabeça no colchão e com a bunda pro alto, subia e descia devagarzinho e eu apertando seus peitinhos, dava tapas na bundinha e a chamando de safadinha, comecei a bombar e ela gemendo, , forcei as estocadas e gozei bastante dentro do seu cuzinho, caimos exaustos na cama e a beijava e dizia que ela e muito gostosinha. Comecamos a conversar e disse para nao deixar a tia perceber, disse que iria ficar na dela. Resolvir perguntar como ela ja transava com essa idade, se tiinha sido no colegio, namoradinhos, como aconteceu. Me pediu segredo, disse que poderia confiar. Falou que foi o tio dela, que comecou, perguntei quem? Tio Fabio!( Caracas! irmão da minha mulher) Que quando o pai viaja a mãe chama ele para dormir lá e uma vez ela viu ele transando com a mãe dela (Caraio! é mesmo?) Toda vez que ele vai lá, eles transam e um dia ele me viu olhando e como não falei nada e um dia estava sozinho em casa, me mandou chupar o pau dele e depois comeu meucuzinho e sempre quando vai lá, quer comer meu cuzinho e diz que vai chegar a hora de comer minha bucetinha. Fiquei abestalhado de saber que o muleque papa a irmã e a sobrinha. E perguntei. Sua mãe sabe que ele faz isso com você? Não! E nem sabe que eu sei que eles transam. E eles fazem o que? Ela chupa o pau dele, senta em cima dele e depois ele come também o cu dela, que fica pedindo para botar com força.
Fui me arrumar para trabalhar e logo depois as duas chegaram e fiquei olhando a carinha sonsa da putinha da minha cunhada.
Fui trabalhar satisfeito por ter comido um cusinho novinho delicioso.
Valeu.