Minha Tia na Varanda da Casa sendo fodida pelo Dog

Click to this video!
Autor

Minhas lembranças (XVI) Eu sou a Flávia, continuando o conto anterior, meinhas férias na fazenda. Eu e a Titia estávamos na varanda a tardezinha, em companhia do Sansão (Dog) eu já tinha dado pro Sansão na beira da piscina de manhã, e minha tia estava loca pra foder com o Dog, ela ainda não tinha trepado com ele, depois que ela me viu gozar gostoso na pica do Sansão ela também ficou com vontade, e não via a hora de ser possuída pelo Sansão, ela estendeu um tapete na varanda e antes do Dog a foder, fizemos um delicioso 69, chupei aquela boceta molhada, mamei no seu grelo que é bem avantajado, chupava sua boceta e metia um dedo no seu cuzinho, a Titia adora isso, ela fica tarada ela gozou na minha boca rápido e aí combinamos que iríamos continuar com o 69 enquanto o Sansão fodia.
O Sansão estava nos olhando, eu fui até ele peguei no seu cacete e comecei uma chupeta, ele ficou com o pau duro na hora, e já queria montar em mim, ele acha que eu sou sua cadelinha, pois a 1ª foda que ele deu foi em mim, aí minha tia ficou de 4 e eu passei minha mão na minha boceta e passei no traseiro da minha tia para ficar o meu cheiro, ele cheirou o cu e a boceta, começou a lamber e já montou nela, deu umas cutucadas e achou a racha, com estocadas fortes, ele socou tudo na boceta da Titia, ela gemia e gritava, rebolava, eu me meti por baixo e comecei mamar no seu grelo e ela chupando minha boceta, ele com as mãos segurava minha tia pela cintura e socava sem dó, o nó foi ficando grosso e minha tia rebolava como uma puta, na vara do Dog, e eu chupando sua buceta e também lambia a pica do Dog, ele acelerou parecia uma máquina, e gozou dentro da boceta, mais foi tanto gozo que escorria junto com o gozo da titia, inundou minha boca, e eu engoli quase tudo, os sucos da titia e a porra do Dog, aí ele ficou calmo e começou a se virar, eu segurei o nó dentro da boceta, ele ficou bunda com bunda com a titia, ficou com o nó uns 25 minutos dentro, e a titia ainda gozou mais uma vez com o nó dentro e com minha língua no seu grelo, quando o nó murchou saiu da boceta e eu sem perder tempo chupei toda a porra e os sucos da tia escorria de dentro dela, depois que deixei a boceta dela limpinha eu lambi e chupei o pau do Sansão, deixei ele limpinho também, aí o Sansão se deitou para o merecido descanso, e minha tia também, ficou como uma cadela nua deitada do lado dele com cheiro da porra do Dog.
Descansamos um pouco, tomamos um suco de uva, e pro Dog demos uns petiscos, ele também precisava se recuperar, pois minha tia ainda queria sentir seu cacete todo dentro do cu.
Depois e uma meia hora, já estava escurecendo o Dog se animou novamente, eu chupei seu pau e ficou duro na hora, minha tia já estava de 4 com a bunda empinada pronta para receber o cacete no cuzinho, o Sansão já começou a lamber seu cu e a boceta e minha tia começou a gemer e rebolar, eu fique pertinho para direcionar a pica no seu anelzinho, o Sansão sem perder muito tempo montou nela e eu peguei no cacete e coloquei na portinha do cuzinho da tia, com estocadas fortes o Sansão meteu tudo dentro até as suas bolas baterem na boceta dela, arregaçando com o anus da titia, ela gritava de prazer, de sentir tudo aquilo dentro do seu cuzinho, pediu par eu entrar por baixo e chupar sua boceta que ela queria o pau do Dog no cu e minha boca na boceta, eu já entrei por baixo e fiquei vendo o entra e sai do pau do Dog no seu cu e eu chupando a boceta da minha tia Cadela, mamava no eu grelo que parecia um pinguelinho de tão excitada que ela estava, aí o nó inchou e ele acelerou os movimentos e gozou dentro do anus da titia, e ela gozou gostoso, parecia que estava mijando de tanto liquido que saiu da sua boceta, e eu engoli tudo, minha tia já estava até com as pernas bambas de tanto que ela tinha gozado, estava tremula, e o Sansão saiu de cima dela e ficou engatado bunda com bunda, ela me dizia que sentia o nó pulsar dentro do seu reto, que ela nem imaginava o quanto era gostoso e excitante sentir o cacete de um Dog dentro da gente, que eu foi quem deu coragem pra ela ser fodida pelo Sansão, eu continuei mamando no seu grelo e ela gozou mais uma vez.
Depois de uns 30min o nó foi murchando e o Dog puxou um pouco e saiu, fez até um barulhinho Flopt, parecia que tinha tirado uma rolha de uma garrafa, eu meti minha boca no cu da titia e chupei toda a porra que começava a escorre.
Depois fomos o três pro chuveiro, tomamos banho e também demos um banho no Dog, lavei bem seu cacete pois ele merecia pelo imenso prazer que tinha nos proporcionado, nos enxugamos e também enxugamos ele, demos um pote de ração para ele recuperar suas energias pois nos próximos dias íamos foder com ele novamente, e agora ele tinha duas cadelas no cio.
Jantamos e fomos dormir agarradinhas, estávamos exaustas de tanto gozar, entre chupadas e o Dog nos comendo, nem sei quantas vezes gozei, dormimos e acordamos no outro dia ainda com o cuzinho e a boceta um pouco doloridos, mais com nossos hormônios em dia te tanto gozar.
Conversei com a titia para irmos ao canil do seu amigo para encomendarmos o meu filhote, ela ligou pra ele e marcamos para irmos depois do almoço, conversarmos que se fosse possível escolhermos um filhote, ele tinha uma cadela com cria, estavam novinhos ainda não estava na hora de desmamar, mais já poderíamos escolher.
Almoçamos, e eu não via a hora de escolher meu filhote, pegamos a pick up , e fomos pro canil, ele tinha duas cadelas com cria, uma Rottweiler e uma Dog Alemão, cães enormes, eu acabei ficando com um filhote de Rottweiler e ela com um filhote de Dog Alemão, o proprietário me falou que quando estivessem desmamados ele nos avisaria e poderíamos ir busca-los, voltamos pra casa e eu toda apreensiva não vendo a hora de ter meu filhote para eu cuidar, e quando ele crescesse ser meu amante canino, se eu já gostava de animais depois de ser possuída várias vezes pelo Sansão comecei a ama-los, mais ainda tenho uma semana aqui na fazenda com minha tia, e sei que ainda vamos aprontar muitas, eu e elas juntas somos loucas por sexo, quando estou com ela só fazemos arte.
Chegamos em casa e decidimos dar um descanso pro Sansão, e que manhã vamos dar umas voltas a cavalo pela fazenda, Amamos andar a cavalo, ela tem um cavalo e eu tenho o meu que ganhei do meu tio, são mansos e tem um andar bem macio, uma delicia, com o andar e esfregando a boceta na cela chego a ter orgasmos deliciosos. Mais isso fica para o próximo conto.
Façam seus comentários, para mim é muito importante.
Beijos da Flávia.
E-mail :
Flávia Costa Mantovanni