Eu bêbado, minha prima e minha irmã se aproveitaram


Click to Download this video!

E aí pessoal beleza ? – meu nome é Edgar (vou usar nomes fictícios, mas o resto é tudo verdade) tenho 19 anos, negrinho, 1,71 de altura, tenho um corpo normal (Nem magro, nem gordo, cabelos curtos. Vivos com os meu pais, e meus irmãos, o Gabriel 27, a Jéssica 22 anos e o Ricardo 11 anos, já havia lido alguns contos e adorava ler, mas nunca pensei que algum dia aconteceria comigo. Pronto, vamos ao relatos, isso aconteceu a 2 anos atrás: – Certo dia eu vinha da escola, cansado e suado e com fome, e assim que entro em casa me deparo com a minha tia chorando e a minha mãe também, ela foi dar a notícia de que o meu tio-avó havia falecido e tinham que ir em outra cidade para o funeral. Marcaram a viajem para o dia seguinte, numa sexta-feira . Na manhã seguinte os meus pais acordaram cedo para se prepararem para a viajem, os meus irmãos Gabriel e Ricardo iriam com eles, eu também acordei cedo porque tinha que estudar para a prova que tinha naquele dia, assim que eles foram aproveitei a carona e descí na escola. Para a minha sorte, a prova correu bem. Assim que volto pra casa, cansado, suado e com fome como sempre kkkk, encontro a minha prima Laura (18 anos) no sofá vendo Tv, fiquei feliz por vê-la pois se passaram muitos anos desde que ela viajou, e eu fui dar um um oi pra ela: – Oi priminha, tudo bem ? – Tudo priminho, nossa quanto tempo hein kkkk ( ela rindo) – Lógico, faz 100 anos que não te via (Respondí brincando) – Se passou mesmo, vc está bem grandinho já kkkk (Ela rindo) – Bom prima, agora vou tomar um banho pra tirar esse fedor, mas eu volto para a gente conversar tá ? kkk – Tá bom priminho Eu gritando minha irmã na cozinha que estava com fome e ela rindo me atirou com o pano de limpar a louça disse: – Sai daqui piralho, não sou sua empregada Fui pra o banheiro tomar um banho gelado pois estava um calor do inferno, já eu todo nú e tomando banho senti uma presença e quando virei, notei que a porta estava aberta, daí fechei e tranquei, depois do banho fui trocar de roupa e fiz um lanche e fui ao encontro delas na sala. Ficamos lá conversando por muito tempo, eu estava sem camisa por causa do calor, e a minha prima não tirava os olhos de mim, eu estava achando estranho, ela sempre desviava o olhar que é pra mim não dar conta, ficávamos a conversar sobre o que gente brincava na infância, e passando algum tempo ela perguntou: – E aí Edgar, como está a namoradinha ? Disse que estava sem namorada, ela duvidou, mas fingiu que acreditou. Anoiteceu e jantamos e conversamos muito, inclusive sobre o sexo, fiquei excitado mas elas não perceberam. Assistimos um filme terror, e chegou na cena em q rolava sexo, a minha irmã quis mudar de canal mas a minha prima bem safadinha não deixou O filme acabou e eu fiquei com sono, reduzi o volume da tv fui pra o meu quarto sonolento e a Laura não tirava os olhos de mim, achei estranho mas não dei a mínina Entrei no quarto e me deitei, passaram 10 minutos e ví a minha prima na porta do meu quarto me olhando, pensei que estivesse procurando algo . No dia seguinte de manhã, a minha mãe ligou dizendo que só voltaria na quarta-feira, e pela cara de safadinha dela, acho q gostou de ouvir aquilo. Por volta das 18h o meu amigo ligou pra mim e me convidou na festa do aniversário do irmão dele, como era próximo e era num sábado, eu aceitei ir. Chegando lá o meu amigo já vinha ao meu encontro com uma cerveja, dançamos, bebemos demais e exagerei mas dava pra saber o que estava acontecendo, os meus amigos foram me deixar em casa, encontram a Jéssica e a Laura e disseram: – Esse aí tá desligado Eu podre de bebida, fiquei falando coisa com coisa, e disse na minha prima: – Nossa prima você é uma gostosa, que rabão . Elas começaram a rir, e a Laura parece que adorou ouvir aquilo. A jéssica com dificuldade em me levantar me arrastou até a casa de banho, tirou a minha camisa e calça, me deixando apenas de boxas, ela me deu banho gelado, e eu vi que ela molhou a roupa, ela estava sem sutiã e notei que os bicos dos seios estavam bem durinhos, ela estava de uma camisa branca de tecido fino e um shorte bem sexy e a Laura apareceu no banheiro dizendo que eu dava muito trabalho. A minha disse pra Laura continuar me dando banho que ela pegaria a toalha, ela passava a mão em mim bem devagar e aquilo me deixou com tezão, ela viu um volume na minha boxa olhou se a Jéssica tava vindo, Passou a mão no volume e decidiu enfiar a mão dentro e tirou o meu pau pra fora, ela ficou olhando e massageando o meu pau, acho que queria chupar ele, ouvi ela dizendo: – Que pauzão !!! . A Jéssica tava chegando e ela voltou o meu pau dentro da boxa, a Minha irmã viu o volume e deu um susto kkkk, ficaram rindo e a Laura disse: – Parece que ele tá animadinho !!! As duas me levantaram e me levaram pra o quarto, a Jéssica me acordou dando uns tapas na cara – Edgar, Edgar acorda você precisa trocar de boxa ! Eu acordei, um pouco de bebedeira passou por causa do banho gelado, mas fingi ainda estar podre de bêbado, acordei com os olhos parecendo estar pesando, a Jéssica me disse: – Ei alcóolatra, levanta e troca de roupa Elas sairam, eu só troquei de boxa. Passando uma hora ví a Laura entrando no meu quarto, ficou na beira da cama e tentou me acordar pra ter a certeza se eu estava desligado mesmo. Ela me chamava: – Edgar, Ed, Ed ( me dando uns tapinhas) Eu sem reagir, pois queria parecer que estava desligado de bebida . Ela me deu um selinho um pouco demorado ficou passando a mão em mim, beijando a minha barriga, nossa aquilo me deixou com tezão, e o meu pau ficava duro bem devagar, ela viu o volume e foi logo tirando o meu pau pra fora, fazia o movimento de vai e vem com a mão, depois ela ganhou coragem e abocanhou o meu pau com se estivesse chupar algo doce e delícioso, aquela boca quente deixava o meu pau mais duro ainda – Aii Edgar que pau gostoso ! Dizia ela louca de tezão, ela tirou a cueca subiu em mim, pegou roçava o meu pau na xota dela que já estava toda molhada, eu quase gemi, mas tive que me conter para não estragar a brincadeira. Ela esfregava a xota no meu pau, até que deu um suspiro forte, ela gosou deixou o seu líquido em meu pau, aí ela saiu de cima de mim e chupou o meu pau que estava cheio de gozo dela, eu não aguentei e esporrei na boca dela, aquela priminha é uma safadinha mesmo, engoliu tuda minha porra, ela ainda não satisfeita subiu até minha cara, abriu a boca e colocou um seio de cada vez na minha boca enquanto ela tocava na siririca, fazia uma força para enfiar todo o sei e sentir a minha língua tocando na ponta do bico. Ela me deu um beijo e enfiou a língua dela na minha boca sentindo a minha língua junto com a dela, e aí que ouço a porta abrindo e uma voz dizendo: – O que você está fazendo ? Era a Jéssica, ela viu tudo, a Laura um pouco assustada, mas o tezão já tinha tomado conta dela respondeu: – Desculpa prima, mas não aguentei quando a gente estava dando banho nele, fiquei com tezão – Vc é safadinha hein kkk ( Jéssica respondeu rindo ) – Vem brincar comigo priminha – Tá louca ele é meu irmão – Vem priminha, ele está desligado, olha ( me deu um tapa, pra provar, e eu não reagi) Vem priminha, eu acho que voce também está com tezão – Pow, eu tó mas ele é meu irmão . A Laura foi buscar ela e disse: – Esse vai ser o nosso segredinho priminha ! A minha prima pegou o meu pau começou a chupar ainda com mais tezão, ela subiu em mim, pegou no meu pau que não ficava mole, meteu na entrada da buceta dela já lubrificada e sentou no meu pau cavalgando e gemendo gostoso A Jéssica não aguentou e veio me beijar, eu não estava acreditando, a minha irmã estava me beijando, a Laura dizendo: – Isso priminha, beija ele bem gostoso Ela gozou mais um vez no meu pau, eu também não aguentei e gozei dentro da buceta dela, uuuii que gostoso A Laura saiu de cima de mim e chupou o meu pau de novo que não ficava mole, chupou tudinho e disse: – Vem priminha, agora é a sua vez A Jéssica não refilou e subiu em mim, sentou na minha pica E tava rebolando, gente, eu não tava acreditando, a minha irmã tava se aproveitando de mim, que loucura Ela tava cavalgando e me beijando feito louca: – Come a tua mana maninho, come que tá gostoso, come essa putinha come aii que pauzão goza na minha buceta . E a minha prima, me beijando, depois disse: – Agora é a tua vez priminho ! Ela meteu a minha cabeça entre as suas pernas e começou a esfregar a buceta dela na minha boca, enquanto beijava a minha irmã. A Jéssica aumenta o rítimo e deu um suspiro e pude notar que Gozou, mas parece que estava com muito tezão e continuou a cavalgar, gente a minha irmã parecia uma verdadeira puta, não aguentei e gozei – Humm nossa maninho tá dando o seu leite pra sua irmã ! E ela disse bem baixinho em meu ouvido: – Apartir de agora você vai fuder a tua maninha, irmão gostoso ! Depois de tudo, elas fizeram um 69 bem do meu lado e foram embora rindo De manhã as 9hrs eu fui na sala com cara de inocente e de ressacado, sentei e me perguntaram: A festa foi boa hein, curtiu bastante ? E pra não levantar suspense disse que não me lembrava de nada que tinha acontecido, elas se olharam e riram, e eu disse: – Vocês são umas estranhas kkkk . . E aí, gostaram ?’ ( Eu sim kkkkk ) Depois conto pra vocês como elas me pegaram na sala kkkk