Uma bela putaria a três e tirando irmãs da seca e a virgindade da mais nova

Click to this video!
Autor

Olá tudo bem com vocês, tenho 17 anos e dessa vez vou relatar como transei com duas amigas minhas.
Elas se chamam Ana e Adriana, ambas são irmãs Ana tem 17 e a Adriana tem 16. Ana é toda branquinha tem peitos pequenos, bunda média lisinha, cabelos pretos que vão mais ou menos um palmo abaixo dos ombros, a bucetinha por conta da Ana ter alergia a produtos depilatórios na região da vagina ela deixa eles crescem como se tivesse depilado uns 3,4 dias e manter o tamanho delas usando Maquininha. Mas o cuzinho ela ainda consegue depilar e deixar bem lisinho.
Adriana tem é mais nova, mas tem o corpo mais desenvolvido com peitos e bunda bem grandes, eitos dela são moles e meio caídos (amo esses tipos de seios), a bunda dela tem um pouco de estrias, mas é bem durinha a bunda dela. Ela tem cabelos loiros que vão quase à bunda. O cuzinho dela e a bucetinha são bem rosadinhos lisinha e bem carnuda a buceta dela, a Adriana ainda é virgem, mas têm um enorme desejo de perdê-la. Bom Ana têm um vício peculiar, ela é viciada em siririca, e a Adriana a ajuda a manter esse vicio, já quê as duas se pegam às vezes.
Conheci elas através do meio social em quê nos três vivemos-me tornei mais amigo da Ana, e pôr consequência da Adriana também, sempre estive disposto a ajuda-las e por conta dessa pré-disposição, Ana se tornou uma amiga íntima. Por conta da minha amizade com a Ana e a confiança que ela tem em mim, costumamos conversar bastante sobre sexo, fetiche, desejo e até mesmo experiências, na altura do campeonato ela já sabia das coisas que já tinha participado e quê tinha o hobby de escrever contos contando o que aconteceu nessa relação amorosa.
E no início de dezembro foi até a casa dela, já era de costume só estava ela na casa, ela estava com um shortinho jeans que mostrava um pouco da polpa da bunda, ela estava com uma blusa rosa bem curta, praticamente só tampava os peitos e como estava um dia quente fomos tomar tereré sentamos no chão da área mesmo e começamos a conversar, Ana gosta bastante de desenhar, então ela pegou uns cadernos e sentou do meu lado para me mostrar, depois ela meio que deitou sobre meu peito, a abracei e começamos a conversar sobre sexo foi aí que ela me confessou que era viciada em siririca,e que até mesmo já tinha trocado carícias bem quentes com a irmã. Fiquei um pouco surpreso. É perguntei como tinha sido essas carícias, ela me disse que a primeira vez ela estava na cama segurando uma calcinha da Adriana, e Adriana entrou bem na hora, ambas ficaram assustadas e envergonhadas, mas a Adriana sentou perto e a Ana acabou não resistindo e beijou a irmã, que também não se conteve. E desde então elas brincam um pouco, tipo uma chupar a bucetinha da outra, até mesmo já dormiram juntas as duas peladas e que já que ambas dormem no mesmo quarto praticamente toda semana elas se pegam, vezes até no banho.
Bom resumindo eu já sentia certa excitação pôr ambas. E quando Ana foi me dizendo aquilo foi inevitável não ficar com excitação e com o pau duro, e por conta do dia que ela me disse eu
estar usando roupas de tecido não tão forte, não tinha como não notar que eu estava de PD.
Tentei disfarçar, mas não deu, Ana acabou notando por está abraçada a mim, ela me disse o
quê te confessei deixo eu amigo bem animado né, respondi que sim, como não ficar, resolvi
tomar a iniciativa e perguntei se poderia lhe dar algo, ela disse que sim, então peguei e a
beijei, nisso Ana pegou e começo a passar a mão no meu pau, ela parou e disse Vamos
continuar isso lá dentro, fomos pro quarto dela e da irmã dela, deitei ela na cama e tirei o
short dela, tirei a calcinha também e comecei a chupar a bucetinha dela nisso ela tirou a blusa
e o sutiã, ela gemia, se contorcia, dizia isso chupa minha bucetinha que eu sei que você queria
muito isso, vai chupa a sua putinha, isso vai, apaga o fogo dessa vagabunda aqui, comecei a
massagear os peitos dela, chupei até ela gozar, quando ela gozou ela disse agora quero sentir
esse pau na minha buceta,mas na hora chegou a Adriana que foi entrando no quarto então eu
tirava a roupa e a Ana ficava dê quatro, na hora nós assustamos, Adriana disse a Ana é por isso
que você queria ficar aqui né safada, Ana meio envergonhada disse que aconteceu, quando eu
ia tentar explicar Adriana falou a é Ana então que tal eu participar, já quê vocês estão fazendo
merda né,porque não participar Também.
Tirei a roupa como Ana estava de quatro, fui e comecei a comer a bucetinha dela, quanta
Adriana deitou por baixo da Ana e começo a chupar a bucetinha um da outra, Adriana chupava
enquanto eu mentia-a na Ana dava uns gemidos abafados por conta da buceta da irmã, peguei
segurei na cintura da Ana e comecei a meter forte, ela parou de chupar a bucetinha da irmã e
só gemia gritava Adriana foi, mas pra frente para chupar os peitos da Ana, enquanto Ana
gemia e dizia isso vai fode, me arromba que delicia. Eu dizia vocês gostam de uma putaria, né
vadias.
Quando fui gozar, Ana pediu para gozar no rosto da irmã dela, Adriana deitou, tirei o pau e
gozei no rosto da Adriana, depois Ana pegou e chupou a minha porra quê estava no rosto da
Adriana e a beijou, elas ficaram beijando com a minha porra, quando terminaram, Adriana
disse que queria ser fodida também, disse claro vai ser um prazer, Adriana deitou na cama, a
Ana sentou com a buceta no rosto da Adriana para ela chupar, peguei e chupei a bucetinha da
Adriana também, buceta lisinha bem carnuda, fechadinha, depois fui colocando bem devagar,
ela estava se contorcendo um pouco por conta da dor mas a Ana, ajudou a acalma-la, fui
metendo depois de um tempinho, ela já tinha se acostumado com o pau, fui aumentando a
forca com que metia na bucetinha dela.
Adriana depois pediu para mudar de posição, ela ficou de quatro, peguei dei uma tapa na
bunda dela, a Ana pegou e deitou numa posição que desse para Adriana chupar os peitos dela.
Fui metendo segurei pela cintura dela, e meti com força, ela gemia, gritava, estava quase a
chorar, a bucetinha dela já estava a sair um pouco de sangue, peguei quando fui gozar, tirei o
pau, e enfiei a cabecinha bem na porta do cuzinho dela, ela virou rapidamente, e começou a
beijar a Ana.
Depois estava perto dos pais delas chegar Adriana foi tomar banho, enquanto eu e Ana
ficamos na cama abraçados, logo mais fomos e tomamos banho, depois resolvi ir para minha
casa. Depois desse dia marcamos delas irem para a minha casa, onde eu comeria o cuzinho
delas, chegou esse dia elas foram uma ajudou a outra a fazer todos os procedimentos para dar
o cuzinho, os deixo bem limpinho, primeiro começou pela Adriana, peguei passei bastante
lubrificante no cuzinho rosado dela, e fui colocando meu pau, pudia sentir o cuzinho dela,
apertar meu pau, ela gritou um pouco, quando entrou tudo fui metendo devagar, ela tentava
tirar, mas segurei pela cintura dela, enquanto Ana tentava destrair Adriana falando algumas
putarias, peguei gozei dentro do cuzinho da Adriana, ela pegou e forço um pouco ate meu
esperma começar a sair ai ela pegou e se virou, estava a sair um pouco de sangue também ,
Ana pegou e começo a beijar ela e a tocar um siririca para a Adriana.
Passo um tempinho Adriana teve quê ir embora, pois tinha um compromisso, depois deitei
Ana de ladinho, passei bastante lubrificante no cuzinho da Ana, e fui metendo enquanto
massageava os peitos dela, E ela tocava uma siririca, resolvi meter com mais força, ela começo
a gemer e a dizer isso fode, fode meu cuzinho, fode, que delícia, isso fode.quanto mais ela
falava mais forte eu metia no cuzinho dela, até que ela chegou no clímax ela teve um orgasmo,
quando notei tentava meter mas ela não deixava, mas também não tirava meu pau, ela estava
tendo espasmos de tesão,foi assim por alguns segundos, quando segurei os braços dela, E
comecei a meter de novo, ela tentava de todo jeito fazer eu parar meti nela até quê ela gozou,
depois peguei e gozei bem na porta do cuzinho da Ana, pude ver meu esperma misturado com
um pouco de sangue. Pegamos e ficamos deitados na cama, até que dormimos e acordamos
depois de algumas horas já era de tarde , eu estava de pau duro, pois ela ficava rebolando no
meu pau, só quê como estava muito tarde, resolvemos fazer um meia nove, chupei a
bucetinha dela, ela me punhetava, até que gozei, ela pegou e engoliu toda a minha
porra.depois fomos e tomamos um banho e a acompanhei até a casa dela. Ana por saber que
escrevo contos e quis que eu relatasse a nossa aventura para que vocês pudessem se deliciar e
saber que a historia dela fez alguém ter prazer.
Bom esse foi meu relato como sempre vou deixar meu e-mail e whats
6784453996