Primeira festa


Click to this video!

Meu nome é Rayane, agora tenho 17 anos, sou morena clara, 1,72m e tenho 55kg, a história que vou relatar aconteceu quando eu tinha recém completado 15 anos, meus pai havia feito umas burradas e foi preso, dessa forma eu e minha mãe tivemos que começar a nos virar sozinhas.
Um certo dia, estavamos no shopping e veio um cara boa pinta se apresentando como olheiro de agencia de modelos, nos entregou um cartão e falou pra minha mãe procurar uma agencia que eles iriam fazer o meu book e logo eu começaria a fazer trabalhos, chegando em casa minha mãe ficou receosa, mas como a situação financeira não estava das melhores, resolvemos ir ver o que era, chegamos até a agencia no outro dia, lugar muito bonito, fomos bem atendidos, depois de todas as explicações, minha mãe aceitou eles fazerem um book, fomos ao estudio.
Comecei a seção de foto e tal…mas resumindo, comecei a fazer pequenos serviços e campanhas, até que surgiu um convite pra ir a uma cidade de SC fazer um evento de moda, eu e mais 3 garotas fomos escolhidas, chegando a cidade ficamos em uma casa com 4 quartos sendo 2 suites, a pessoa que foi responsável por nós se chamava Angela e tinha 25 anos ela era da agencia e era uma loira de corpo magro também mas trabalhado de academia, nos instalamos e no outro dia demanhã começamos nosso trabalho, desfilei para 5 marcas de roupas e as outras meninas também fizeram seus desfiles, no final do trabalho, era por volta das 21:30, fomos avisados pela Angela que iria ter uma recepção para as garotas pelos contratantes, fomos pra casa, nos arrumamos com as roupas que a agencia havia mandado, e nos dirigimos para o local, chegando ao local observei que a casa era uma mansão, fomos encaminhados para o salão de festas onde tinham uns 6 ou 7 Srs. e um gayzinho que já havia visto no desfile, o som rolando solto, bebidas, comecei a beber e conversar com um dos caras ele era bem vistoso, mas era um senhor na faixa dos 50 anos, a conversa era agradavel ele perguntando da minha história, falando da dele que ele tem uma empresa que produz roupas de várias grifes nacionais e tal, já estavamos conversando a quase uma hora, quando eu olhei de volta para o salão não acreditava no que via, um dos srs, encostado no balcão e o gayzinho boquetando ele, a Angela estava de 4 no chão chupando um outro e cada garota estava sentada no colo de um cara, com o vestido abaixado e seios pra fora beijando eles, o Sr. que estava ao meu lado Alfredo, falou assim, eles já estão aproveitando, quando menos eu espero a boca dele já estava encostando na minha, tentei recuar, mas ele disse relaxa, eu nunca havia beijado, imagina as outras coisas, fui cedendo aos carinhos dele, logo senti ele abaixando meu vestido e meus seios pra fora, olhei de volta pro salão e vi que as outras garotas ja estavam peladas e ninguem estava dando a minima pra gente, deixei rolar até que senti a boca dele tocar meus seios, no momento tive uma sensação como se fosse um pequeno choque, ele começou a lamber e sugar o biquinho que já estava duro, continuou tirando meu vestido e eu fiquei só de calcinha, quando olhei pra outras vi umas estavam sentadas no colo dos caras rebolando, a Angela estava em cima da vesa de jantar e o Gayzinho estava encostado no balcão com a bunda empinada e o cara atras dele.
como já estava um pouquinho alta da bebida, deixei a coisa rolar, logo senti ele me deitando no sofá que estavamos e tirar minha calcinha, senti sua mão passeando por ela e logo depois algo molhado e macio, olhei pra baixo e vi que ele estava com a cabeça no meio das minhas pernas me chupando, logo senti algo entrando em mim ao mesmo tempo que sentia sua lingua, era uma sensação diferente mais era gostosa, ele dizia assim, nossa como é apertadinha, ai eu respondi que era virgem, quando pude olhar de volta ao salão observei que ainda estava rolando por lá, mas vi que algumas garotas não estavam com o mesmo cara, fiquei sem entender de inicio visto a minha inesperiencia no assunto, quando voltei a me concentrar no que estava rolando comigo senti algo grande encostando na minha bucetinha, logo a pressão foi aumentando e junto uma queimação e ardencia, minha bucetinha foi dilatada derepente e senti algo enchendo ela, nossa a dor foi intensa, mas logo começou a passar e eu sentia o seu corpo encostando no meu e ele segurando minhas pernas no ombro dele, me virou e me colocou apoiada no encosto do sofá como se estivesse de 4 e continuou metendo, logo senti a respiração dele ficar mais ofegante e algo espirrar denro da minha bucetinha, ele tirou e sentou do lado e eu fiquei sentada com a bucetinha escorrendo, logo ele se levantou e foi buscar uma bebida e trazer uma pra mim, notei ele no bar conversando com um outro e olhavam pra mim, ele voltou com a bebida e disse que ia ao banheiro, notei que as garotas estavam com outros caras já, o cara que conversou com ele no bar logo veio até mim e começamos a conversar, ele de pé ficava olhando minha bucetinha que ainda estava escorrendo, logo ele colocou a mão nela e disse nossa o Alfredo te deixou cheia, rsrs; colocou o dedinho nela e começou a enfiar, logo ela acordou, ele se abaixou naminha frente e começou a chupar ela, logo ele se deitou e me puxou por cima dele de forma qu eu ficava sentada no rosto dele e o pau dele ficava de frente pra mim, me empurrou pra deitar e me mandou chupar, nunca tinha chupado mas como a sensação dele me chupando estava boa resolvi curtir e coloquei na boca, sentia um gosto forte, possivelmente era da outra garota que ele havia chupado, mas como ele estava chupando a porro do outro também deixei rolar e estava até gostando daquele sabor, fiz ai então meu primeiro 69 e estava adorando; depois disso ele me colocou de 4 encostada no sofá e veio por tras e começou a enfiar, logo outra garota chamada Any veio pro meu lado e ficou na mesma posição que eu com o cara dele comendo ela, logo ele tirou e senti ele gozando na entrar e no meu bumbum.
fiquei na mesma posição e logo vi o cara que estava comendo a Any falar, vou comer ela e veio enfiando seu pau na minha buceta, poucos minutos vi que ela já estava sendo comida por outro cara, e assim foi, dei pra mais dois e não aguentei mais.
fiquei ali sentada olhando o que acontecia no salão via elas nas mais variadas posições, o gayzinho comendo a Angela enquanto outro cara enrabava ele, e etc.
Passado algum tempo, fui ao banheiro, quando estava retornando para o salão ouvi uma conversa em um comodo, me dirigi até a porta e espiei, vi a Angela recebendo um bolo de dinheiro e dizendo que logo traria garotas novas, sai rapidinho dali, logo voltamos pra casa onde estavamos hospedados, naquela noite fiquei sem dormir pensando, perdi minha virgindade, foi gostoso, mas fui vendida como prostituta, fiquei retraida e quase não conversava com as outras, quando retornamos pra nossa cidade, cheguei em casa e disse pra minha mãe que não queria mais trabalhar naquilo, minha mãe não questionou muito, menos de um mes depois veio a ingrata surpresa, minha menstruação não desceu e como eu era virgem não tomava pilulas esperei mais um tempo e procurei um ginecologista e descobri então que estava grávida, foi um baque, dificil pra falar pra minha mãe, tive que dizer que conheci um cara naquela viagem e me envolvi com ele, ela ficou brava mais aceitou, hoje meu filho tem 2 anos, não consigo mais me relacionar com nenhum cara, pois devo ter algum trauma, mas confesso que curti cada momento daquela festa.