Carnaval na Chácara


Click to Download this video!

Moro em uma cidade do interior com a minha mãe, tenho 42 anos e sou separada, minha irmã casula a Lúcia, tem 35 anos e é casada com Humberto de 44 anos.
Minha irmã e o marido nos convidaram para passar o carnaval na chácara, então fui eu, minha mãe, um dos meus irmãos com a esposa dele.
No domingo de carnaval, começamos a beber logo cedo, então o meu irmão e o meu cunhado entraram na piscina, minha mãe ficou no quarto assistindo tevê, então, eu, minha irmã e minha cunhada, cada uma foi ao seu quarto nos trocar para também aproveitar a piscina.
Quando voltei para piscina, minha irmã já estava, até que a minha cunhada vem com um fiodental, minúsculo, a parte de cima mal dava para cobrir os seios fartos, achei que o biquíni não era apropriado, mas…
A bebida já estava fazendo efeito e notei que o Humberto e a minha cunhada trocava olhares, quando a minha cunhada falou que iria ao banheiro, eu falei que iria com ela, no banheiro eu comentei:
– É impressão minha ou o Humberto não tira os olhos de você?
Ela que já estava meio bêbada, respondeu com a cara mais deslavada do mundo:
– É carnaval cunhadinha!
Então ela saiu de volta pra piscina e eu fiquei no banheiro sem saber o que pensar.
Já era quase 16h00h quando minha irmã falou que iria entrar tomar um banho e dormir um pouco, o meu irmão já bêbado cochilava, foi então que eu falei que também iria entrar e tomar um banho, levantei e sai, deixando os três na mesa me escondi e fiquei de longe observando, foi quando a minha cunhada levantou e saiu, entrando em um quarto próximo a piscina, em seguida o Humberto levantou e também entrou no quarto, eu fui bem devagar olhar o que estava acontecendo.
Quando cheguei me deparei com a sena, a esposa do meu irmão estava de costa encostada na parede toda empinada e o marido da minha irmã metendo na buceta dela.
Aquela sena me deixava com ódio e excitação, não sabia se dava um fraga neles ou se saia sem eles me ver, ele metia com força e a puta gemia.
Eu comecei a me masturbar, mas ouvi o meu irmão chamando, então sai bem sápido e fui até ele, o levei pra cama e ele voltou a dormir, fui até o quarto da minha irmã e ela também estava dormindo, quando voltei o Humberto e a minha cunhada já estavam na mesa conversando como se nada tivesse acontecido.
Quando sentei a minha cunhada levantou e falou que também iria entrar e tomar banho, então fomos todos.
Quando desci para jantar apenas a minha cunhada não estava na mesa, minha mãe falou que ia ao quarto chama-la, foi quando eu falei que não, que ela continuasse na mesa jantando que eu iria chamar a minha cunhada.
Quando entrei no quarto ela estava deitada, então eu perguntei:
– Você não vai jantar?
Ela falou:
– Vou sim, é que estou muito cansada, acho que bebi demais.
– Está cansada apenas pela bebida ou por algo mais?
– Como assim algo mais?
– Talvez por ter transado!
Ela sorriu e falou:
– O seu irmão estava tão bêbado que não comeria ninguém!
– O meu irmão não, mas e o meu cunhado?
Ela me olhou rápido e perguntou:
– Seu cunhado, como assim?
– Eu vi que vocês não paravam de olhar uma pra outra, quem sabe ele não te comeu!
Ela então respondeu:
– É! Eu acho que você por está muito tempo separada, tá com ciúmes até da pica do seu cunhado, agora vamos descer que eu estou faminta.
Após o jantar todos foram para os seus quartos.
No dia seguinte após o café da manhã o meu cunhado nos convidou para irmos até a cidade dá uma olhada no carnaval, lá ficamos em um barzinho, bebendo e olhando a festa, quando voltamos já estava perto das 1500h, cada um foi pro seu quarto tomar banho e dormir um pouco.
Então foi quando alguém bateu a porta do meu quarto e pra minha surpresa era o meu cunhado e perguntou se ele podia entrar, eu falei que sim e perguntei o que ele queria, ele então falou:
– Sua cunhada me falou que você está desconfiada, que você acha que ela e eu tivemos alguma coisa e eu gostaria de saber de onde você tirou essa ideia?
Eu falei de imediato:
– Essa ideia eu tirei daquele quarto próximo à piscina, eu vi você comendo ela!
Ele ficou parado sem saber o que falar então eu completei:
– Não se preocupe, eu não vou falar nada do que vi!
Ele então falou:
– Eu não sei o que falar, mas eu sempre falei para sua cunhada que aqui seria arriscado.
Então eu falei:
– Cuidado pra minha irmã e nem o meu irmão ficarem sabendo, putaria é bom, mas têm suas consequências, á quanto tempo vocês tem um caso?
– Faz mais de seis meses, mas havíamos combinado que quando estivéssemos em família, não deixaríamos nada transparecer.
Então eu falei que ela deve ter agido daquela forma pelo efeito da bebida. E ele me perguntou se eu não estava brava com ele e eu falei que ele era um homem bonito e que não seria fácil uma mulher resistir, ele se aproximou e falou:
– Você além de ser bonita tem uma ótima cabeça, pena que você seja minha cunhada.
Então eu falei:
– Eu acho que você é daqueles homens que quanto mais proibida for a transa mais gostosa ela fica.
Então ele falou:
– Você está me provocando!
Eu não perdi tempo e respondi:
– Na minha cunhada você meteu rola, comigo você fica só falando!
Ele me agarrou e me beijou, colocou meus peitos pra fora e chupou, eu tirei o pau dele da bermuda e comecei a chupar, então ele me comeu ali mesmo. Depois eu falei:
– Agora saia do quarto, pois alguém pode nos ver aqui e não vai entender.
Eu tomei um banho e desci, a minha cunhada estava vendo tevê e eu falei que ia ao jardim e quando ela pudesse fosse lá pois eu queria falar com ela, “Talvez o medo, por eu saber dela” ela de imediato ela levantou e falou:
– Espera que vou com você.
Então eu falei:
– Você tem razão em ser a puta do Humberto!
Ela sem entender e com cara de espanto perguntou por quê? E eu respondi:
– Enquanto vocês estavam vendo filme, o Humberto foi ao meu quarto e me comeu até agora e ele já sabe vai me comer no dia que ele quiser.
Então ela fechou a cara, não falou nada e saiu estourando de raiva.
Na quanta feira voltamos da chácara e hoje quinta feira dia 02 de Março, ás 10:23h da manhã o Humberto já ligou marcando um encontro para sábado a tarde, após eu confirmar o encontro, perguntei sobre a minha cunhada, ele falou que brigaram, mas que já está tudo bem entre eles, então eu perguntei, se ele realmente daria conta de uma esposa e duas amantes. Risssssss Ele riu e falou:
– O meu sonho é comer ás três de uma só vez, mas vou me contentar em comer ás duas puta de uma vez, pois a esposa não toparia.
Então eu falei:
– Você me come com quem você quiser meu amor!