Aos 10 anos e muito safadinha- O namoro


Click to Download this video!

Me chamo Marcos, há muitos dias que não escrevo sobre minhas aventuras com a Kamila, uma garotinha de 10 anos que comecei um relacionamento meio maluco, hoje ela está com 11, prestes a completar 12, e o que vou narrar aqui, são fatos reais.
Depois que tirei o cabaço da Kamila, chegamos a transar mais umas 6 vezes, e ai ela pegou férias e foi para fazenda de uma tia na região de Marabá-PA, e quando ela voltou, eu havia viajado de férias também, trocamos mensagem pelo zap, e ela me disse que lá na fazenda, transou com uns primos dela, aquilo me deixou puto, ao ponto de dizer a ela que não mais a queria, que ela seguisse sua vida, a safadinha disse que foi muito bom, que um tinha 16 anos e o outro era mais velho, tinha 21, que o pau deste de 21 anos, era maior e mais grosso que o meu e que ela chorou bastante, quando ele a penetrou no cuzinho, mas que depois ficou bom, e que durante os 30 dias que ela ficou por lá, eles transaram quase todos os dias.
Nossa eu fiquei puto, com muita raiva e cheguei a transparecer para minha esposa, que me perguntou o que estava acontecendo, eu inventei uma história do meu serviço e ela meio desconfiada, acreditou assim mesmo. A minha vontade era voltar de férias logo, porém, havia ido de avião e a programação era para 15 dias de descanso e estávamos apenas a 6 dias em fortaleza.
O fato é que acabou a graça da viagem, e todos os dias a safada me contava detalhes das transas com os primos, e isso só me deixava pior do que eu estava, eu me excitava bastante e batia punheta, escutando seus áudios, mas, no fundo, estava no maior baixo astral, de péssimo humor. Só que o que é ruim, pode piorar, e foi o que aconteceu, pois quando cheguei de férias, liguei para ela, tentando marcar um encontro, e nada dela atender, tentei durante uns 4 dias seguidos e nada, e um dia tomei coragem e fui até o serviço de seu pai e lá chegando, encontrei com ele e inventei uma desculpa de que estava passando por ali e o vi e resolvi parar, perguntei como estava as coisas, os negócios, e ai cheguei onde queria, que era saber onde estava a filha dele, claro que cheguei perguntando da família e ele disse que a mulher estava no trabalho também, mas que a Kamila, havia ido com a tia para a fazenda, e só voltariam no domingo. Depois fiquei sabendo que sua tia veio fazer uns exames por aqui e que a Kamila pediu para ir com ela, e que quando ela viesse receber os exames, ela a traria de volta, e assim aconteceu.
Quando a Kamila chegou, ela visualizou as mensagens e me ligou e marcamos de sair, porém, não foi fácil, devido suas aulas, tivemos que esperar até o início das aulas de musica, pois, assim ficaria mais fácil. A ansiedade me deixava maluco, e quando finalmente nos encontramos, ela pulou em meus braços e me tascou um beijo na boca e fez algo que não estava esperando, a safadinha, foi da casa da avó até o motel, chupando meu pau, e quando entramos no motel, ela correu e deitou na cama e me chamou: Tio me faz sua puta, mata minha saudade de você
Aquilo me deixou a mil e eu tirei toda sua roupa e também a minha e cai de boca naquela bucetinha linda e enquanto chupava ela, fiquei lhe perguntando dos primos e a safadinha me contando os detalhes e em pouco tempo ela gozou na minha boca, então, levantei ela e disse: agora vem me chupar sua putinha safada, ela veio toda feliz e começou a me chupar e que delicia, ela estava mais experiente e em poucos minutos me tirou leite do pau.
Deitamos na cama e ela me contou que seu primo de 16 anos, iria vir morar aqui na cidade e que ele queria namorar com ela, eu disse de início que não, mas depois, falei, olha, namore com ele, pois vocês tem quase a mesma idade e seus pais não irão desconfiar dele, ela sorriu e disse que sua mãe já sabia que ela havia trocado uns beijos com ele, só não sabia que ela tinha dado cu, buceta e boca pra ele foder, nossa, quando ela falou isso, meu pau ficou feito pedra novamente e eu a deitei sobre minha barriga e mandei ela chupar ele mais um pouco e depois disse: fica de quatro sua puta, e assim ela fez, ai peguei um Ky que sempre tenho no serviço e untei seu cuzinho e safada simplesmente disse: mete sem dó tio”
A filha da puta havia se acostumado ao pau do primo mais velho, e isso me deixou com raiva, e cheguei perto de seu cuzinho e lhe segurei pelas ancas e numa só estocada em empurrei meu pau pra dentro daquele cuzinho, fazendo a Kamila gritar:
Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaiiii tio, está doendo
Comecei bombando devagar, e na proporção que entrava, fui aumentando o ritmo e a Kamila começou a chorar e a pedi pra parar, porem, eu estava em êxtase e cada gemido ou grito dela, me dava mais vontade de socar tudo nela, ela começou a agarrar o lençol da cama e a morder o colchão e gritar ai ai aiaiiiiii
Isso durou uns 15 minutos até comecei a gozar dentro de seu cuzinho e ai que me lembrei que havia penetrado ela sem camisinha. A Kamila ficou quieta por uns segundos e depois se levantou e foi ao banheiro se limpou e veio até onde eu estava e me deu um beijo e depois limpou meu pau que já estava mole e eu acho que havia um pouco de cocô, mas a safadinha deixou ele limpinho e depois deitou ao meu lado e colocou sua cabeça no meu peito e disse: Tio, nada vai mudar entre a gente, quando o Edu chegar e que tivermos namorando, eu vou sempre dar minhas escapadas com você.
Mas o fato é que eles estão namorando já faz 7 meses e hoje exatamente 19/01/2017, ela está pra fazenda deles a mais de 20 dias e só tivemos 01 transa, durante todo esse período, pois o carinha não larga dela, nem na aula de musica.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,50 de 2 votos)
Loading...