Esposa indo a cidade para compras

Click to this video!
Autor

A minha esposa é uma morena bonita,sorriso cativante mas muito mandona ou seja só faz o que quer e é difícil convencer a mudar de opinião.
Sempre que estamos na vadiagem ele não me deixa nem chegar perto do seu cu ,pois diz que dói e ela não me deixa nem tentar.
Ela resolveu ir a cidade ver as coisas e se vestiu de uma maneira gostosa,confôrtavel,mas que realçava suas coxas,e sua bunda e depois de andar por um pedaço da av. sete resolveu entrar no shopping da piedade,pois a muito tempo não andava por aqueles lado e foi olhando as lojas e resolveu tomar um lanche e se sentou em uma lanchonete e logo sentiu que era observada e deparou com um negro lindo sorrindo para ela e sem pensar sorriu também e de imediato o negro foi sentar ao seu lado e puxou conversa e ela foi dando corda e ele foi cantando,elogiando seu sorriso,sua beleza e dizendo imagino como deve ser linda estas coxas,e que bela bunda você tem,estava admirando seu andar dentro do shopping,e ela foi se divertindo com a cantada,mas começou sentir a sua boceta molhada,e do nada surgiu a vontade de se deixar levar,e ele colocou sua mão na sua coxa,e ela não disse nada e olhando para ele disse aonde podemos ir para nos conhecermos melhor ele de pronto pediu a conta e foi saindo com ela e quando se deu conta estava entrando em um hotel perto da piedade e logo adentrou em um quarto limpo,mas acanhado e ele foi logo a beijando,sua mão na sua bunda e foi dizendo fique nua minha gostosa e minha esposa se viu nua toda a vontade do macho que a deitou na cama e foi de boca na sua boceta que estava toda molhada,e de lingua foi deixando ela entregue,e o gozo veio e ele não parava e ela pedia para,mas ele abriu suas pernas e foi com tudo e sua rola foi entrando na sua boceta e foi comendo com força a deixando sem folego,mas aguentando e logo ele a colocou de 4 e dizendo que bunda,que cu,mas foi enfiando na sua boceta por tras e metia com gosto a deixando toda feliz e ele dizia estás gostando minha puta e metia sem dó a deixando toda entregue e ele metia e logo encheu ela de porra e ela ficou toda deitada na cama saciada e cansada.
Logo o negão foi se reanimando e começou a acariciar sua bunda e logo sentou sobre ela e foi roçando sua bunda,a colocou de 4 e foi de lingua tocar seu cu e ela se viu doida e sabia que não tinha jeito,ele iria comer seu cu,mas foi pedindo devagar,meu macho,tenho medo emdar meu cu e ele sorrindo disse puta não tem querer,e foi colocando sua rola na entrada e foi pressionando e minha esposa se viu sem saída e logo ele todo dentro metia sem parar e ela curtia sem remorso e começou a pedir para ele não parar e meter pois estava gostando de ser puta.
Quando chegou em casa foi me contar sua experiencia e sorrindo disse meu cu esta liberado de hoje em diante

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,11 de 18 votos)
Loading...