O Garotinho de 11 anos que Tá me Deixando Louco (Parte2)

Click to this video!
Autor

Continuando de onde parei:
Tiro meu pau da boca de Mateus, levo ele pra perto do choveiro, e ligo a ducha e faço a limpeza interna no intestino dele, e depois de colocar várias vezes
água e ele evacuar, e quando a água saiu limpinha puxei ele pra banheira e voltei a chupar o seu pintinho, que tinha muito Esmegma, que é aquela massinha branca que fica dentro da glande, mas que eu gosto muito do cheiro, e só é produzida em abundância quando se é pequeno, e não se faz uma boa limpeza.
Então esfolo a pelezinha do pintinho de Mateus, e tiro toda aquela sujeirinha, e deixo bem limpinho.
Agora mais íntimo de mim, o garoto pede pra eu chupa-lo novamente, e eu não me faço de rogado e ponho o pintinho e o saquinho dele na boca…
Mateus geme muito: Aaaaiiiiiii… Huuuuuuummmmmm… Shshshshshshshshsh… Como é bom tio… Depois de uns 5 minutos me deliciando com aquela maravilha de rolinha, coloco Mateus em pé, viro ele de costa, e avisto pela primeira vez com atenção aquele cuzinho… Vou tentar descrever pra vocês:
O Bumbum era bem branquinho, não tinha nenhum pelo, e o cuzinho era rosadinho quase vermelhinho, bem fechadinho, mesmo tendo dado pra um cara que não teve pena do garoto, parecia que ali não havia entrado nada… Nem um dedo sequer…
Então peço pra ele se inclinar pra frente e caio de boca naquele furinho…
Com o toque de minha língua no seu anelzinho, Mateus sentiu segundo ele um choque, e deu um gemido bem alto… Aiiiaiiiaiiiiaaaaaaaiiiiaaaaiiiii tio…
Aquilo foi um estimulante pra mim. Então começo a sulgar o reto do moleque com tanta força, que parecia que eu queria entrar dentro dele, e quanto mais eu chupava seu cuzinho, mais Mateus aumentava os gemidos, que agora se transformavam em gritos… E eu falo pra ele:
Grita seu viadinho… Grita que teu macho vai te comer muito hoje… Hoje você é o viadinho do tio Nando, minha menininha safada…
Coloco então um dedo no cú do moleque, e ele sente uma ardência, reclama, mas eu falo que iria ficar gostoso de novo… Coloco o 2º dedo e ele fica em silêncio, e percebo que seu pintinho encolheu, e ficou molinho,mas eu não me controlava mais naquele momento… Tantos anos sem experimentar aquela sensação.
Introduzo o 3º dedo, e agora Mateus pede:
Tira tio, tira que ta doendo… Peço pra ele se acalmar, mas ele começa a choramingar e pedir pra tirar, e eu com a outra mão dou uma palmada na bunda dele, e ele engole o choramingo…
Depois de uns 5 minutos massageando o cuzinho dele com os 3 dedos, coloco o 4º dedo, e ele não reclama, então começo a girar meus 4 dedos dentro dele, e percebo que seu pintinho tava duro novamente… E decreto:
Agora vou te comer…. saímos da banheira, enxugo ele, e levo o menino para a cama, e coloco ele de 4, e começo esfregar minha pica que espelia tanto pré-goso que mais parecia que eu tava gozando… Quando a cabeça encosta no buraquinho do putinho, ele fala:
Tio… É aí meu cú… Então inicio lentamente a penetração, ele tava curtindo o momento tanto quanto eu…
Quando a cabeça da minha rola ultrapassa seu esfíncter Mateus geme bem gostoso… Ele não sentia dor naquele momento, e seu Piruzinho também estava durinho, e meladinho..
E em menos de 1 minuto meus 18CM estavam fincados no rabo do garotinho…
Então começo a comer Mateus lentamente, iniciando um vae e vem cadenciado mas firme.
Ele volta a gemer alto, quase gritando.
Aaaaaiiiaaaaaiii. Shshshshshi…. Huuuuummmmmmm…. Shshshshshshi;…
Começo a bombar com força no cú do moleque, de tal forma que minhas bolas batiam nas bolinhas dele, e fazia um barulho alto, só abafado por seus gritos de prazer, que agora eram sem medidas…
Quando sentia que ia gozar, parava de bombar com mminha pica toda enterrada no reto dele, e depois de quase meia hora comendo o safadinho, gozo muito dentro dele…. Depois caio desfalecido sobre ele na cama, e percebo que o moleque ainda soluçava de prazer.
Ainda com meu pau cravado nele, mas agora deitado sobre ele, começo a comê-lo novamente sem tirar minha rola de dentro.. Agora ele soluçava baixinho, no ritmo da nossa foda.
Mais uns 15 minutos, e eu gozo novamente, mas agora parecia que saía mais porra do meu pau, tanto que vazou e melou a cama toda…
Retiro minha pica de dentro do menino, e me deito do lado dele…
Ele com aqueles olhos amendoados deita a cabeça no meu ombro e ainda soluçando baixinho fala:
Tio, foi bom… Igual a o senhor falou…
Então nos beijamos de língua, mesmo ele sendo desajeitado no beijar.
Ele se deita encima de mim, como uma namorada deita encima do namorado depois do sexo, e começamos a conversar.
Mateus me fala que mora em um barraco em uma Favela perto do Morumby, que sua mãe usa crack, e some por vários dias deixando ele e Igor seu irmão de 9 anos sem comida, e uma noite que seu irmão chorou tanto de fome, ele foi pra rua e pediu 10 reais pra um cara que tava parado no carro em uma rua perto de sua Favela, e o cara falou que só daria se ele dece o cú pra ele… O vagabundo tirou o cabaço de meu Menininho por apenas 10 reais, e ainda machucou ele.
Mateus me falou que nunca tinha dado o cú pra ninguém até então, mas que pela situação ele topou, mas que tinha odiado fazer com o cara, que o cara ficava xingando ele de trombadinha viado, filho da puta etc…
Mas que comigo ele tinha gostado de fazer, que se eu quisesse eu só pagava a metade dos 30 reais que eu acertei com o Tiago pra come-lo… Que filho da puta o Tiago… Ganhou 150 só pra arrumar meu garotinho, e queria que ele levasse apenas 30? Então falei pra ele que eu não ia pagar os 30, e ele me fala:
Ta bom tio… Paga só um dogão pra mim, e um pra meu irmão, que tá bom…
Beijo ele e falo que daria a ele 200 reais, que era pra ele fazer umas compras pra casa dele… O menino não acreditou, e eu fui até o carro e pego os 200 e coloco encima da roupa dele… Ele fica pulando de alegria no quarto, e chupa meu pau mole mesmo…
Falei pra ele que queria passar o dia com ele ali mesmo, mas ele fala que o irmão tava esperando por ele, e que se ele não fosse pra casa, ele não ia comer… Isso já eram uma meia noite e meia… E eu falo pra ele assim: Vamos buscar teu irmão pra brincar com a gente? Ele fala que não daria, que o irmão dele era muito novinho, que nunca tinha feito essas coisas, que não ia aguentar minha pica, que eu ia arrombar o cuzinho dele…
Então eu falo pra ele:
Mas a gente pode fazer assim: Você come ele, e eu como você… E eu ainda dou 50 reais pra ele… Mateus fica pensativo, e me fala que não daria aquela noite, mas se eu topasse, ele poderia ver para a quinta de dia, que era feriado de 15/nov… Então me lembrei que não tinha feito ele gozar até aquele momento, e coloquei ele em pé na cama, e começo a chupar seu pintinho de criança, dando tratamento especial na cabecinha e logo o moleque começa a tremer as perninhas, e segurando minha cabeça diz assim:
Aaaaaaaaiiiiiiiii tio… Ta vindo uma coisa…
Ele goza apenas uma porrinha transparente, pois aos 11 anos meu menininho ainda não ejaculava, por não estar hormonalmente pronto… Ou seja… Ele ainda era um menino…
Amigos mais uma vez ficou muito longo. Isso se dá por que gosto de incluir todos os detalhes… No próximo conto como levei os dois pra dormir comigo no Hotel, e como tirei o cabaço do cú e da boca do irmão do meu menino…