minha namorada tem um casal de filhos

Click to this video!
Autor

minha historia me parece normal, já li algumas parecidas aqui
conheci uma mulher numa festa de são joão quando fui passar as festas juninas no nordeste
na cidade de são joaquim do norte
meu nome é rogério
quando cheguei a cidadezinha me alojei numa pouzada, a cidade não tem hotel, e a dona do hotel era uma morena muito linda de seus 28 anos de nome maria e tem um casal de filhos, sandrinha 11 anos e carlinhos 9 anos
a pouzada estava vazia porque era um pouco retirada do centro, exatamente como eu queria para descansar
fui recebido pela morena com um belo sorriso e muito simpatica e ficamos conversando um pouco sobre as festas e logo me dirigi para meu quarto
a pouzada so tinha 2 quartos o meu e mais 1 além do que ela morava com as crianças
entrei no quarto, encostei a porta, fiquei pelado e fui tomar meu banho, nem me preocupei em fechar a porta do banheiro porque eu ja estava com segundas intenções para com aquela morena linda
fiquei uns 15 minutos no banho e quando sai peladão, quem eu encontro brincando em cima da minha cama?
exatamente as duas crianças! eles nem esquentaram quando me viram peladão
a sandrinha até falou, nossa tio o senhor tem um baita piruzão e o carlinho acompanhou a fala dela e disse muito lindo tio, podemos brincar com ele…
arregalei os olhos e pedi para os dois irem embora porque se a mãe deles soubesse que eles estavam no meu quarto ia achar ruim com eles
ai a sandrinha que era mais saidinha falou, ela não acha ruim não tio, ela está arrumando a casa e não gosta que agente fique por lá e mandou agente vir conversar com você
hummmm, pensei comigo, é muita tentação, a essa altura, minha pica ja estava muito dura com o cabeção brilhando e eles ficaram olhando e pediram para brincar
eu falei, mas vocês querem brincar de que?
ah tio deita ai na cama e finge que está dormindo que nós vamos brincar do jeito que estamos acostumados
pensei comigo, isso não vai dar certo, fechei a porta por dentro e me deitei na cama, minha pica estava tão dura que ficava batendo na minha barriga e ja estava babando
me deitei e logo senti uma mãozinha me punhetando e ao mesmo tempo uma boquinha quente me chupando e lambendo a cabeçona
continuei fingindo que dormia e fui sentindo cada movimento que eles faziam
derrepente senti algo estranho, abri os olhos e levantei a cabeça e vi o carlinho esfregando a bunda em cima da minha pica e a sandrinha segurando minha rola para guiar até o cuzinho dele
não resisti… ela encachou direitinho e a cabeçona foi entrando sem que ele reclamasse
ai ele começou a mecher a bunda e ela ficou brincando com meu saco, caralho; como estava bom, eu nunca havia imaginado isso acontecendo comigo
minha rola chegava até a doer de tão dura e o muleque cavalgando sem reclamar até que a irmã falou, agora chega carlinho, é minha vez
o muleque resmungou, reclamou, não queria sair de cima por nada mas ele puchou ele com força e sentou rapidamente na minha pica toda melada e começou a fazer a mesma coisa que o irmão havia feito
encachou minha pica bem na entrada do seu cusinho e ficou rebolando e o muleque vei segurar e guiar bem na portinha do cu dela
quando a cabeça se alojou legal ela deu uma forçada e entrou até a metade, ela deu um gemido e forçou novamente e entrou tudinhooo
eu ja estava que não aguentava mais e derrepente a mãe deles da um grito, os chamando para lanchar
sehurei a bunda da sandrinha e soquei com força antes dela sair e enchi o cu dela de porra e nem deu tempo de ficar curtindo minha rola la dentro ficar pulsando
ela saiu rapidamente de cima, nem se lavou, vestiu a calcinha e os dois deceram e eu fui tomar outro banho, não resisti as lembanças e bati uma bela punheta e gozei novamente…
sai do banho me enchuguei, vesti uma bermuda e desci para ver se tinha lanche para mim
quando cheguei na sala os dois estavma sentados lanchando e ela arrumando umas coisas na cosinha com uma sainha curta mostrando aquelas belas pernas e uma bunda muito lindaaaa
mandou eu me sentar que ela ja ia me servir
colocou um belo bolo de fubá na mesa, café preto e leite de cabra fervido e se sentou coladinha a mim, dava até para sentir o calor do corpo dela
aproveitei que estava de bermuda e encostei minha perna na perna dela e fiquei quieto para ver a reação dela e derrepente sinto a mão dela tocar minha rola… não resiti, a pica ficou logo duraça e ela me olhava adimirada e foi apertando, abriu meu ziper e colocou a minha rola para fora e ficou alizando devagaras crianças ja tinham acabado de lanchar se levantaram e foram brincar, quando a sandrinha passou perto de mim, deu para ver claramente a minha porra escorrendo pelas pernas, levei um susto, acho que ela não notou, estava se deliciando com a minha pica na mão
assim que as crinças sairam do alcalse dos nossos olhos ela entrou embaixo da mesa e engoliu minha pica quase toda e ficou chupando maravilhosamente, que loucura, eu segurava seus cabelos e ficava forçando para entrar tudo mas não entrava, a cabeça é muito grande
ela engasgava mas não parava de chupar até que não resistindo mais enchi a boca dela de porra e ela engoliu tudinho e ficou lambendo o restinho
que boquete gostoso a sertaneja fez, a mulher é uma máquina com a pica na boca
depois que gozei minha pica não ficou mole, ela então me pegou pela mão e me levou em direção ao seu quarto
ao chegar vi que tinha uma cama grande de casal e ela falou que era ali que ela dormia com as crianças
a safada estava sem calcinha, premeditou tudo logo no primeiro dia e por sorte minha estava dando tudo certo
quando vi aquele corpo lindo peladinha, toda depiladinha, cheirosa, não resisti, fechei a porta por dentro, joguei ela em cima da cama, ela ja caiu de pernas abertas e eu cai de boca naquele bucetão lindo, tinha até grelo a safada, que delicia, ela com toda intimidade sem nenhum pudor me chamava pelo nome e dia
isso rogério chupa meu grelo, ta bom demais, quero gozar bem gostoso na sua boca, vai continua. eu loco de tezão minha rola estava quase furando o colchão, não resiti e mandei ela mudar de posição e partimos para um 69…
coisa indescritivel, a mulher gozava a cada 5 minutos e não parava de gemer, a essa altura minha rola estava toda atolada na garganta dela e meus dedos brincando no cu dela que não parava de gemer
ela ja havia gozado umas 4 vezes e eu não parava de chupar aquele grelo lindo
ai tirei minha boca da buceta dela e segurando seus cabelos não deixei ela tirar a boca da minha rola e fui me egeitando e quando ela estava de 4 eu então tirei minha rola da boca dela, puchei seu cabelos para ela levantar o rosto e dei 2 belos tapas no rosto dela que gemeu muito e mandou eu encravar logo minha rola na buceta dela
não perdi tempo, mesmo ja estando meio fraco, minha rola não amolecia e olhando aquele bundão e aquele bucetão não tinha como a pica amolecer e enfiei tudo de uma vez
soquei muito com ela gemendo e rebolando sem parar, eu não conseguia gozar pelo cansaço
e ela gozando sem parar , minha rola estava duraça e toda melada do gozo dela e numa so estocada de tanto ficar olhando o cuzão dela piscando na minha frente
encachei a cabeçona na porta do cu dela e soquequi tudo, ela nesse momento chegou até a chorar, gemia sem parar e minha rola entrando e saindo daquele cuzão guloso e ela gemendo até que não resistindo mais enchi o cuzão dela de porra, era tanta porra que espirrava pelos lado da pica
deitei ela de bunda pra cima e ficamos engatados por uma meia hora até que minha rola amoleceu a caiu para fora daquele cuzão delicia…
nos levantamos e fomos para o banheiro tomar banho e brincamos mais um pouco e saimos
quando eu me dirigia ao meu quarto ela falou
quero você dormindo comigo na minha cama hoje e eu respondi… e as crianças, ela então falou a cama é grande eles dormem rápido
eu então ja preocupado falei ta bom vamos ver tv na sala mais tarde e depois você me chama para dormir…
continua