Eu 10 anos e minha irmã 8


Click to Download this video!

Eu Sou Roberto e hoje eu estou com 26 anos, minha irmã Júlia está com 24, tudo começou em nossa infância, eu e minha irmã ficávamos sozinhos em casa já que nosso mãe trabalhava em uma lanchonete para completar a pensão que nosso pai deixou quando morreu, e durante o dia tudo era por nossa conta, a gente estudava de manhã e fica livre a tarde até as 08 da noite quando nossa mãe chegava, porém era proibido sair de casa porque segundo ela por sermos criança era perigoso. Eu e Júlia brincávamos muito, certo dia vimos pela janela um cachorro querendo cruzar com uma cadela e resolvemos brincar de cachorrinho rsrs, olha a merda kkk, minha irmã entendeu por ser mulher era cadela e ficou de boizinho com roupa e tudo, eu subi em dela e fiquei fazendo o movimento de acoplar, brincamos e já estava na hora da mamãe chegar e paramos, no outro dia depois da aula eu estava fazendo o dever de casa e minha irmã me convidou pra brincar, eu perguntei de que? Ela o mesmo de ontem cachorrinho, então fomos sugerir da gente tirar a roupa, então ela disse o cachorro lambia a periquita da cadela e eu tinha que fazer o mesmo, concordei, ela tirou a roupa e ficou nuazinha e mandou eu fazer o mesmos. Também fiquei no e meu pau tava duro que parecia que ia estourar, ela ficou de boizinho e empinou a bunda e disse lembe, e eu comecei a passar a língua na bucetinha da minhas irmã, em pouco tempo ela disse que estava sentindo uma sensação gostosa que era pra eu continuar, continuei e ela começou a soltar umas golfadas de xixi, então e subi nela e fiquei fazendo o movimento e acoplar mais sem introduzir pois não tinha experiência nenhuma mais ela dizia continua que tá gostoso, e com isso eu comecei a sentir um formigamento no meu pau e saiu um liquido branco e meio espesso, não sabia mais tinha gozado, depois disso paramos pois nossa mãe estava pra chegar. No outro dia fomos a aula e lá tinha dois moleques vendo uma revista de mulher pelada e eu pedi emprestado e levei pra casa, minha irmã chegou e já foi querendo brincar, fomos pro quatro e mostrei a revista pra ela tinha um cara chupando a buceta da mulher e a mulher chupava o pau do cara, botei o pau e mandei minha irmã chupar e ela fez muito bem pois meu pau era ainda pequeno, e cabia todinha da boquinha dela, e eu chupava na bucetinha dela. No outro dia entreguei a revista por menino e ele me disse que bacana era um filme que ele tinha em casa, então acertei com ele de ele me emprestar. No outro dia ele trouxe o dvd titulo “AS Brasileirinhas” quando cheguei casa eu convidei minha irmã para primeiro a gente assistir o filme, ficamos na sala mesmo, pois só tinha uma tv na sala com o DVD, assistimos e tinha um cara metendo o pau na buceta da mulher e ela gritando me fode, me fode, depois do filme guardei o dvd dentro do meu caderno e fomos brincar, ela deitou abriu as pernas e mandou eu lamber e fiz depois eu montei em cima dela e fiquei passando o pau na bucentinha dela como o cara fazia no filme, fui me deitando por cima dela e empurrando o pau e por infelicidade ou felicidade acertei o canal e minha irmã deu um gritinho e disse que tava doendo, eu não sabia mais tinha tirado o cabaço da minha irmãzinha de 08 anos, tirei o pau de dentro e tinha um pouco de sangue e fiquei com medo não sabia se era do meu pau ou se eu tinha ferido ela, na verdade sangrou do cabresto do meu pau e sangrou do cabacinho dela, acontece que meu pau inflamou e eu contei pra minha mãe que meu pinto tava inchado e dolorido, minha mãe passou pomada e disse pra eu não ficar esfregando a mão no pau. Dois dias depois eu estava bem minha irmão também, ela me convidou para brincar mais queria que eu só lambesse ela pois achava que ia doer de novo, chupei a bucetinha dela e depois eu subi nela e fui passando o pau na bucetinha dela como estava meladinha de minha saliva o pau foi entrando e entrou tudo e ela não sentiu dor, só me disse que tava ardendo um pouco, ai eu comecei bombar e bombar e senti a mesma sensação de antes e minha irmã também disse que tinha sentido uma sensação muito gostosa. E ficamos assim por mais de um ano, a gente já sabia o que estava fazendo e sabia que era gozo. Uma tarde quando acabamos de foder cansados dormimos e acordamos debaixo de com nossa mãe nos batendo, eu por ser maior apanhei mais fiquei com a costa toda marcada de cinta. Minha mãe me mandou pra casa de minha avó, que não ficava longe de casa, eu só via minha irã na escola, passei um ano afastado de minha irmã, quando a gente se encontrava na escola ela dizia que estava com saudade de nossas brincadeiras disse pra ela falar com a mamãe pra deixar eu voltar pra casa que a gente não ia mais fazer aquilo. No outro dia mãe foi me ver e explicou que eu já era um homenzinho e minha irmã era uma mocinha e que minha irã poderia engravidar. Pedi desculpas a minha e fiz a promessa que nunca mais aconteceria isso, então voltei pra casa minha mãe chamou nos dois e disse a mesma coisa de gravidez e tudo mais e disse que isso era pecado mortal que Deus não dava perdão. A vida voltou ao normal, mais dois dias depois minha irmã convidou pra brincar, a gente já sabia dos riscos então eu chupava o bucetinha dela e ela chupava meu pau ela gozava na minha boca e eu gozava da dela, nossa mãe voltou a ter confiança em nós o tempo passou e descobrimos a camisinha, e nos continuamos transando. Faz 6 meses que nossa mãe morreu, estou formado trabalhando em uma grade empresa e hoje eu vivo como marido e mulher com minha irmã eu nunca conheci outra mulher e ela me disse que nunca conheceu outro homem. Sou feliz com minha irmão ou melhor com minha esposa queremos ter filhos se for possível já nos mudamos do antigo bairro que nos conheciam como irmãos moramos mais distante e levamos uma vida de Casal normal. Está história é verdadeira
deixe seu comentário