Eu, mamãe, o vocalista e o guitarrista


Click to Download this video!
Autor

Olá meus amores,hoje contarei minha aventura no baile,mas antes pra quem não me conhece sou a Fran,37 anos, loirinha gostosa,magra, bundinha durinha e seios pequenos.
Pois bem vamos ao que interessa,fui visitar minha mãe que a algum tempo não via,chegando la estava cansada da viagem minha mãe me convidou para irmos até um baile que haveria próximo a casa dela,na hora recusei por estar cansada,então ela disse que não saia por não ter companhia só trabalhava,diante da carinha dela acabei aceitando,minha mãe é uma coroa um pouquinho acima do peso mas arrasa corações.
Chegada a hora me arrumei com uma saia e uma blusinha e fomos,o baile ja estava animado encontramos uma mesa e por ali ficamos,minha mãe logo foi convidada a dançar,e logo após eu fui dançar com um carinha muito gostoso,dançamos algumas músicas,voltei me sentar e notei minha mãe com um olhar parado no vocalista da banda,um moreno alto,forte muito bonito,mas o que fez minha calcinha molhar foi o guitarrista que me encarava sem parar,no começo eu desviava o olhar mas diante da insistência comecei encarar também,cheguei abrir um pouco as pernas o que ele notou de pronto então meu parceiro de dança me chamou pra dançar novamente eu já com a bucetinha molhadinha não resisti e convidei ele pra um local mas calmo,fomos para o estacionamento começamos nos beijar,então abri o zíper e saltou uma piroca linda mamei gostoso,então me apoiei no muro e levantei minha saia ele colocou a minha calcinha pro lado e socou gostoso,que delícia sentir aquela piroca metendo forte,minha bucetinha escorria então ele aproveitou a piroca lambuzada e socou no meu cuzinho delirei mas não conseguia parar de pensar no guitarrista,quando voltamos a banda havia feito uma pausa,não encontrei minha mãe,logo começo a procurar e minha surpresa ao ver ela descendo do ônibus da banda toda descabelada,nem tive tempo de assimilar a situação quando ouço um oi,viro para o lado o guitarrista,minhas pernas tremem,minha bucetinha escorre,então começamos conversar,Eduardo muito educado a conversa fluiu muito animada eles voltam a tocar,o baile acaba,então vem a surpresa minha mãe me leva até um canto e diz que vai ficar com o vocalista,fico espantada com tal notícia,aí chega Eduardo começamos um papo animado eis que ele me convida para conhecer o tal ônibus,acabei aceitando.
Entrando no tal ônibus olho para o fundo tem um cômodo com a porta fechada e logo após um sofá,sentamos ali e ele já me beijou e me alisou,nisso ouço uns gemidos e pergunto que está ali, Eduardo me disse não saber mas poderíamos ver,a curiosidade superou o tesão,resolvi espiar pra minha surpresa minha mãe de quatro levando uma piroca gigante na buceta,surpresa não disse nada então Eduardo começa a alisar minhas coxas,minha bucetinha que a esta altura estava escorrendo de tesão pro ser acariciada e ver minha mãe dando gostoso.
Eduardo então tira minha calcinha e começa beijar minha bunda e a me chupar do rabinho até a bucetinha,abro bem as pernas e gozo como uma cadela no cio,então ele tira sua calça,pula pra fora uma piroca enorme grossa,a qual começo a chupar da cabeça as bolas,até ele gozar nos meus peitos,então me pega pelo cabelo me beija,me joga no sofá completamente aberta pra receber aquela piroca maravilhosa,sinto a cabeça entrando um calor percorre meu corpo todo,ele socava com força e sem parar,eu delirando de tesão,então fico de quatro e ordeno que ele me foda forte,sentia aquela maravilha bater em meu útero,cada estocada eu ia a lua, depois de uns vinte minutos assim ele tira da bucetinha e esfrega no meu rabinho,não dei tempo para esfregar duas vezes num movimento rápido de quadril encaixei aquela delícia no rabinho,que foi entrando gostoso me fazendo gritar de tesão e dor,ele me deixou com as pernas bambas mas muito feliz,acabou gozando dentro do meu rabinho,não me dei conta que atrai a atenção do vocalista e minha mãe,quando dei por mim ambos me olhavam,minha mãe com carinha de puta e ele com uma piroca gigante olhava pra mim com um desejo,minha mãe então me olha e diz:
Pelo jeito estava muito bom,então eu respondo:
Estava maravilhoso.
Ela me olha e fala criei uma putinha,me deixou com vontade de experimentar esse macho.
Nao tive tempo nem de pensar e o vocalista ja me pega no colo e me joga na cama fecha a porta e diz:
Vem minha putinha vou te foder gostoso,e ja foi chupando minha bucetinha gozada,quando me fez gozar,trouxe aquela coisa descomunal em direção a minha boca,falei que não conseguiria ele pega pelo cabelo e enfia na minha boca nao passou nem a cabeça,ficou fodendo minha boca por uns cinco minutos até eu sentir ela inchar e ele soltar jatos na minha boca quase engasguei,ele me segura pelo pescoço e ordena engole putinha,me dá um tapa na cara como nunca tinha levado,me pega e me arreganha as pernas,peço pra ir com calma então recebo outro tapa na cara é um na bucetinha que faz ela pegar fogo,então ele enfia aquela cabeça enorme parecia que me rasgava ao meio, meteu muito sem dó,eu chorava de dor e prazer,durante uns vinte minutos ele castigou minha bucetinha até gozar e inundar ela de porra,sai de cima e me coloca pra fora do quarto,minha mãe está no sofá sendo enrabada,pego minhas roupas vou ao banheiro,minha bucetinha estava escorrendo porra e sangue,mal conseguia andar até chegar em casa,tomo um banho e vou deitar,minha mae chega vai ao quarto onde estou me beija na boca e diz vc e uma putinha safada.no domingo volto pra casa com a bucetinha toda ardida e inchada,o marido com saudades tenta fazer sexo mas digo que estou cansada da viagem,ele acredita.
Fico três dias toda esfolada,mas quando lembro me encho de tesão.
Espero que tenham gostado,
comentem
Bjs bjs

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,35 de 17 votos)
Loading...