Confissão da minha esposa

Click to this video!
Autor

Depois de uma mudança de comportamento da minha esposa,dei uma prensa nela e foi então que recebi um e-mail dela com essas palavras.Ontem aconteceu assim seu amigo Júnior veio aqui em casa,conversamos um pouco,depois ele pediu um copo d’água,quando fui a cozinha pegar ele veio por trás e me encoxou,senti um calor subir dos pés a cabeça,nos beijamos e ele começou a tirar a roupa ficar bem vontade depois que ele só ficou de cueca ele me chamou pra mim deitar na cama ai deitei e ele começou tirar minha roupa. Tirou peça por peça minha bucetinha escorria de tanto tesão queria chupar ele,mamei naquele pau gostoso até ele quase gozar,seu pau é médio mas bem grosso,mal conseguia engolir a cabeça, então ele me colocou de quatro e ficou em cima de mim igual nos filmes pornos no começo foi meio estranho um outro homem me fodendo mas minha bucetinha já estava toda arreganhada com aquele Cacete grosso e logo ficou bom,depois eu fiquei em cima dele e cavalguei gostoso ele me beijou meu pescoço acariciou meus seios depois mamou eles e me beijou na boca porque ele não queria gemer muito alto depois ele gozou trocou a camisinha e pediu pra mim ficar de quatro denovo e com umas da mão ele bateu na minha bunda apertou deus uns tapinhas na minha buceta e enfiou o dedo no meu rabinho,na minha buceta pra deixar ela molhadinha e meteu com força eu subia nas nuvens cada vez que ele socava na minha bucetinha.depois de um tempinho ele queria comer meu rabo ,mas disse que não,fiquei com medo pois o pau dele era bem grosso mal cabia na minha boca imagina no meu rabinho ia arrombar ele todo,mas meu tesão era tanto em ser uma putinha que decidi ser completa,ai eu pedi pra ele comer meu rabinho e fiquei de lado de costas para ele ai ele meteu bem devagar senti que ele ia me partir ao meio,depois que aquela cabeça enorme passou ficou gostoso e comecei a rebolar muito gostoso cada socada eu via estrelas,mas estava muito gostoso,me sentia uma puta safada ate que ele gozou e permaneceu com aquele monstro socado no meu rabinho até amolecer é ir saindo aos poucos,passei a mão a porra escorria estava arrombado me apavorei de medo que vc visse pois até então meu rabinho era virgem.Apesar do estrago no meu rabinho eu estava feliz realizada e imaginando quando rolaria a próxima vez.Pois nao via a hora de sentir aquele pau enorme me arrombando Sempre conversamos sobre o assunto mas eu sempre procurei não dar asas a imaginação pois eu achava não ter coragem,mas confesso que não vejo a hora de sentir ele todinho em mim novamente. Desculpem os erros mas eu somente transcrevi o e-mail que ela me mandou com essa confissão.
No próximo ela contará a aventura no carnaval

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,64 de 11 votos)
Loading...