Virei puta do meu tio e ainda engravidei dele!

Click to this video!
Autor

Oi me chamo Kelly, hoje tenho 21 anos e vou contar pra vocês como engravidei do meu tio.
Bom, mas vou contar a história desde o início pra vcs me conhecerem melhor. Lembro-me que aos onze anos tive minha primeira experiência com siririca, eu não sabia como chamava ou como fazia, mas senti minha bucetinha coçar aí comecei a tocá-la e comecei a ficar molhadinha, e não parei de tocar, foi quando gozei pela primeira vez. Eu estava deitada, então me contorci, meu corpo estremeceu e minhas pernas ficaram tremendo por um tempo, eu não tinha controle, eu me senti nas nuvens. A partir daquele dia, todo momento eu tocava uma siririca. Eu vivia me esfregando em tudo. No chão, nos postes. E sempre minha bucetinha encharcava, mas eu era muito inocente. Eu não sabia nada sobre homens ou sobre o que eu fazia, mas gostava de sentir prazer.
Foi quando aos treze anos, meu corpo estava se formando, minha bundinha arrebitou e ficou mais arredondada, meus peitinhos também ganharam forma. Eu já me sentia uma mulher e pra completar eu sentia muita atração nos homens, sempre que algum chegava perto de mim eu encharcava minha calcinha. Comecei a perceber que eu chamava atenção deles, pois sempre que passava perto de algum homem, eles olhavam. Eu adorava tocar siririca imaginando homens, mas eu ainda era inocente.
Neste ano, quando eu ainda estava me conhecendo, meu tio veio passar as férias em casa, pois ele morava no exterior e queria ficar um tempo no Brasil. Adorei conhecer meu tio Felipe, ele tinha 32 anos, 1.87 de altura, era lindo, todo malhado. Era o homem mais bonito que tinha conhecido. Quando ele me abraçou, eu encharquei mesmo minha calcinha, que até escorreu pela minha perna, eu senti cheiro de homem de verdade e ele me tocou de um jeito que eu nunca tinha sido tocada. Quando era noite, eu estava na sala vendo TV e de repente ele sai do banheiro DE CUECA, com a toalha na mão secando o rosto. Era a primeira vez que eu via um homem de cueca, “NOSSA, eu tremi e me molhei toda”, aí reparei no volume da cueca dele. Parecia que tinha muita coisa ali dentro. (Eu era inocente mesmo, nem sabia o que era pinto direito) Olhei e depois disfarcei. Ele foi direto pro quarto, que era ao lado do meu.
Assim que ele entrou fui correndo pro meu quarto, tirei toda a roupa e bati uma siririca de bruços. Mas eu tava tão eufórica que esqueci de trancar a porta. Quando eu cheguei no ápice, gozando e tremendo, olho pra porta e levo um susto. Meu tio tava parado, olhando e apontando o celular pra mim. Aí ele abaixou o celular e deu um sorrisinho malicioso e saiu. Nossa eu fiquei com muita vergonha, fui correndo trancar a porta e ajoelhei e rezei pedindo pra deus me perdoar.
Aí depois de um tempo saio do meu quarto e vou pra cozinha beber água, passo próximo do quarto do meu tio e a porta tava fechada e ouço uma risada lá dentro. Chego mais perto pra ouvir e aí ouço:
“- Hahaha, vc viu mano? Caralho! É minha sobrinha! ….É porra! Vc viu? Ela se contorcendo toda … Delicinha mesmo, lisinha a vagabunda… Hahaha … Caralho mano, eu ainda vou meter vara nela, anota aí! E a porra só tem treze anos. Vai ser puta qdo crescer! … Nossa puta mano!”
Ele tava no celular com algum amigo, e pelo jeito ele tinha filmado tudo e enviado pra ele.
Nossa! voltei pro quarto correndo de medo, tranquei a porta e não sabia o que fazer.

Continua>>>>>>>>

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,50 de 2 votos)
Loading...